Vice-prefeito de Santo Amaro é preso em operação do MP

O vice-prefeito de Santo Amaro, Léo Pacheco, foi preso na manhã desta quinta-feira (14), na operação Adsumus, deflagrada pelo Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA). O petista é pré-candidato para suceder o atual gestor da cidade, Ricardo Machado (PT), tendo, inclusive, seu apoio.

A Adsumus tem como objetivo combater fraudes em licitações, crimes de peculato e lavagem de dinheiro em Santo Amaro, Lauro de Freitas, Camaçari e Salvador. Mandados de prisão temporária e de busca e apreensão, requeridos pelo MP-BA e deferidos pela Vara Crime de Santo Amaro, estão sendo cumpridos.

De acordo com as investigações, os crimes foram cometidos por uma organização que envolve empresários e agentes públicos da Prefeitura de Santo Amaro. Apurações da Promotoria de Justiça da comarca descortinaram o nascedouro da associação criminosa no seio da Secretaria de Obras.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *