WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

 



(71) 98769-3230

agosto 2020
D S T Q Q S S
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

:: ‘Brasil’

Fundador da Ricardo Eletro é preso em operação contra sonegação fiscal

O fundador e ex-principal acionista da rede varejista Ricardo Eletro, Ricardo Nunes, foi preso em São Paulo, na manhã desta quarta-feira (8), em uma operação de combate à sonegação fiscal e lavagem de dinheiro em Minas Gerais. A força-tarefa é composta pelo Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), pela Receita Estadual e pela Polícia Civil. A informação é do portal G1.

A filha de Ricardo, Laura Nunes, e o irmão dele, Rodrigo Nunes também foram presos na Região Metropolitana de Belo Horizonte. A operação recebeu o nome de “Direto com o Dono”. De acordo com as investigações, aproximadamente R$ 400 milhões em impostos foram sonegados ao longo de cinco anos.

A operação cumpre três mandados de prisão e 14 de busca e apreensão. Em Minas Gerais, os mandados estão sendo cumpridos nas cidades de Belo Horizonte, Contagem e Nova Lima. Em São Paulo, há alvos na capital e em Santo André.

Segundo o MPMG, as empresas da rede de varejo cobravam dos consumidores, embutido no preço dos produtos, o valor correspondente aos impostos, mas não faziam o repasse.

Presidente Jair Bolsonaro testa positivo para Covid-19

(Arquivo AFP)

Em entrevista exclusiva à TV Brasil e CNN Brasil, o presidente Jair Bolsonaro informou nesta terça-feira (7) que testou positivo para o novo coronavírus (covid-19). O presidente cancelou as agendas previstas para a Bahia e Minas Gerais nesta semana. O resultado saiu por volta das 11h de hoje. Bolsonaro disse que está bem.

“O resultado do teste de covid-19 feito pelo presidente Jair Bolsonaro na noite dessa segunda-feira, 6, e disponibilizado na manhã de hoje, 7, apresentou diagnóstico positivo. O presidente mantém bom estado de saúde e está, nesse momento, no Palácio da Alvorada”, diz nota da Secretaria de Comunicação da Presidência (Secom) divulgada no início da tarde de hoje.

Projeto de lei proíbe comícios e eventos que provoquem aglomerações

Foto: Divulgação/TRE

Foi apresentado na Câmara dos Deputados um projeto de lei que estabelece parâmetros de atuação das ações eleitorais. Uma delas é a proibição de comícios e eventos de campanha que provoquem aglomeração de pessoas.

O texto estabelece também que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em consonância com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), deverá editar regulamento com medidas sanitárias para mesários e eleitores durante a votação. De acordo com informações da Câmara, o regulamento deverá ser divulgado pelo menos 30 dias antes do primeiro turno das eleições.

“Mesmo que nos próximos meses o surto mais grave seja controlado, apenas a manutenção das medidas sanitárias corretas garantirá a preservação de nossa saúde. Possuímos ferramentas digitais que podem nos auxiliar e sanar a lacuna deixada pela proibição de comícios”, explicou o autor do projeto, deputado Túlio Gadêlha (PDT-PE).

A votação das eleições municipais foi adiada para os dias 15 e 29 de novembro, após aprovação da Emenda Constitucional nº 107/2020.

Bolsonaro veta uso de máscara obrigatória no comércio e templos religiosos e demais locais fechados

(Foto: Marcos Corrêa/PR)

O presidente Jair Bolsonaro vetou a brigatoriedade do uso de máscaras em órgãos e entidades públicos e em estabelecimentos comerciais, industriais, templos religiosos e demais locais fechados em que haja reunião de pessoas. A lei que determina o uso obrigatório do equipamento foi sancionada e publicada na madrugada desta sexta-feira (3) no Diário Oficial da União.

Para o veto, o presidente argumentou que o trecho “incorre em possível violação de domicílio”. A lei diz ainda que os estabelecimentos não são obrigados a fornecer máscaras gratuitamente aos funcionários.

O presidente vetou, ainda, o trecho que obrigava o poder público a fornecer máscaras à população vulnerável economicamente.

Bolsonaro também excluiu do texto a proposta do Congresso que agravava a punição para infratores reincidentes ou que deixassem de usar máscara em ambientes fechados.

O texto foi aprovado na Câmara dos Deputados no dia 9 de junho, após voltar do Senado com algumas mudanças. O texto prevê multa a quem descumprir a medida, mas o valor será definido pelos estados e municípios. (Fonte: Correio24hrs*)

Oeste baiano: Governo federal entrega 59 quilômetros de pista recuperada na BR-135

Foto: Ascom / Minfra

O Ministério da Infraestrutura (MInfra), por meio do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), entregou, nesta quinta-feira (2), 59 quilômetros de pista recuperada na BR-135, no estado da Bahia, no trecho localizado entre o km 79 e o km 138. Desde o início do ano, as equipes do DNIT realizam os serviços de recuperação na rodovia, que integra os municípios de Barreiras, Riachão das Neves, Santa Rita de Cássia e Formosa do Rio Preto.

A BR-135 é uma rota de grande relevância para o escoamento da produção de grãos e fibras da região de Formosa do Rio Preto ao município de Barreiras. A cidade de Formosa do Rio Preto é conhecida como a 5° maior produtora brasileira de soja, segundo o IBGE, e a 1° produtora do estado da Bahia. Já o município de Barreiras concentra as indústrias de beneficiamento e possibilita o escoamento da produção para exportação por meio da BR-242.

“As obras não pararam, mesmo neste período de pandemia. Estamos entregando, em média, duas obras por semana e, hoje, inauguramos mais uma etapa das obras de restauração da BR-135/BA, uma das mais importantes rodovias de ligação do Norte ao Sul do país. É uma obra que vai desempenhar funções significativas para a estrutura sócio-produtiva regional, com destaque para o escoamento da produção e para a integração econômica do Brasil”, destacou Tarcísio Gomes de Freitas.

Restauração

A aplicação da camada de CBUQ (Concreto Betuminoso Usinado a Quente) foi um dos trabalhos executados pelo DNIT nos 59 quilômetros da rodovia. Agora, os trabalhadores do órgão atuam em serviços de manutenção como capina, caiação de meios-fios, roçagem e tapa buracos, além de sinalização de todo trecho por meio do programa BR Legal. O contrato de manutenção tem previsão de término no primeiro semestre de 2021. Fonte: Bahia Notícias



WebtivaHOSTING // webtiva.com.br . Webdesign da Bahia