MP vai apurar suposto aumento abusivo de combustíveis em Ipiaú e Teixeira de Freitas

Supostos crimes de abuso no preço dos combustíveis em Ipiaú, no sudoeste, e Teixeira de Freitas, no extremo sul, serão objeto de apuração do Ministério Público da Bahia (MP-BA). Em Ipiáu, o procedimento ficará sob responsabilidade da promotora Susila Ribeiro Machado que encaminhou ainda um pedido de investigação criminal à Polícia Civil da cidade. A denúncia foi enviada ao MP pelo vereador Orlando Santos (PT) que acusa os quatro postos de combustível da cidade de abusarem dos preços. Segundo o vereador ipiauense, a gasolina que era vendida por R$ 3,56, subiu para R$ 4,50 na semana passada. Tanto a promotora Susila Machado como o vereador cobraram fiscalização da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) para coibir a suposta prática. Em Teixeira de Freitas, a apuração será conduzida pelo promotor de Justiça João Batista Madeiro Neto. Em cidades do sul do estado, moradores se queixaram de aumento de combustível desde o início do mês, o que ocasionou aumento de filas e boatos sobre desabastecimento. O prazo para o MP encerrar o processo administrativo é de 90 dias. Caso sejam encontrados indícios de crime, os estabelecimentos serão alvo de ação civil pública ou criminal.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *