Caixa Econômica dobra limite e aceita financiar imóveis de até R$ 3 milhões

A Caixa Econômica Federal dobrou o limite de financiamento de imóveis. A partir da próxima segunda-feira (25), o teto ampliará de R$ 1,5 milhão para R$ 3 milhões. A mudança será válida apenas para operações de crédito do Sistema Financeiro Imobiliário (SFI), sem emprestar dinheiro do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). De acordo com a Agência Brasil, a Caixa também amplicou o limite de crédito, com financiamento de parcela maior do valor dos imóveis. A cota para imóveis usados subiu de 60% para 70% do valor total. Para compra de imóvel novo, construção em terreno próprio, aquisição de terrenos e reforma ou ampliação, a cota passou de 70% para 80%. Para o caso de operações com interveniente quitante, em que haverá quitação de financiamento com outra instituição financeira, a cota subirá de 50% para 70%. Apesar do anúncio, permanecem inalteradas as operações do Sistema Financeiro da Habitação (SFH), que financia compra de imóveis de até R$ 750 mil em São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Distrito Federal, e de até R$ 650 mil nas demais localidades do país. O SFI usa recursos de fundos de pensão, fundos de renda fixa, companhias seguradoras e bancos de investimento para financiar unidades de maior valor.
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *