Category Archives: Entretenimento

Cinema do Recôncavo lança plataforma de memória da produção audiovisual

Profissionais de pesquisa e memória, e fãs de cinema poderão conferir a partir deste sábado (19), o site Cartografia do Cinema no Recôncavo, criado com o objetivo de reunir informações sobre a produção de mais de 130 títulos filmados no recôncavo baiano.

Organizado pelo curador e pesquisador, Iago Cordeiro Ribeiro, a plataforma de exibição gratuita será uma ferramenta estratégica para pesquisa e preservação da produção cinematográfica local e nacional, tanto na Bahia quanto em todo o Brasil.

Iago conta que além de democratizar o acesso aos filmes para o público, que em breve poderá assistir gratuitamente as películas reunidas na pesquisa, o foco da iniciativa está em promover a preservação. “Estamos trabalhando com imagens que são ricas fontes históricas para diversas áreas do conhecimento”, enfatiza.

Para a produtora geral e executiva do projeto, Camila Gregório, Cartografia do Cinema no Recôncavo é o início de um grande processo e caminho no debate sobre preservação. “Agora com a plataforma, estamos disponibilizando filmes feitos no Recôncavo Baiano, muitos deles indisponíveis online até então. A ideia de disponibilizar eles é levantar um debate sobre a preservação da história do cinema”, afirma.

Para ter acesso à plataforma e conferir todas as películas disponíveis, é só acessar o endereço eletrônico: www.cartografiadocinemanoreconcavo.com.

O projeto tem apoio financeiro do Estado da Bahia através da Secretaria de Cultura e da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Programa Aldir Blanc Bahia) via Lei Aldir Blanc, direcionada pela Secretaria Especial da Cultural do Ministério do Turismo, Governo Federal.

Fim de semana será marcado por lives de forró; confira a programação

Com a chegada do período junino, as lives se adaptaram ao tema ‘São João’ e os cantores de música sertaneja e forró já estão se apresentando nas plataformas online para celebrar a data. Neste fim de semana, artistas como Wesley Safadão, Solange Almeida e Barões da Pisadinha fazem uma produção especial em seus canais no Youtube. 

O Bahia.Ba separou as lives deste fim de semana para você entrar no clima. 

Nesta sexta-feira (18), às 19h, Tarcísio do Acordeon, Pisadinha de Luxo, Forró do HF, João Gomes e Renno iniciam a noite de lives, seguidos por Barões da Pisadinha e Dorgival Dantas, que se apresentam às 20h. 

No sábado (19), Solange Almeida, Samyra Show,  Yury Pressão e Rogerinho fazem a festa a partir das 18h. No mesmo dia, Wesley Safadão inicia seu arraiá com participações de Juliette Freire, Israel & Rodolffo, Alceu Valença, Taty Girl e Tirulipa, às 20h.

Para encerrar o fim de semana, Jarly Almeida, Matheus Alves, Walkyria Santos se apresentam no domingo (20), às 18h. 

Salvador inicia série de lives para fortalecer turismo na capital

A capital baiana ganhou um importante programa revelando um pouco das belezas naturais, da riqueza cultural, histórica e gastronômica da cidade. A primeira transmissão do projeto Live Tour Salvador foi feita pelo jornalista José Raimundo e exibida ao vivo na manhã deste domingo (13) a partir da Praça Municipal. O vídeo, com duração média de 30 minutos, está disponível para acesso no canal Visit Salvador da Bahia no YouTube, Facebook e Instagram.

Durante a apresentação de abertura, que teve um acesso de cerca de duas mil pessoas, o jornalista José Raimundo falou um pouco sobre a iniciativa desenvolvida pela Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Secult), em parceria com a Associação Brasileira de Agências de Viagens (Abav). O bate-papo teve a participação de Louti Bahia, urbanista e publicitário responsável pelo perfil das redes sociais Amo a História de Salvador.

Bahia contou diversas curiosidades sobre a capital, incluindo um pouco da história da sede do governo-geral do país, situada na Praça Municipal, a construção das muralhas da cidade e suas ruínas ainda presentes, o surgimento do Forte São Marcelo e um pouco da história da alfândega e do porto da cidade, que até o século XIX foi o maior porto da América do Sul. O público também teve a oportunidade de interagir ao vivo com perguntas direcionadas aos participantes.

