Ministério da Saúde renova certificado de beneficência a sete instituições baianas

O Ministério da Saúde renovou o Certificado de Entidade Beneficente de Assistência Social (Cebas) de sete instituições filantrópicas na Bahia, entre elas o Hospital Aristides Maltez e as Obras Sociais Irmã Dulce.

De acordo com o ministério, o certificado assegura que as santas casas e hospitais filantrópicos ganhem isenção em contribuições sociais e enfrentem menos burocracia na hora de celebrar convênios com o poder público. Para ter direito ao Cebas, é preciso que pelo menos 60% dos serviços prestados em cirurgias e procedimentos ambulatoriais sejam pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Também é preciso cumprir metas que melhorem o atendimento à população.

Além da Liga Bahiana Contra o Câncer (Hospital Aristides Maltez) e das Obras Sociais Irmã Dulce, ambas em Salvador, também foram renovados os certificados da Casa de Reintegração Social Nova Vida (em Barreiras), Associação de Proteção à Maternidade e à Infância de Pojuca (Pojuca), Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de São Félix (São Félix), Santa Casa de Misericórdia de Itabuna (Itabuna) e Pro Matre Juazeiro (Juazeiro).

Pelo SUS, são as entidades filantrópicas que mais fazem cirurgias oncológicas, neurológicas e transplantes. Hoje, a rede hospitalar beneficente é responsável por 37,98% dos leitos disponíveis no SUS, distribuídos em 6,3 mil estabelecimentos em todo o Brasil.

Além das sete renovações na Bahia, o Ministério da saúde também concedeu novos certificados a instituições de Pernambuco, Ceará, Rio Grande do Norte e Piauí.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *