Foto : Tomaz Silva/Agência Brasil

O Ministério da Saúde anunciou o lançamento do primeiro lote de uso civil da vacina russa contra o novo coronavírus, a Spuinik V, nesta segunda-feira, 7. As informações são do site Sputnik Brasil.

De acordo com a The Lancet, os resultados dos testes clínicos da fase um e dois, apontaram segurança da vacina. No mesmo dia, representantes do Instituto Gamaleya e do RDIF afirmaram, durante coletiva, que os primeiros resultados da terceira fase de testes, com 40 mil voluntários, serão publicados entre outubro e novembro.

“O primeiro lote da vacina ‘Gam-COVID-Vac’ [Sputnik V] para a prevenção contra a infecção pelo novo coronavírus, desenvolvida pelo Centro Nacional de Pesquisa de Epidemiologia e Microbiologia Gamaleya, do Ministério da Saúde da Rússia, passou pelos testes necessários de qualidade nos laboratórios do Roszdravnadzor [orgão russo regulador de dispositivos médicos] e foi colocado em circulação civil”, disse o Ministério através de comunicado oficial publicado no site da instituição.

A vacina recebeu a Certidão de Registro no Ministério da Saúde da Rússia em 11 de agosto. Logo, consagrou-se a primeira vacina contra a covid-19 registrada no mundo.

O governo do estado da Bahia permanece fazendo negociações com a Rússia em relação a vacina. Na semana passada, o governo assinou um memorando para que os testes da fase três da vacina sejam feitos em 500 pessoas na Bahia.

Estima-se que os voluntários recebam as doses em outubro deste ano. Duzentas e cinquenta pessoas receberão a vacina e as outras 250 o placebo. Fonte: Atarde Online