“Eu me sinto muito honrado em apresentar essas lives. Eu, que sempre passei a vida inteira fazendo reportagens pelo Brasil, agora estou tendo a oportunidade de aprender, interagir e perceber a reação das pessoas de uma forma descontraída. Eu não tenho dúvidas de que esse é um projeto que vai revolucionar e vai ser copiado por muitas outras cidades”, contou José Raimundo.

Live-Tour-Salvador-Foto-Jefferson-Peixoto-Secom-Pms

Fotos: Jefferson Peixoto/Secom – Fonte: Alô Alô Bahia

TV Globo escala Tiago Leifert para substituir Faustão neste domingo

A Globo agiu rápido e decidiu escalar Tiago Leifert para substituir Fausto Silva na edição deste domingo (13) do Domingão do Faustão. Conforme o Notícias da TV antecipou, o apresentador titular da atração precisou ser internado.

Trata-se de uma decisão inédita, pois essa é a primeira vez em mais de 32 anos de Globo que Faustão deixará de gravar o Domingão por causa de um problema de saúde.

“Nesta semana, Tiago Leifert apresenta o Domingão do Faustão, substituindo Fausto Silva, que se recupera de uma infecção urinária. Neste domingo, dia 13, irá ao ar uma disputa inédita no mata-mata da Super Dança dos Famosos”.

Internado, Faustão passa bem e poderia voltar para casa ainda nesta quinta, mas, como o tratamento exige medicação intravenosa e pode haver alterações nos quadros de glicemia e pressão arterial, os médicos decidiram manter o apresentador.

Fonte: GShow

Globo anuncia reality show musical com Ivete Sangalo para agosto

A TV Globo fez o anuncio oficial do reality show ‘The Masked Singer’, apresentado por Ivete Sangalo, no último domingo durante o ‘Fantástico’.

O programa de TV, que estreia em agosto na programação da emissora e no Multishow, é uma coprodução entre TV Globo e Endemol Shine Brasil, com parceria da gravadora Universal Music Brasil e da Iessi Music Entertainment.

Em entrevista à Renata Ceribelli, a baiana entregou sua expectativa para o projeto. “A ideia do programa é misturar expectativa, torcida, música e entretenimento. Quero ser uma condutora de alegria, de otimismo, dentro do cenário da música. Vislumbro um aprendizado gigantesco. Estou nas nuvens”, disse.

O programa coloca celebridades da TV, do esporte, da internet e do teatro fantasiados em um palco para uma apresentação. Caso se destaquem, eles permanecem na atração. Se forem escolhidos para sair, eles precisam revelar a identidade por trás da máscara.

“O propósito do programa é fazer uma festa. Vai ter música, bons arranjos, grandes escolhas de repertórios, artistas diversos envolvidos numa fantasia linda. Isso tudo enche nossos olhos e corações. Então, acho que é um programa completo”, disse Ivete ao Fantástico.

‘The Masked Singer’, que é sucesso em mais de 40 países, já venceu a categoria de melhor Figurino do Emmy Awards 2020 pelo trabalho de Marina Toybina na versão americana.

Prefeito e comerciantes de cidades da BA avaliam cenário sem São João e relembram festas: ‘Mais importante que Natal’

A prefeitura de Amargosa, cidade a cerca de 240 km de Salvador e uma das mais famosas no quesito São João, estima que cerca de R$ 20 milhões deixem de circular na cidade por causa do cancelamento dos festejos juninos no município.

“O São Joao de Amargosa é a data mais importante para economia local. Tanto para o comércio quanto para o setor de serviços e a gente estima que há uma perda de R$ 20 milhões de recursos, dinheiro que deixa de circular na cidade pela não realização da festa”, explica o prefeito Júlio Pinheiro.

São João é tempo de dançar coladinho e ficar bem próximo um do outro por causa do frio predominante nas cidades do interior baiano. Um cenário, que nem de longe, pode ser vivenciado por causa da Covid-19. Este é o segundo ano que a festa não será realizada devido à pandemia.

Área da praça do Bosque, em Amargosa, onde ocorre o São João — Foto: Divulgação/Prefeitura de Amargosa

Área da praça do Bosque, em Amargosa, onde ocorre o São João — Foto: Divulgação/Prefeitura de Amargosa

Além do comércio da cidade, os impactos com cancelamento dos festejos juninos atingem artistas locais, que ficam sem fazer shows, e pessoas que alugam casas.

“Aqui, na alternativa local, as pessoas começaram a sair das suas casas e alugar para ter uma renda extra para o ano inteiro”

“Então esse é um dos prejuízos, comércio temporários montados no São João, os próprios empregos temporários gerados para o comércio local e o incremento nas vendas. É uma data mais importante para gente do que o Natal”, conta o prefeito.

A moradora Dinalva Pereira conta que este ano ficará sem a renda extra de aluguel de imóveis. Ela fica à frente do aluguel de casas de amigos e outros moradores de Amargosa. Atualmente trabalha em uma academia e contava com as comissões que ganhava do aluguel das casas para começar a construir a casa própria.

“São João dá uma boa renda para todos os setores de Amargosa. O aluguel de casas é bem forte. Então era um extra para mim e para quem aluga casa. Com certeza a pandemia causa todo esse impacto”, revela.

São João pelas ruas de Amargosa, antes da pandemia da Covid-19 — Foto: Divulgação/Prefeitura de Amargosa

São João pelas ruas de Amargosa, antes da pandemia da Covid-19 — Foto: Divulgação/Prefeitura de Amargosa

Assim como Amargosa, outras famosas cidades que têm os festejos juninos como ‘carro-chefe’ da economia também resolveram cancelar a festa. Em Camaçari, uma das primeiras cidades a anunciar o cancelamento do São João, a prefeitura, estima que as perdas em arrecadação chegam aos R$ 60 milhões.

Já em Ibicuí, no sul do estado, a prefeitura calcula que cerca de R$ 1 milhão deixará de ser arrecadado em 2021, sem a realização da festa. Outras estimam perdas ainda maiores. Em Senhor do Bonfim, no norte da Bahia, o prejuízo será de R$ 10 milhões.

Em Santo Antônio de Jesus, vizinha a Amargosa e a 190 km de Salvador, Melentino Tedesco, presidente do Sindicato de Bares, restaurantes e hotéis, acredita que as empresas do setor vão ter uma redução de faturamento de cerca de 70%. Ele também é dono de uma empresa de alimentos e possui lanchonete e restaurante.

“São João é o período do ano que dobrava o faturamento. Já está uma dificuldade nesses 14 meses muito grande, sem o São João piora. Estamos entrando na fase do desespero. Eu estou há 30 anos aqui na cidade e isso nunca aconteceu. Acredito que é algo inédito nas cidades baianas”, revela.

Imagem do alto da cidade de Santo Antônio de Jesus, na Bahia — Foto: Divulgação/Prefeitura de Santo Antônio de Jesus

Imagem do alto da cidade de Santo Antônio de Jesus, na Bahia — Foto: Divulgação/Prefeitura de Santo Antônio de Jesus

Quem atua no ramo de hotéis da cidade também fala das quedas na procura. Vilma Andrade, gerente de um hotel fazenda, a cerca de 4 km de Santo Antônio de Jesus, conta que no último São João o local teve 100% de ocupação, mesmo não estando próximo ao local de festas da cidade.

“Em 2019 tivemos 100% de ocupação. Eu tive 11 hóspedes, todos brasileiros, mas que estavam morando fora do Brasil. No São João deste ano nós vamos abrir porque aqui é um Hotel Fazenda, área aberta, ambiente mais amplo, mas só vamos oferecer 50% da ocupação como manda a regra, além do distanciamento e higienização. Mas não há procura, porque tudo pode mudar e ninguém quer se antecipar”, conta.

Outras cidades

Show de Elba Ramalho durante o São João em Cruz da Almas, na Bahia, antes da pandemia da Covid-19 — Foto: Paulo Galvão Filho/Divulgação

Show de Elba Ramalho durante o São João em Cruz da Almas, na Bahia, antes da pandemia da Covid-19 — Foto: Paulo Galvão Filho/Divulgação

Em Irecê, no norte da Bahia, Ivonete Dourado é gerente de um espaço que agrega pousada, restaurante e loja de conveniência. Ela disse que a pousada segue aberta no São João, mas acredita que não terá demanda.

No local, assim como no hotel fazenda de anto Antônio de Jesus, as pessoas precisam manter a higienização e o distanciamento.

“São João não vamos ter gente na pousada, provavelmente. A festa foi cancelada, o transporte intermunicipal vai ser suspenso. No restaurante, a gente segue trabalhando para manter. São João a gente contratava diarista e este ano não teremos essa contratação”, revela Ivonete.

O empresário Bruno Nunes, que atua no ramo de restaurante em Cruz das Almas, cidade a cerca de 150 km de Salvador, opina que o cenário econômico devido à pandemia é nacional. Ele era dono de uma pousada que foi fechada a cerca de 30 dias e no restaurante que possui, precisou investir no delivery para não fechar as portas.

Para ele, mais um ano sem São João é preocupante para comerciantes e moradores das cidades do interior da Bahia, inclusive para Cruz das Almas.

“Nosso São João aqui era a nossa Boda de Ouro. A gente tinha um fluxo muito grande. O mês de junho alimentava toda economia A a Z. Não só o ramo de restaurante, mas de hotel, comércio, tudo. Era como se fosse o carnaval em Salvador”, compara.

Cruz das Almas, na Bahia — Foto: Divulgação/Prefeitura de Cruz das Almas

Cruz das Almas, na Bahia — Foto: Divulgação/Prefeitura de Cruz das Almas

O vendedor de bebidas Albérico Moraes, de 63 anos também relembra os festejos juninos, principalmente o último São João realizado na Bahia, em 2019. Ele monta barraca no local da festa para vender seus produtos.

“Em 2019, a gente achou que por ser primeiro dia, não ia dar ninguém, mas foi um São João que surpreendeu. As pessoas que iam para outras cidades, pareciam que tinha começado a entrar aqui [Cruz das Almas] e curtir do São João. Eu tinha ido trabalhar apenas com minha filha, porque a gente realmente achava que não ia ter muita gente, mas nesse dia a gente não conseguia nem se olhar dentro da mesma barraca de tanto trabalho”, relembra Albérico, conhecido na cidade como Bel.

Este ano, Bel conta que vai viver da saudade e da esperança de que em 2022 a festa tão esperada pelos baianos, aconteça de forma segura e possa reunir uma multidão.

“Que ano que vem tudo isso acabe para meus colegas e eu voltarmos a trabalhar. A gente também quer ver a alegria das pessoas e a economia girar”, completou.

São João em Cruz das Almas antes da pandemia da Covid-19 — Foto: Paulo Galvão Filho/Divulgação

Fonte: G1 Bahia

Luiz Caldas lança em junho álbum de forró com participação de Carlinhos Brown

O cantor e compositor Luiz Caldas lança na terça-feira (1º), o álbum de forró Remelexo Bom. Com dez canções autorais, o álbum conta com diversas participações, entre elas a do amigo Carlinhos Brown.

Participaram também do trabalho, os sanfoneiros Marquinhos Café, Jussiê do Acordeon, Daniel Novaes e Theus Oliveira.

Desde 2013, todo mês de junho Luiz lança um álbum de forró, contemplando o ritmo em versão mais tradicional e genuína, dentro do seu projeto de lançamentos mensais.

Todos os discos de forró estão disponíveis no site do artista. Além dos discos do projeto mensal, Luiz soma outros de carreira dedicados ao ritmo como São João em Casa (2020), O Fogo do Forró (2019), Zoinho (2018), Um Tantinho Assim (2017), Xote e Baião (2016), Forró Daquele (2015), Calundu (2014), Forró de Luiz (2013).

Luiz explicou que usou fórmulas originais e antigas do forró para fazer esse álbum que é instrumental, acústico e não traz aspectos eletrônicos. Ele disse, ainda, que trouxe um pouco de duplo sentido nas letras, sem conotação sexual, para fazer um duplo sentido com coisas que considera engraçadas.

Além dos parceiros Reinaldo Barbosa e Paulinho Caldas, o compositor Cesar Rasec assina junto com Luiz em Carta de Zé e Forró Zé Bode.

A coprodução do disco é de Nagib Barroso. O mestre Luiz Caldas, por sua vez, assina direção, produção, arranjos, gravação, violões, cavaquinho e voz. A percussão é de Claudinho Guimarães.

Veja mais notícias do estado no G1 Bahia.