WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

 



(71) 98769-3230

julho 2020
D S T Q Q S S
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

:: ‘Ipirá’

Cidades da Chapada Diamantina completam 10 dias sem mortes

Foto: Reprodução

As cinquenta e cinco cidades da Chapada Diamantina, na Bahia, completaram na quinta-feira (4), dez dias sem homicídios. O último caso foi registrado no dia 25 de maio, no município de Barra.

O comandante do Policiamento na Região Integrada de Segurança Pública (Risp), Chapada, coronel Válter Araújo, destacou o patrulhamento ostensivo, inclusive nas zonas rurais. “Ampliamos a aproximação com a população, diversificamos os pontos de atuações das guarnições, entre outras medidas estratégicas”, explicou o oficial.

Flávio Góis, diretor do Departamento de Polícia do Interior (Depin), ressaltou a integração entre as forças de segurança e as operações recentes em Itatim e Seabra. “Redobramos os esforços contra o tráfico de drogas. Infelizmente o consumo existe e isso desencadeia uma disputa por pontos de venda. Continuaremos combatendo com inteligência policial”, afirmou o delegado.

Fazem parte da Chapada Diamantina as cidades de América Dourada, Uibaí, Bonito, Ibititá, São Gabriel, Irecê, Xique-Xique, Barra, Canarana, Gentio do Ouro, Mulungu do Morro, Buritirama, Barro Alto, Ibipeba, Cafarnaum, Central, Jussara, João Dourado, Lapão, Presidente Dutra, Itaguaçu da Bahia, Morro do Chapéu, Barra do Mendes, Boa Vista do Tupim, Wágner, Ibiquera, Itatim, Marcionílio Souza, Mundo Novo, Itaberaba, Itaetê, Lajedinho, Macajuba, Ruy Barbosa, Milagres, Baixa Grande, Iaçu, Utinga, Pintadas, Ipirá, Abaíra, Boninal, Ibitiara, Novo Horizonte, Iraquara, Ipupiara, Mucugê, Piatã, Souto Soares, Andaraí, Palmeiras, Nova Redenção, Lençóis, Seabra e Brotas de Macaúbas.

Fonte: Ascom / Alberto Maraux

Ipirá: Prefeitura fecha entradas e limita acesso apenas para moradores e trabalhadores da cidade

Foto: Divulgação/PMI

A prefeitura municipal de Ipirá, na Bacia do Jacuípe, limitou por meio de decreto a entrada de pessoas e veículos no município, desde a última sexta-feira (15). Segundo decreto, o fluxo de pessoas com acesso autorizado será somente para “cidadãos que comprovem, efetivamente, serem residentes ou trabalhadores da cidade”.

Segundo o decreto, para acessar o município os cidadãos e/ou veículos deverão atender aos seguintes critérios: “a) Moradores de Ipirá com a devida identificação através de comprovante de residência ou identificação da naturalidade no documento do RG; b) Transportadoras com remessa de mercadorias para estabelecimentos empresariais, comerciais e de serviços e gêneros essenciais no município; c) Pessoas que comprovarem que trabalham ou prestam serviços em Ipirá; d) Condutor de veículo com placa e/ou registrado no município; e) Veículos oficiais”.

Segundo o Jornal da Chapada, O decreto também determina que o acesso ao município se dará única e exclusivamente “através da Avenida Anísio Dultra, todas as outras entradas através da BA-052 serão bloqueadas” e as barreiras sanitárias permanecem instaladas para triar as pessoas que entram informando e encaminhando casos suspeitos para as medidas cabíveis.

O documento finaliza determinando que o descumprimento das determinações acarretará em autuação e encaminhamento à Delegacia de Polícia (DP), ou outro local que venha a ser designado para as providências legais.

 

Cruz das Almas, Maragogipe e Sátiro Dias têm transporte suspenso

Foto: Divulgação / Agreba

As cidades de Cruz das Almas, Maragogipe e Sátiro Dias passam a integrar a lista dos municípios baianos com o transporte suspenso a partir do domingo (26).

A decisão foi publicada neste sábado (25), em decreto no Diário Oficial do Estado (DOE), com uma atualização, tirando Brumado e Cansanção da lista por não apresentarem novos casos do vírus em 14 dias.

No total são 81 cidades no estado com a restrição no transporte intermunicipal. A medida impede a circulação, seja de saída ou entrada, de qualquer transporte coletivo intermunicipal público ou privado.

O decreto é válido até o dia 3 de maio, com possibilidade de prorrogação da medida.

Os outros municípios com transporte suspenso são: Abaíra, Acajutiba, Água Fria, Aiquara, Alagoinhas, Almadina, Amélia Rodrigues, Barro Preto, Buerarema, Camacã, Camaçari, Campo Alegre de Lourdes, Canavieiras, Candeias, Capim Grosso, Castro Alves, Catu, Coaraci, Conceição do Jacuípe, Coração de Maria, Cravolândia, Curaçá, Dias D’Ávila, Eunápolis, Feira de Santana, Floresta Azul, Gongogi, Ibicaraí, Ibirataia, Ilhéus, Ipiaú, Ipirá, Irecê, Itabela, Itaberaba, Itabuna, Itacaré, Itagibá, Itajuípe, Itamari, Itaparica, Itapé, Itapebi, Itapetinga, Jaguaquara, Jequié, Juazeiro, Lauro de Freitas, Licínio de Almeida, Luís Eduardo Magalhães, Mirante, Morpará, Mucugê, Paramirim, Paulo Afonso, Porto Seguro, Ribeira do Pombal, Rio do Pires, Rio Real, Salvador, Santa Cruz Cabrália, Santa Luzia, Santa Teresinha, São Francisco do Conde, São José da Vitória, Serra do Ramalho, Serra Preta, Serrinha, Simões Filho, Taperoá, Teixeira de Freitas, Ubatã, Una, Uruçuca, Valença, Valente, Vera Cruz e Vitória da Conquista.

Castro Alves está com transporte intermunicipal suspenso; mais 12 cidades

Foto: Thiago dos Santos

Os municípios de Castro Alves, Barro Preto, Coração de Maria, Dias D’Ávila, Ipirá, Itabela, Itaberaba, Itamari, Mirante, Morpará, Mucugê e Ribeira do Pombal terão o transporte intermunicipal suspenso a partir de quarta-feira (22). A medida, que visa conter o avanço da pandemia do novo coronavírus na Bahia, foi publicada em decreto no Diário Oficial do Estado (DOE) desta terça-feira (21).

Com a decisão, a Bahia passa a ter de 81 municípios com a restrição no transporte intermunicipal, válida até o dia 3 de maio. A determinação considera a circulação, saída e chegada de qualquer transporte coletivo intermunicipal, público e privado, rodoviário e hidroviário, nas modalidades regular, fretamento, complementar, alternativo e de vans.
O decreto ainda autoriza a retomada do transporte em Adustina, Barra do Rocha, Cachoeira, Gandu, Itarantim, Itororó, Palmeiras, Piripá, Prado, São Félix e Utinga, municípios com 14 dias ou mais sem novos casos de Covid-19 confirmados.

Os outros municípios com transporte suspenso são: Abaíra, Aiquara, Alagoinhas, Amélia Rodrigues, Araci, Aurelino Leal, Barra, Barra do Choça, Belmonte, Brumado, Buerarema, Camacã, Camaçari, Campo Formoso, Canavieiras, Cansanção, Capim Grosso, Catu, Coaraci, Conceição do Coité, Conceição do Jacuípe, Curaçá, Euclides da Cunha, Eunápolis, Feira de Santana, Floresta Azul, Gongogi, Ibirataia, Ibotirama, Ilhéus, Ipiaú, Irecê, Itabuna, Itacaré, Itagi, Itagibá, Itajuípe, Itaparica, Itapé, Itapebi, Itapetinga, Itatim, Ituberá, Jaguaquara, Jequié, Juazeiro, Lauro de Freitas, Luís Eduardo Magalhães, Paramirim, Porto Seguro, Rio do Pires, Salvador, Santa Cruz Cabrália, Santa Luzia, Santa Maria da Vitória, Santa Teresinha, São Francisco do Conde, Serra do Ramalho, Serrinha, Simões Filho, Taperoá, Teixeira de Freitas, Ubatã, Una, Uruçuca, Valença, Valente, Vera Cruz e Vitória da Conquista.

Ipirá: Jovem de 20 anos testa positivo para Covid-19

Foto: Divulgação

Após a confirmação de que o vice-prefeito testou positivo para o novo coronavírus (ver aqui), Ipirá, na Bacia do Jacuípe, registrou um caso neste sábado (18). Segundo comunicado da prefeitura, a paciente é uma jovem, de 20 anos, natural da cidade e moradora de Salvador. Conforme relato do comitê local de enfrentamento à Covid-19, os primeiros sintomas da doença foram identificados na última quarta-feira (15).

Ipirá: Vice-prefeito é primeiro caso de novo coronavírus na cidade

Foto: Divulgação

O vice-prefeito de Ipirá, na Bacia do Jacuípe a 210 km de Salvador, José Ricardo, de 58 anos, testou positivo para o novo coronavírus. O médico chegou a ser internado no Hospital Aliança, em Salvador, com suspeita de pneumonia. A confirmação do caso foi informada nesta última sexta-feira (17), pelo prefeito Marcelo Brandão. Esse é o primeiro caso da Covid-19 que envolve morador do município.

O estado de saúde do médico e vice-prefeito é estável, sendo que ele não precisou ser entubado nem encaminhado para uma UTI (Unidade de Terapia Intensiva). Ainda segundo o prefeito, José Ricardo, que é médico ortopedista, atendeu pacientes em Ipirá na última segunda-feira, 13, e que essas pessoas já estão em monitoramento pela Secretaria Municipal de Saúde. Além de Ipirá, o vice-prefeito atende também em clínicas e hospitais de Salvador, onde também tem residência.



WebtivaHOSTING // webtiva.com.br . Webdesign da Bahia