Homens são executados a tiros no centro de Cachoeira

Dois homens foram mortos a tiros na manhã desta terça-feira, 17, nas proximidades da Delegacia, região central de Cachoeira. Ivan Longuinho Passos, de 53 anos, e Welington Santana, de 38, foram surpreendidos por dois suspeitos armados em uma motocicleta que efetuaram vários disparos de arma de fogo na direção deles e em seguida fugiram do local em alta velocidade.

As vítimas chegaram a ser socorridas pelo SAMU e encaminhadas para o Hospital Municipal, mas não resistiram aos ferimentos e morreram. Os corpos foram removidos para o DPT de Santo Antônio de Jesus.

Até a publicação desta notícia não havia informações sobre prisões de suspeitos. O caso foi registrado na Delegacia Territorial. (Forte na Noticia)

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Cruz das Almas: acidente entre carro e caminhão deixa duas pessoas mortas e uma ferida na BR-101

Duas pessoas morreram e uma ficou ferida após uma colisão frontal envolvendo um caminhão e um Kadet na noite desta terça-feira, 17, na BR-101, a 500 metros do trevo de Cruz das Almas.

As vítimas, dois homens e uma mulher, todos moradores de Muritiba, estavam no veículo de passeio com placa de São Paulo que virou um monte de ferro retorcido. De acordo com populares, o motorista conhecido como “Léo” morreu preso às ferragens e o corpo só foi retirado após a chegada de homens do Corpo de Bombeiros de Santo Antônio de Jesus.

Os feridos, entre eles uma freira, foram socorridos pelo SAMU e encaminhados para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA), mas o passageiro de prenome Jonas acabou morrendo quando recebia os primeiros socorros. Já o motorista do caminhão envolvido na batida não se feriu. “Eu vinha na minha mão quando percebi o carro vindo em minha direção”, disse o caminhoneiro ao site Forte na Notícia.

Por conta do acidente o trânsito chegou a ser interrompido nos dois sentidos da pista, mas logo voltou ao normal com a chegada de duas guarnições da Polícia Militar, lotadas na 27ª CIPM.

(Forte na Notícia)

Fotos: FORTE NA NOTÍCIA
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Líder do tráfico em Pernambués, Babalu é morto em cerco policial

Apontado como líder do tráfico no bairro de Pernambués, o traficante Luciano Silva dos Santos, 35 anos, conhecido como Babalu, foi morto por policias militares em um tiroteio na tarde desta terça-feira (17). 

Babalu foi morto durante uma operação policial na região conhecida como Horta, onde o traficante coordenava grupos criminosos. Uma denúncia anônima sobre a venda de drogas na região levou equipes da 1ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM) e da Rondesp Central até o local.

Durante a perseguição, Babalu e outros criminosos conseguiram entrar em uma casa. Houve tiroteio. No cerco, Babalu acabou baleado e não resistiu. Ele chegou a ser levado para o posto policial do Hospital Roberto Santos onde já chegou morto. Os outros suspeitos conseguiram fugir.

Na casa, foram apreendidos uma pistola calibre 380, carregador, munições, 1 kg de maconha, 32 pinos de cocaína, uma balança e embalagens plásticas. 

“Ampliamos as patrulhas no bairro para encontrarmos os comparsas que fugiram. O reforço [no bairro] ficará por tempo indeterminado”, declarou o comandante do CPR Central, coronel Paulo Coutinho.

Em vídeos que circulam nas redes sociais, traficantes rivais aparecem soltando folgos de artifício comemorando a morte do traficante.

Exímio atirador e toque de recolher
Segundo informou a Polícia Militar através de nota, Babalu foi acusado por homicídios de mais de 10 traficantes rivais em Pernambués e por liderar os chamados ‘bondes armados’ para invasão das áreas rivais, expulsão e tortura de moradores da comunidade.

Ele foi apontado como o responsável por ordenar um toque de recolher no bairro, em novembro de 2012, em represália pela morte de um integrante de sua quadrilha por um grupo rival. Lojas foram fechadas e até os ônibus deixaram de circular no bairro. Babalu conseguiu escapar de uma operação com 125 policiais que tinham como missão prendê-lo.

A prisão só aconteceu em abril de 2013. Babalu tentou escapar fugindo pelo telhados de várias casas vizinhas. Foi capturado dentro de uma casa, onde fez reféns uma mulher e uma criança. 

Na época, Babalu era apontado pela polícia como responsável por atuava na área da Baixa do Manu e disputava os pontos de venda de droga com um traficante identificado como Nem. “Os dois tinham um acordo de não ter confronto, mas depois da morte de Davi acabaram com a trégua”, contou um PM ao CORREIO.

Segundo as investigações, o traficante era um hábil atirador e exercia um influente poder paralelo na comunidade, realizando inclusive “ações sociais”. “Babalu é ‘brother’. Ele me deu um óculos e remédio”, contou uma moradora da comunidade à reportagem. Fonte: Correio24hrs*

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

PF deflagra operação que mira grupo que fraudava auxílio emergencial

A Polícia Federal (PF) deflagrou nesta quarta-feira (18) a Operação Resiliência, que mira uma organização criminosa especializada em fraudes no auxílio emergencial.

Com cerca de 80 policiais, estão sendo cumpridos em Brasília 14 mandados de busca e apreensão.

A investigação da PF aponta que há indícios de que o grupo tem envolvimento com outras práticas criminosas, como tráfico de drogas e fraudes com o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) e com benefícios do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

De acordo com a PF, as investigações tiveram início após a identificação de criminosos que recebiam o auxílio, criado com o objetivo de assegurar uma renda mínima para a população durante a pandemia do novo coronavírus, de forma fraudada.

Além de usar os próprios nomes, os suspeitos usavam nomes de outras pessoas para se beneficiar da fraude, dando a elas um percentual do valor recebido. “ Até o momento, cinco pessoas foram presas em flagrante, duas pelo crime de tráfico ilícito de entorpecentes e três por posse ilegal de arma de fogo”, disse em nota a Polícia Federal.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Vacina da Pfzier apresenta 95% de eficácia contra o coronavírus, diz resultado

Foto: Erasmo Salomão/Ministério da Saúde

A análise final da terceira fase de testes clínicos realizados pela farmacêutica Pfzier na vacina desenvolvida por eles contra o coronavírus, a BNT162b2, apontou 95% de eficácia no combate a doença. As informações são do site norte-americano CNBC.

O resultado divulgado nesta quarta-feira (18) pela companhia e pela BioNTech, parceira no desenvolvimento da vacina, tem como base um teste realizado com 170 voluntários contaminados com a Covid-19, na qual 162 estavam recebendo doses de placebo e não da vacina.

Questionada sobre o efeito colateral da vacina, a empresa afirmou que o mais comum foi a fadiga, apresentada por 3,7% dos participantes. No entanto, após semanas o efeito foi reduzido.

Com a resposta positiva, a ideia da Pfzier e da BioNTech é submeter um pedido de uso emergencial para a vacina ao Food and Drug Administation, órgão semelhante à Anvisa no Brasil.

A Pfizer espera produzir até 100 milhões de doses da vacina até o final do ano. Em 2021, outras 1,3 bilhão podem ser fabricadas.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •