Brown pode desistir de Carnaval de SP por conta de taxas

O cantor Carlinhos Brown está analisando se vai realmente fazer um bloco no Carnaval de São Paulo. Ele sairia no dia 18 de fevereiro, mas como o prefeito João Doria (PSDB) anunciou a intenção de cobrar taxa de R$ 240 mil de blocos de fora, acha difícil conseguir seguir na folia paulistana.

“Nesse momento, não tenho nenhuma condição de participar. Os patrocinadores cobrem o trio, estrutura, mas não essa taxa”, afirmou Brown à colunista Monica Bergamo, da Folha de S. Paulo. Em Salvador a prefeitura também cobra uma taxa, mas recebe todo mundo. Não tem uma coisa de um bloco de fora ser mais caro do que o de dentro. A gente recebe todo mundo. O que soou para nós é até como se não fôssemos bem-vindos”, explicou.

A justificativa do prefeito é que a cidade cobre os custos de manutenção, limpeza e segurança. “Sei que o prefeito está defendendo São Paulo, mas é preciso pensar na cultura brasileira. O Carnaval não tem bairrismo. Chega de muros! Vamos abrir pontes”, acredita o músico.

O bloco de Brown em São Paulo, Black Rock, tinha participações certas com artistas e bandas de rock. Ele acredita que o Ministério da Cultura deveria intervir no caso.

A mesma colunista informou ontem que Daniela Mercury também deve desistir do Carnaval de São Paulo por conta da taxa. Ela colocaria seu trio Pipoca da Rainha para sair na terra da garota, mas a conta ficou muito cara com o valor cobrado pelo governo psdebista.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *