WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

 



(71) 98769-3230

julho 2020
D S T Q Q S S
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

:: ‘Destaque2’

Procurado pela Polícia de Ubatã é morto a tiros em Conceição do Almeida

Um homem identificado como Ednaldo Santos Damásio, de 30 anos, vulgo Osso, foi morto a tiros na noite desta sexta-feira (19) na localidade rural de Boa Vista, em Conceição de Almeida, no Recôncavo baiano. Segundo informações da Polícia Militar, populares informaram que ouviram vários disparos de arma de fogo e em seguida um veículo de dados ignorados teria se evadido em alta velocidade. A guarnição de deslocou ao local e encontrou o corpo da vítima caído ao solo com diversas marcas de disparos de arma de fogo. Ao lado do corpo, ainda segundo a PM, estava uma pistola 380, modelo Glock, com numeração raspada e dois carregadores, totalizando 35 munições. O corpo foi removido para o Instituto Médico Legal (IML) de Santo Antônio de Jesus.

Via o site Ubatã Notícias, De acordo com a Polícia, Osso atuava no ramo de tráfico de drogas, assalto a banco, extorsão, executou e ordenou dezenas de homicídios e era líder de uma quadrilha com forte atuação em Ubatã, Ibirapitanga, Travessão, Itamarati e Gandu. Natural de Camamu, ele foi preso em 2013 em Ubatã. À época, pesava contra ele mandados de prisão por homicídios e assaltos. Já em 2015 o criminoso foi preso em Salvador com grande quantidade de maconha, crack, farta munição e diversos celulares. Apenas a droga apreendida foi avaliada em R$ 150mil. Ainda de acordo com a Polícia, Osso seria o responsável por um ação ousada em 2014 em Ubatã para roubar jóias de um comerciante. O suspeito teria deixado a prisão em abril deste ano. A Polícia Civil investigará o caso.

Transporte intermunicipal é suspenso em Baixa Grande e Tabocas do Brejo Velho

O transporte intermunicipal será suspenso em Baixa Grande e Tabocas do Brejo Velho a partir deste domingo (21). A decisão, que foi publicada em decreto no Diário Oficial do Estado (DOE), tem o objetivo de conter o avanço do coronavírus na população baiana.
Ficam proibidas nesses municípios a circulação, a saída e a chegada de qualquer transporte coletivo intermunicipal, público e privado, rodoviário e hidroviário, nas modalidades regular, fretamento, complementar, alternativo e de vans. Também continuam suspensas, até o dia 6 de julho, a circulação, a saída e a chegada de ônibus interestaduais no território baiano.
O decreto ainda autoriza a retomada do transporte intermunicipal em Antas, Barra do Rocha, Caém, Canavieiras, Cristópolis, Itagi, Itiúba, Macarani, Maetinga, Nova Redenção, Piritiba, Quixabeira, Rio do Antônio e Santa Teresinha, cidades com 14 dias ou mais sem novos casos de Covid-19.
Lista de municípios
No total, Bahia possui 303 municípios com transporte suspenso. São eles: Acajutiba, Adustina, Água Fria, Aiquara, Alagoinhas, Alcobaça, Almadina, Amargosa, Amélia Rodrigues, Anagé, Andorinha, Angical, Anguera, Antônio Cardoso, Antônio Gonçalves, Aporá, Aracatu, Araci, Aramari, Aurelino Leal, Baianópolis, Baixa Grande, Banzaê, Barra, Barra da Estiva, Barra do Choça, Barra do Mendes, Barreiras, Barro Preto, Barrocas, Belmonte, Belo Campo, Biritinga, Boa Nova, Bom Jesus da Lapa, Boninal, Boquira, Brejões, Brumado, Buerarema, Buritirama, Caatiba, Cabaceiras do Paraguaçu, Cachoeira, Caetité, Cairu, Caldeirão Grande, Camacã, Camaçari, Camamu, Campo Alegre de Lourdes, Campo Formoso, Canarana, Candeal, Candeias, Candiba, Cândido Soares, Cansanção, Canudos, Capim Grosso, Caravelas, Cardeal da Silva, Carinhanha, Casa Nova, Castro Alves, Catolândia, Catu, Chorrochó, Cícero Dantas, Cipó, Coaraci, Conceição da Feira, Conceição do Almeida, Conceição do Coité, Conceição do Jacuípe, Conde, Condeúba, Coração de Maria, Cordeiros, Correntina, Cravolândia, Crisópolis, Cruz das Almas, Curaçá, Dário Meira, Dias D’Ávila, Dom Macedo Costa, Encruzilhada, Entre Rios, Esplanada, Euclides da Cunha, Eunápolis, Feira de Santana, Filadélfia, Floresta Azul, Formosa do Rio Preto, Gandu, Gentio do Ouro, Glória e Gongogi.
A restrição também inclui Governador Mangabeira, Guajeru, Guanambi, Guaratinga, Iaçu, Ibicaraí, Ibicuí, Ibipitanga, Ibirapitanga, Ibirapuã, Ibirataia, Ibitiara, Ibotirama, Igrapiúna, Iguaí, Ilhéus, Inhambupe, Ipiaú, Ipirá, Iramaia, Irará, Irecê, Itabela, Itaberaba, Itabuna, Itacaré, Itaetê, Itagibá, Itajuípe, Itamaraju, Itambé, Itanagra, Itanhém, Itaparica, Itapé, Itapebi, Itapetinga, Itapicuru, Itapitanga, Itarantim, Itatim, Itiruçu, Itororó, Ituberá, Jacaraci, Jacobina, Jaguaquara, Jaguarari, Jaguaripe, Jandaíra, Jequié, Jeremoabo, Jitaúna, João Dourado, Juazeiro, Jussari, Jussiape, Lafaiete Coutinho, Laje, Lajedão, Lamarão, Lapão, Lauro de Freitas, Licínio de Almeida, Livramento de Nossa Senhora, Luís Eduardo Magalhães, Macajuba,  Macaúbas, Madre de Deus, Mairi, Malhada, Manoel Vitorino, Mansidão, Maracás, Maragogipe, Maraú, Marcionílio Souza, Mascote, Mata de São João, Medeiros Neto, Miguel Calmon, Milagres, Mirangaba, Mirante, Monte Santo, Morro do Chapéu, Mortugaba, Mucuri, Mulungu do Morro, Mundo Novo, Muniz Ferreira, Muquém de São Francisco, Muritiba, Mutuípe, Nazaré, Nilo Peçanha, Nordestina, Nova Canaã, Nova Fátima e Nova Ibiá.

Estão com restrição no transporte ainda Nova Viçosa, Novo Triunfo, Olindina, Oliveira dos Brejinhos, Ouriçangas, Palmas de Monte Alto, Palmeiras, Paripiranga, Pau Brasil, Paulo Afonso, Pé de Serra, Pedro Alexandre, Piatã, Pilão Arcado, Pindaí, Pindobaçu, Pintadas, Piraí do Norte, Piripá, Planalto, Poções, Pojuca, Ponto Novo, Porto Seguro, Potiraguá, Prado, Presidente Dutra, Presidente Tancredo Neves, Quijingue, Rafael Jambeiro, Retirolândia, Riachão das Neves, Riachão do Jacuípe, Riacho de Santana, Ribeira do Amparo, Ribeira do Pombal, Rio Real, Ruy Barbosa, Salinas de Margarida, Salvador, Santa Bárbara, Santa Brígida, Santa Cruz Cabrália, Santa Cruz da Vitória, Santa Inês, Santa Luzia, Santa Rita de Cássia, Santaluz, Santanópolis, Santo Amaro, Santo Antônio de Jesus, Santo Estevão, São Desidério, São Domingos, São Félix, São Francisco do Conde, São Gabriel, São Gonçalo dos Campos, São José da Vitória, São José do Jacuípe, São Miguel das Matas, São Sebastião do Passé, Sapeaçu, Sátiro Dias, Saubara, Seabra, Senhor do Bonfim, Sento Sé, Serra do Ramalho, Serra Preta, Serrinha, Serrolândia, Simões Filho, Sobradinho, Souto Soares, Tabocas do Brejo Velho, Tanhaçu, Tanquinho, Taperoá, Teixeira de Freitas, Teodoro Sampaio, Teofilândia, Teolândia, Terra Nova, Tremedal, Tucano, Uauá, Ubaíra, Ubaitaba, Ubatã, Umburanas, Una, Urandi, Uruçuca, Valença, Valente, Várzea da Roça, Varzedo, Vera Cruz, Vereda, Vitória da Conquista, Wenceslau Guimarães e Xique-Xique.

Aulas e transporte seguirão suspensos, e alunos de três cidades serão testados

Foto : Paula Fróes/GOVBA

O governador da Bahia, Rui Costa, anunciou, nesta sexta-feira (19), que vai prorrogar por mais 15 dias os decretos que suspendem as aulas na rede estadual de ensino e o transporte intermunicipal em municípios com casos ativos de Covid-19 nos últimos 14 dias. Os decretos se encerrariam no próximo domingo (21).

De acordo com o último boletim divulgado pela Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab), na noite desta sexta, nas últimas 24 horas, foram registrados 2.345 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +5,6%), 42 óbitos (+3,3%) e 2.238 curados (+12,2%) no estado. Ao todo, a Bahia contabiliza 43.922 casos confirmados desde o início da pandemia, 20.589 são considerados curados, 22.028 encontram-se ativos e 1.305 pessoas morreram.

“Vai ser prorrogado por mais 15 dias. Estacionamos a taxa de crescimento de óbitos. Mas estacionou em um patamar[. São cerca de 40 óbitos por dia. Temos o total de internamento de 1.314 leitos. Em torno de 75% de leitos ocupados. Não podemos baixar guarda. É preciso reduzir o número de óbitos para se pensar em não ter mais decreto estadual. Então, o decreto será renovado suspendendo as aulas, suspendendo transporte em cidades com casos confirmados, por pelo menos mais 15 dias, para ver se consegue reduzir a taxa de internamento e o número de óbitos. O ritmo de crescimento diminuiu, mas o valor é muito alto. Se baixar a guarda, o número de óbitos vai aumentar. Não podemos permitir isso”, disse Rui Costa.

