Category Archives: Destaques

Trem de carga bate em caminhonete

Um trem de carga e uma caminhonete bateram na noite de domingo (2), no distrito de Salgadalia, no município de Conceição do Coité, a cerca de 235 quilômetros de Salvador. Segundo a Polícia Civil, ninguém ficou ferido.

De acordo com a polícia, o caso ocorreu por volta das 21h30, quando o motorista do carro, que estava sozinho no veículo, tentava cruzar a linha férrea. Por causa do impacto, a caminhonete ficou destruída.

Equipes da Polícia Militar foram ao local e levaram o motorista até a delegacia da cidade. Após ser ouvido, o homem, que não teve a identidade divulgada, foi liberado.

Fonte:G1 Bahia.

Helicóptero com deputados faz pouso de emergência em campo de futebol no sul da Bahia

Um helicóptero que levava os deputados estaduais Diego Coronel (PSD) e Vitor Bonfim (PL) precisou fazer um pouso forçado em um campo de futebol, na cidade de Itacaré, no sul da Bahia, por causa do mau tempo. Ninguém ficou ferido.

Segundo o administrador de Taboquinhas, distrito onde aconteceu o caso, José Washington, o caso aconteceu por volta das 13h de sábado (1°). O piloto do helicóptero, major Fabrício, decidiu fazer o pouso, por causa da chuva com neblina.

De acordo com José Washington, o piloto e os deputados estaduais, que estavam em Vitória da Conquista, no sudoeste do estado, esperaram cerca de 1h30 até o tempo melhorar, e seguiram para Salvador.

Fonte:G1 Bahia.

Senai Bahia inscreve para mais de 500 bolsas para cursos técnicos no estado

O Senai Bahia está inscrevendo para cursos técnicos no processo seletivo 2021.2. São mais de 4,6 mil vagas para cursos presenciais e semipresenciais em 11 cidades da Bahia. Das vagas, 502 são para candidatos do Programa de Bolsa de Estudo.

Serão 377 bolsas para cursos presenciais e 125 para os semipresenciais. As bolsas são para alunos que tenham obtido pontuação média igual ou superior a 500 pontos no Enem em qualquer edição de 2016 a 2020 e que se declarem de baixa renda. Eles podem se inscrever no site até 20 de junho.

Thank you for watching

Os candidatos que não almejam bolsa podem se matricular até 4 de julho. As matrículas acontecem on-line. Quem fizer a inscrição até esse dia vai receber 60% de desconto na primeira mensalidade, além de 30% de abatimento em todas as menslidades pagas até o dia 5 de cada mês, até o fim do curso.

O candidato ao curso técnico pago também tem a possibilidade de solicitar o crédito estudantil, com ou sem fiador. Com essa oportunidade, o aluno pode optar por pagar 50% da mensalidade durante o curso e o restante depois de formado.

Há vagas nos municípios de Alagoinhas, Barreiras, Camaçari, Feira de Santana, Ilhéus, Juazeiro, Lauro de Freitas, Luís Eduardo Magalhães, Salvador (unidades: Cimatec e Dendezeiros), Serrinha, e Vitória da Conquista.

Aulas remotas
Por conta da pandemia, as aulas dos cursos presenciais e as atividades práticas dos semipresenciais estão acontecendo de maneira remota. As aulas são ao vivo pela internet, utilizando a plataforma Meu Senai. (Fonte: Correios 24h)

Tremor de terra é registrado no município de Amargosa

O Laboratório Sismológico (LabSis), da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), divulgou nesta segunda-feira (3) um tremor de terra de magnitude preliminar 1,4 mR ocorrido no último sábado (1º) na cidade de Amargosa, no recôncavo baiano.

Amargosa é o quinto município somente neste ano a sofrer um abalo sísmico. No total, ocorreram seis tremores de terra na Bahia em 2021. Anteriormente, outros foram registrados em Dias D’ávila, Jacobina, Itagibá e Jaguarari. A maior magnitude foi de 2,6 mR. (Fonte: Metro1)

Ministério prorroga prazo da Força Nacional em área indígena

O Ministério da Justiça e Segurança Pública voltou a ampliar o prazo para que agentes da Força Nacional de Segurança Pública reforcem as ações de preservação da ordem na Terra Indígena Enawenê-Nawê, situada no Município de Juína (MT).

Pela terceira vez a pasta estende a data limite para a tropa federativa atuar em apoio aos servidores da Fundação Nacional do Índio (Funai) para a instalação do plano de barreiras sanitárias elaborado pela União em 2020. O objetivo é impedir a entrada de não-indígenas nas comunidades indígenas, sobretudo em territórios de povos isolados e de recente contato.

Apresentado ao Supremo Tribunal Federal (STF) em julho do ano passado, o Plano de Barreiras Sanitárias para os Povos Indígenas Isolado e de Recente Contato integra uma proposta mais ampla, o chamado Plano de Enfrentamento e Monitoramento da Covid-19 para Povos Indígenas Brasileiros, elaborado com apoio técnico de consultores da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e contribuições de lideranças indígenas e Ministério Público Federal, entre outros órgãos públicos e entidades da sociedade civil.

Junto com as Bases de Proteção Etnoambiental e os Pontos de Apoio Intermitente, as barreiras sanitárias visam à proteção territorial das áreas da União de usufruto indígena. Basicamente, as barreiras são postos de controle de acesso onde agentes da Funai e profissionais de segurança pública atuam em parceria com os próprios indígenas.

O emprego de efetivos da Força Nacional na Terra Indígena Enawenê-Nawê foi autorizado em novembro de 2020, por meio da Portaria nº 641, do Ministério da Justiça e Segurança Pública, que inicialmente estabelecia que os agentes permaneceriam na região por 41 dias, ou seja, até 31 de dezembro.

Portaria
A Portaria nº 202 publicada no Diário Oficial da União de hoje (3) é a terceira a estender o prazo inicial. Assinada pelo ministro Anderson Gustavo Torres, o texto estabelece que os agentes devem permanecer apoiando os servidores da Funai “nas atividades e nos serviços imprescindíveis à preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio” na Terra Indígena Enawenê-Nawê até 30 de junho – prazo que pode voltar a ser prorrogado.

Faustão acerta com a Band e deve estrear programa no início de 2022, diz colunista

Quase cinco meses após anunciar a saída de Fausto Silva da Globo, o colunista Flavio Ricco, do portal R7, anunciou nesta sexta-feira (30) o próximo destino do veterano na televisão, a Band.

Segundo a coluna do jornalista, o apresentador assina o contrato com a emissora na próxima semana e terá duração de cinco anos, valendo a partir do dia 1º de janeiro de 2022. As especulações sobre Fausto na Band tiveram início logo após o anúncio da saída dele da Globo.

Desde então, de acordo com Ricco, as conversas com os irmãos Saad, Johnny e Ricardo, que são velhos amigos de Fausto, se intensificaram até que fosse acertado seu retorno à antiga casa, que o recebeu no sucesso ‘Perdidos na Noite’.

Na matéria divulgada nesta sexta, Flavio Ricco traz uma aspa do próprio apresentador confirmando sua ida: “Seis meses antes de assinar com a Globo, avisei a Band, aos dois diretamente, Johnny e Ricardo, da minha saída. Agora a mesma coisa. Cumpro meu contrato até dezembro e vou estrear meu novo programa em janeiro ou fevereiro”.

A partir de agora, serão definidos alguns detalhes sobre o programa de Fausto, entre eles se será semanal, aos domingos, ou um diário no fim da noite de segunda a sexta. “Sobre isso ainda estamos conversando. Vamos ver o que vai ser melhor, nos diversos aspectos”.

Ex-funcionários do Hospital Regional de Castro Alves cobram pagamento de verbas rescisórias em Salvador

Ex-funcionários do Hospital Regional de Castro Alves protestam na manhã desta terça-feira (20), na frente da Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab), no Centro Administrativo da Bahia (CAB), em Salvador. A categoria afirma que eles foram demitidos há cinco meses e ainda não receberam as verbas rescisórias.

Segundo informações do Sindicato dos Trabalhadores em Saúde da Bahia (Sindsaúde), além do pagamento das verbas rescisórias, alguns ex-funcionários também não receberam parcelas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

“Em dezembro, os donos da empresa APMI foram presos por irregularidades. Não só ele, mas um preposto da Sesab e respingou para os trabalhadores. Esses trabalhadores, desde dezembro, não receberam suas verbas rescisórias, não receberam seu FGTS, apesar que ainda têm parcelas em aberto e fica essa dança de rato”, disse Adauto Silva, um dos representantes do Sindsaúde.

De acordo com Aduato Silva, a situação preocupa, porque os ex-funcionários estão impedidos de solicitar o auxílio emergencial e não podem acionar o seguro-desemprego.

“A empresa dizendo que não tem dinheiro para pagar devido ao governo do estado segurar o dinheiro dele e o governo do estado dizendo que não deve nada a empresa. Nesse caso, os trabalhadores não podem dar entrada no auxílio emergencial, não podem buscar o seguro-desemprego, porque a carteira está assinada, não foram dado baixas”, contou.

Equipes da Polícia Militar acompanham o ato.

O G1 entrou em contato com a Secretaria de Saúde da Bahia e aguarda um posicionamento do órgão sobre o caso.

Com às informações G1 & fotos: Leandro Alves / Bahia10.com.br