WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

 




(71) 98769-3230

junho 2020
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  

Dois caminhoneiros ficam feridos após batida entre carretas na BR-242

Dois caminhoneiros ficaram feridos em um acidente envolvendo duas carretas na BR-242, no trecho da cidade de Barreiras, oeste da Bahia, nesta terça-feira (26). O acidente provocou um engarrafamento de 3 quilômetros.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a batida aconteceu em uma curva, enquanto chovia. Uma das carretas deslizou na pista e bateu no segundo veículo, que seguia no sentido contrário.

Um dos caminhoneiros ficou preso pelo cinto de segurança e os bombeiros estiveram no local para fazer o resgate. Ele foi levado para o Hospital do Oeste, que também fica em Barreiras. Não há detalhes sobre estado de saúde.

Fotos: Blogbraga/Repórter Paiva

De acordo com o G1, O segundo motorista teve ferimentos leves e não precisou ser hospitalizado. Até a publicação desta reportagem, a pista estava sendo liberada e o trânsito começando a fluir.

Zezé Di Camargo e Luciano testam positivo para a Covid-19

Foto: Reprodução

Adupla sertaneja Zezé Di Camargo e Luciano também testou positivo para a Covid-19. A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa à jornalista Fábia Oliveira, do jornal O Dia, depois que o parceiro Movimento Country divulgou com exclusividade que os músicos que acompanham os irmãos haviam testado positivo após realizar um ensaio em São Paulo.

Segundo informações, a dupla apresentou os sintomas na semana passada e, sem especificar nomes, a assessoria de imprensa afirmou que um dos sertanejos foi internado em São Paulo, mas possui um quadro estável. O outro, no entanto, segue realizando seu tratamento em casa. (Metropoles)

Falta de segurança: Band, Folha e Globo suspendem cobertura no Palácio da Alvorada

Marcello Casal Jr / Agência Brasil

As empresas de comunicação, Band, Folha e Globo decidiram nesta segunda-feira, 25, suspender a cobertura no Palácio da Alvorada, em Brasília. A iniciativa foi tomada após os apoiadores do presidente Jair Bolsonaro reproduzirem atitudes hostis aos jornalistas que trabalhavam no local.

De acordo com o colunista Mauricio Stycer, a agressividade nesta segunda foi maior do que os xingamentos que os profissionais de comunicação costumam ouvir diariamente. Além dos seguidores, o presidente também já chegou a ter atitudes grosseiras e ofender jornalistas no Palácio da Alvorada. Nesta segunda, Bolsonaro criticou a imprensa um pouco antes de seus apoiadores iniciarem com as hostilidades. “No dia que vocês tiverem compromisso com a verdade, eu falo com vocês de novo”, disse o presidente.

Os posicionamentos das empresas

A Folha questionou o Gabinete de Segurança Institucional (GSI) e a Secretaria de Comunicação Social (Secom) sobre o ocorrido, porém sem resposta.

Já o Grupo Globo optou por comunicar o GSI por carta assinada por Paulo Tonet Camargo, vice-presidente de Relações Institucionais. No texto, Paulo Tonet Camargo, cita o crescimento dos insultos por parte dos militantes: “Com a responsabilidade que temos com nossos colaboradores, e não havendo segurança para o trabalho, tivemos que tomar essa decisão”.

E segundo o colunista Mauricio Stycer, a Band foi consultada e respondeu que está retirando os profissionais da cobertura a partir desta terça-feira, 27. O colunista informou que entrou em contato com o SBT, que não definiu um posicionamento, a Record, que seguirá com a cobertura e não houve respostas por parte da CNN Brasil.

A Associação Brasileira de Imprensa (ABI) elogiou a postura das empresas de comunicação que optaram por suspender a cobertura no Palácio da Alvorada. Já o Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Distrito Federal e a Federação Nacional dos Jornalistas cobraram ações de proteção a estes profissionais por parte do GSI e Secom.

(Fonte: Atarde Online)

Quatro homens são presos e fábrica clandestina de fogos é fechada

Fotos: Divulgação/SSP-BA

Quatro homens suspeitos de produzir ilegalmente fogos de artifício foram presos e a fábrica clandestina onde eles atuavam foi fechada, na segunda-feira (25), na cidade de Cruz das Almas, a cerca de 154 km de Salvador.

Na fábrica clandestina, foram apreendidos 118 espadas prontas para serem utilizadas, 401 bambus vazios, dez socadores de ferro, sete macetes e a mesma quantidade de sacos de pólvora, além de serras, pilões, um saco de enxofre, máquina para sisal e uma balança.

Segundo a Secretaria de segurança Pública (SSP-BA), os suspeitos foram flagrados pela Polícia Militar produzindo espadas artesanais e não resistiram à prisão. Os quatro homens e os materiais foram encaminhados à Delegacia Territorial (DT) de Santo Antônio de Jesus, cidade vizinha a Cruz das Almas.

Via o G1, Ainda de acordo com a SSP-BA, um dos rapazes que participava da ação possuía registro policial por homicídio culposo.

Xanddy terá cachês penhorados para pagamento de dívida milionária

Foto: Instagram/ Arquivo Pessoal

O cantor Xanddy falou pela primeira vez sobre a polêmica envolvendo o seu nome o da esposa, Carla Perez. Os artistas foram condenados pela Justiça da Bahia a pagar uma dívida que já passa dos R$ 5 milhões por uma tentativa frustrada em adquirir uma casa em um condomínio no Litoral Norte.

Em entrevista ao jornal Correio*, o vocalista do Harmonia do Samba afirmou que move uma ação contra a empresa South América Serviços e Assessoria Logística por estelionato.

“Até hoje a South America continua insistindo em tentar receber dinheiro por uma coisa que na verdade nunca foi deles (a casa). A ação criminal de estelionato que movemos contra eles é justamente por essa insistência em querer receber o que não tem direito”, disse.

Na última decisão divulgada pela juíza Luiza Elizabeth de Sena Sales Santos, a Justiça decidiu penhorar os cachês dos shows de Xanddy para quitar o valor, que com as correções chega já em R$ 5,5 milhões.

Segundo a empresa, Xanddy e Carla se comprometeram a negociar o imóvel em 2003, mas não chegou a pagar nenhuma das cinco parcelas do contrato avaliado em R$ 700 mil.

A assessoria pessoal de Xanddy divulgou uma nota assinada pelo advogado do casal, Leandro Neves de Souza, com a posição da decisão da Justiça.

“A South América jamais apresentou a escritura do imóvel que lhe outorgava direito à propriedade, nem mesmo a certidão da matrícula, em que constasse como proprietária, mas apenas um contrato particular firmado com o verdadeiro proprietário em que este supostamente passava à empresa os direitos sobre o imóvel. Sendo assim, ela jamais foi proprietária do imóvel, e, pior, estava sofrendo questionamento judicial formulado pelo antigo proprietário em relação ao suposto contrato que firmou com a South América, em que essa adquirira os direitos sobre a propriedade. Tendo conhecimento disso, Xanddy e Carla suspenderam o negócio e se recusaram a efetuar qualquer pagamento até que as irregularidades fossem sanadas pela empresa, fato que jamais ocorreu.

Sem direito algum, a South América ingressou com ação de execução, visando o recebimento do valor acordado, mesmo jamais tendo sido proprietária do imóvel e, portanto, podido vendê-lo. Diante de todo o ocorrido, com o intuito de se proteger e minorar os enormes prejuízos que já haviam sofrido, Xanddy e Carla ingressaram com ação judicial para anular o contrato firmado com a South América, tendo em vista que claramente foram induzidos a erro para comprar um imóvel de quem jamais foi o real proprietário, estando o referido processo ainda pendente de julgamento no tribunal.

Reitero a idoneidade do casal ao qual justifico que nunca se envolveu em questões que desabonassem a sua conduta, sobretudo, dessa natureza. Infelizmente, por vezes, falta responsabilidade e clareza de algumas empresas na realização de negócios, e, pior, colocando em risco a imagem de pessoas honestas e de reconhecido caráter. Seguimos na busca dos direitos de Xanddy e Carla, certos de que há provas cabais da irregularidade da tentativa de venda praticada pela South América”.



WebtivaHOSTING // webtiva.com.br . Webdesign da Bahia