Category Archives: Saúde

Governo da Bahia publica edital de Parceria Público-Privada para Hospital Metropolitano

Foto: Carol Garcia/GOVBA

Foi publicado, no Diário Oficial do Estado (DOE) desta quarta-feira (14), o edital para concessão administrativa do Hospital Metropolitano, localizado em Lauro de Freitas. Atualmente aberto de forma emergencial para atendimento de pacientes com diagnóstico de Covid-19, o hospital será a quarta Parceria Público-Privada (PPP) na área da saúde na Bahia e a maior unidade de atendimento hospitalar do Brasil nesta modalidade.
“A Bahia foi o primeiro estado a implantar PPP na área de saúde no país, com o Hospital do Subúrbio. Essa é a nossa quarta PPP e será o hospital com maior aporte tecnológico da nossa rede, ao lado do Hospital Roberto Santos”, ressalta o secretário da Saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas.
O Edital de Concorrência nº 08/2021 trata da implantação, gestão, operação e ampliação do Hospital Metropolitano, com prazo de concessão de 20 anos. De acordo com o cronograma de licitação, a sessão pública do leilão na Bolsa de Valores (B3) ocorrerá em 20 de maio.
A unidade será implantada inicialmente com 260 leitos, que serão ampliados para 330 pelo parceiro privado, sendo 75 de terapia intensiva (UTI). Terá ainda dez salas cirúrgicas, serviço de hemodinâmica, unidade de emergência 24 horas referenciada e serviços diagnósticos — laboratório, radiologia, ultrassonografia, tomografia computadorizada, ressonância magnética e medicina nuclear.
Entre obras e equipamentos, mais de R$ 173 milhões foram investidos no Hospital Metropolitano. Um dos destaques do projeto é a Unidade de Atenção ao Acidente Vascular Cerebral (UAVC), que atenderá pacientes com casos isquêmicos, hemorrágicos ou acometidos por ataque isquêmico transitório na fase aguda, ofertando tratamento trombolítico venoso, reabilitação precoce e investigação etiológica completa.
O Edital de Concorrência, estudos técnicos e outros documentos estão disponíveis no site da Sesab (www.saude.ba.gov.br/ppphospitalmetropolitano).

Cerca de 500 mil vacinas contra covid chegam à Bahia nesta quinta

O secretário da Saúde da Bahia (Sesab), Fábio Vilas-Boas, afirmou hoje (13), em rede social, que cerca de 500 mil doses de vacinas contra a covid devem chegar na próxima quinta-feira (15) no estado.

Desde ontem (12) que a aplicação da primeira dose da vacina foi suspensa na capital baiana, por falta do imunizante. Teve continuidade apenas a aplicação da segunda dose.

Mais de 500 mil brasileiros deixam de tomar 2ª dose da vacina contra Covid-19; taxa na Bahia é de 15%

Foto: Betto Jr | Secom

Aos menos meio milhão de brasileiros que receberam a 1ª dose da vacina Coronavac, contra a Covid-19, não retornaram para receber a 2ª dose do imunizante. Cientistas alertam que o abandono vacinal pode comprometer a proteção do imunizante. Dados compilados pela “Folha de S. Paulo” revelam que o índice representa um abandono de 14,13%.

O levantamento levou em consideração apenas a Coronavc, uma vez que o intervalo entre doses do imunizante de Oxford/AstraZeneca é de 90 dias. Portanto, taxas de abandono desta vacina só podem ser calculadas a partir do fim deste mês. A Coronavac é a principal vacina contra a Covid-19 aplicada no Brasil. No primeiro mês de aplicação dos imunizantes, sete em cada 10 vacinados receberam a vacina produzida pelo Instituto Butantan.

Em relação aos estados brasileiros, a Bahia tem uma taxa de abandono vacinal calculada em 15,17%. Em Roraima e no Amazonas, a quantidade de pessoas que tomaram apenas a primeira dose da Coronavac e não voltaram para receber a segunda passa de 25%. As menores taxas de abandono da vacina estão em Alagoas e no Rio Grande do Norte, ambos abaixo de 7%. Os números foram baseados no DataSUS, sistema de informações do Ministério da Saúde.

Campanha de vacinação contra a gripe começa na segunda

O Ministério da Saúde e as secretarias estaduais e municipais de saúde começam na segunda-feira (12) a campanha de vacinação contra a gripe. Além de evitar complicações decorrentes da gripe causada pelo vírus, a vacinação ganha uma outra importância no momento.

Com diversos estados com leitos de unidades de terapia intensiva (UTI) lotados e filas de espera em função da pandemia do novo coronavírus, a iniciativa também é importante para evitar uma sobrecarga nos sistemas de saúde.