Rui Costa também anunciou que, a partir da próxima terça-feira (24), o governo do estado vai testar estudantes, servidores e professores da rede pública dos municípios de Itajuípe, Ipiaú e Uruçuca. O objetivo é saber o nível do contágio na região.

“Na terça-feira, nós vamos começar a nova etapa de monitoramento da Covid-19, fazer teste rápido em três cidades, com alunos da rede estadual, para avaliar em que estágio está, tentar fazer raio-x dos alunos da rede estadual. Escolhemos as cidades de Itajuípe, Ipiaú e Uruçuca. Foram as cidades que, de forma acumulada, têm o maior percentual; 1% da cidade, oficialmente, já teve casos. Semana que vem, vamos fazer teste dos alunos. Você que é aluno estadual, semana que vem você vai receber, no seu celular, o convite para comparecer à escola e fazer o teste rápido, exclusivamente para alunos, servidores e professores. A depender do resultado, vamos estender para outras escolas para fazer o diagnóstico, saber como está o contágio, para ter uma pequena amostra do que aconteceu e está acontecendo com os alunos. Se prepare aí, você que é estudante da rede estadual, servidor, professor, que vai ser convidado para ir à escola. Evidente, de forma diluída ao longo da semana, para não ter aglomeração”, afirma o governador.

A testagem também vai se estender para outros municípios do estado.

“Com isso, ir conhecendo mais a realidade das escolas. Estamos em um processo grande de preparação para a retomada em breve das aulas. Ainda não temos data definida. Esses exames fazem parte da busca por diagnóstico de como está a realidade das nossas escolas. Vamos fazer a partir dessas três (cidades) e outras também, inclusive Salvador, Feira, Camaçari, Jequié, Conquista”, completa o governador.

Operação desmonta esquema de fake news e ataques virtuais

Foto: Divulgação SSP

Uma operação da Polícia Civil, na cidade de Luís Eduardo Magalhães (LEM) desmontou, nesta quarta-feira (17), um local usado para propagação de fake news e ataques na internet. Mandados de busca e apreensão foram cumpridos por integrantes da Delegacia Territorial de LEM e da 11ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Barreiras). Um homem foi conduzido.

Dentre os materiais apreendidos no imóvel, que abrigava um estúdio, estão aparelhos celulares, notebooks, computadores, drone, pen drivers e câmeras. Os crimes, monitorados pelas equipes há alguns meses, eram referentes a injúria racial, calúnia e difamação, segundo informou o coordenador da 11ª Coorpin, delegado Rivaldo Almeida Luz.

“Os materiais eletrônicos foram enviados para o Departamento de Polícia Técnica (DPT). Com o resultado saberemos se ele praticava os crimes e se existem outras pessoas envolvidas”, contou o delegado.

Governo federal repassou apenas 3% do previsto para estados e municípios

Foto: Pedro França/Agência Senado

A comissão mista do Congresso Nacional que acompanha os gastos do governo federal no enfrentamento ao novo coronavírus notou baixo uso dos recursos já aprovados para tal finalidade. Dados do 3º relatório semanal indicam, por exemplo, que o auxílio financeiro a estados, municípios e ao Distrito Federal consumiu apenas R$ 1,97 bilhão. O valor representa 3% de R$ 76,19 bilhões.

De acordo com informações da Câmara dos Deputados, foram usados menos da metade dos R$ 404,18 bilhões previstos pelo governo federal para gastar com a pandemia. Apenas R$ 175,7 bilhões (43,48%) foram efetivamente pagos.

A baixa execução orçamentária também foi observada na ampliação do Programa Bolsa Família e quanto às despesas adicionais do Ministério da Saúde e dos demais ministérios. Apenas 9% do total de R$ 3 bilhões no benefício assistencial; apenas 26% dos R$ 49,87 bilhões previstos para os ministérios (R$ 12,94 bilhões).

O relatório aponta também dificuldade de pequenos e médios empreendedores conseguirem crédito. Estão previstos R$ 40 bilhões para financiamento de da folha de pagamento de pequenas e médias empresas por dois meses, mas pouco mais de R$ 2,6 bilhões foram repassados aos empresários. Microempreendedores, com faturamento anual de até R$ 360 mil não foram contemplados pelo Programa Emergencial de Suporte a Empregos.

De acordo com dados do relatório, a expectativa é que as alterações previstas na Medida Provisória 975/20, associadas a aperfeiçoamentos promovidos por deputados e senadores, diminuam o que a comissão chama de “empoçamento” dos recursos. A ideia é ampliar as garantias e reduzir o risco assumido pelas instituições financeiras autorizadas a operar os financiamentos.

A MP criou o Programa Emergencial de Acesso a Crédito, que aumenta em R$ 20 bilhões a participação do governo federal no Fundo Garantidor para Investimentos; e modifica o Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte, ampliando de 85% para 100% a garantia de todas as operações de crédito realizadas por meio do programa.



WebtivaHOSTING // webtiva.com.br . Webdesign da Bahia