O público estimado pelo ministério é de 79,7 milhões de pessoas e o objetivo é vacinar pelo menos nove em cada dez pessoas dos grupos prioritários.

Os grupos serão organizados para vacinação em três etapas. Os dias de mobilização, chamados de dias D, serão definidos em cada município pela Secretaria de Saúde local.

Os grupos prioritários são:

– Crianças de 6 meses a menores de 6 anos;

– Gestantes;

– Puérperas;

– Povos indígenas;

– Trabalhadores de saúde;

– Pessoas com 60 anos ou mais;

– Professores;

– Portadores de doenças crônicas não transmissíveis;

– Pessoas com deficiência permanente;

– Forças de segurança, de salvamento e armadas;

– Caminhoneiros;

– Trabalhadores do transporte coletivo de passageiros;

– Funcionários trabalhando em prisões e unidades de internação;

– Adolescentes cumprindo medidas socioeducativas em unidades de internação;

– População privada de liberdade.

Covid-19

O Ministério da Saúde não recomenda que seja feita a aplicação das vacinas contra a covid-19 e contra a influenza conjuntamente. A pasta recomenda que as pessoas que estiverem nos grupos prioritários procurem se vacinar antes contra a covid-19. Especialistas recomendam pelo menos uma diferença de 14 dias entre uma e outra.

Número de casos ativos da covid cair em Castro Alves

A cidade de Castro Alves, Recôncavo baiano, conforme informou a secretaria de Saúde em seu boletim epidemiológico. Não foram registrados novos casos de Covid-19 até às 18h do dia 06/04. O município está com 07 casos ativos e 01 paciente recebeu alta. 04 casos foram descartados e 09 novos casos aguardam resultado dos exames.

Confira o Boletim Epidemiológico da COVID-19 em Castro Alves

Até às 14h desta quarta-feira (3), foi confirmado mais um caso de Covid-19 por PCR. 14 casos foram descartados e 07 novos casos suspeitos na cidade de Castro Alves, Recôncavo baiano.No total, temos 64 casos ativos no município, sendo três internados.Continue fazendo a sua parte para conter o avanço do vírus.

Facebook.com/prefeituradecastroalves

Covid-19: Ministério da Saúde autoriza recursos para 3,2 mil leitos de UTI

Foto: © Reuters / Bruno Kelly / Direitos Reservados

Com hospitais superlotados em diversas regiões do país, o Ministério da Saúde autorizou nesta terça-feira (2) o financiamento de 3.201 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) exclusivos para pacientes com covid-19. A medida consta em portaria publicada em edição extra do Diário Oficial da União (DOU), assinada pelo ministro Eduardo Pazuello. A portaria lista cerca de 150 municípios espalhados em 22 estados. O valor a ser desembolsado pelo governo federal para custear as internações soma R$ 153,64 milhões, caso todos os municípios façam a solicitação à pasta.

Pela portaria, as solicitações de autorização de leitos, que terão caráter excepcional e temporário, devem ser encaminhadas por meio do Sistema de Apoio à Implementação de Políticas em Saúde (SAIPS), disponível no endereço eletrônico www.saips.saude.gov.br. Entre outros documentos, os municípios atendidos devem assegurar a existência de um respirador por leito, equipamentos e recursos humanos necessários para as internações.

Até dezembro, o Ministério da Saúde financiava cerca de 60% dos leitos de UTI em todo o país, mas esse número caiu para cerca de 15% este ano, por causa do fim da vigência do estado de calamidade pública, que permitia a transferência de recursos ao estados além do orçamento regular.  

A portaria prevê repasses retroativos à manutenção de leitos de UTI referentes a janeiro e fevereiro, como forma de ressarcir os estados que, nesses dois meses, tiveram de utilizar exclusivamente recursos próprios para abrir novos leitos de UTI.

Em relação a janeiro, a portaria autorizou o financiamento de 1.135 leitos em cidades de 16 estados com pagamento retroativo de R$ 54,48 milhões por mês. Já em relação a fevereiro, foi autorizado o financiamento de 2.025 leitos adultos e 41 leitos pediátricos em cidades de 22 estados, com custo total de R$ 99,16 milhões ao mês, totalizando os 3.201 leitos de que trata a portaria.

O número de óbitos por covid-19 bateu novo recorde hoje, de acordo com o balanço diário do Ministério da Saúde. Ao todo, 1.641 mortes foram notificadas desde ontem, o maior patamar desde o início da pandemia no país. O total de mortos pela doença no país está em 257.361 e o número total de infectados chega a 10,6 milhões de pessoas. (EBC)