WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

 



(71) 98769-3230

julho 2020
D S T Q Q S S
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

:: 3/jul/2020 . 17:22

Leonardo rompe com Eduardo Costa e deixa sertanejo sem escritório

Foto: Instagram/ Arquivo Pessoal

A parceria entre os cantores Leonardo e Eduardo Costa ficou para trás. Após rumores de desentendimento entre os dois, foi confirmada o rompimento entre os artistas com um comunicado da Talismã, empresa que gerenciava a carreira do intérprete de ‘Sapequinha’.

No posicionamento divulgado amplamente nas redes sociais, não é dado detalhes da saída de Eduardo Costa do escritório.

Mas de acordo com o colunista Leo Dias, do site ‘Metrópoles’, relação entre a antiga dupla de Leandro e o sertanejo já não andava bem.

Leonardo teria cansado dos comentários considerados por internautas machistas, homofóbicos e de política feitos pelo amigo nas redes sociais. Desde então tinha restringido a relação a ser estritamente profissional.

A última polêmica de Eduardo Costa foi durante a live ‘Cabaré em Casa’, no feriado do Dia do Trabalhador, quando ele afirmou que “transaria pensando no filho da Thaeme”.

O projeto Cabaré, tocado pelos dois, foi um dos maiores sucesso entre os shows sertanejos realizados nos últimos anos e chegou a ficar entre os maiores cachês do gênero no Brasil, mas acabou em 2018, após desentendimentos nos bastidores.

Governo do Estado envia 201 mil máscaras e insumo hospitalar para o interior da Bahia

Foto: Ascom Seplan

O Governo do Estado enviou, nesta sexta-feira (03), 201 mil máscaras de tecido e TNT para 28 municípios do interior da Bahia, além de três túneis de desinfecção, bolhas de contenção, álcool em gel e protetores faciais para hospitais em Amargosa, Jacobina e Paulo Afonso. A ação faz parte da força-tarefa coordenada pelas secretarias estaduais do Planejamento (Seplan) e Desenvolvimento Econômico (SDE).

“Esta é uma ação sistemática, que vem ocorrendo desde o início da pandemia do Coronavírus, para abastecer os municípios com itens necessários para fortalecer a Saúde e o enfrentamento desta grave doença”, ressaltou o secretário do Planejamento, Walter Pinheiro.

Em Amargosa, o Túnel de Desinfecção desenvolvido pelo Senai Cimatec será implantado no Hospital Municipal, que também receberá três bolhas de contenção, 100 litros de álcool em gel, 50 protetores faciais de acrílico e 2.000 máscaras.

No município de Jacobina, o túnel vai funcionar no Hospital Regional Vicentina Goulart, que também recepcionará cinco bolhas de contenção, 50 litros de álcool em gel, 50 protetores faciais e 2.000 máscaras. Já o Hospital Municipal de Paulo Afonso passará a contar com o Túnel de Desinfecção, cinco bolhas de contenção e 30 protetores faciais.

Na região do Recôncavo, 70.000 máscaras serão entregues em Cabaceiras do Paraguaçu, Maragogipe, Salinas da Margarida, Santo Amaro, São Felipe, São Félix, Saubara e Varzedo. O município de Lauro de Freitas, na Região Metropolitana de Salvador (RMS), vai recepcionar 25.000 máscaras.

Já no Território de Identidades Vale do Jiquiriçá, 100.000 máscaras serão destinadas para Amargosa, Brejões, Cravolândia, Elísio Medrado, Irajuba, Itaquara, Jaguaquara, Lafaiete Coutinho, Laje, Milagres, Mutuípe, Nova Itarana, Planaltino, Santa Inês, São Miguel das Matas e Ubaíra.

As máscaras foram adquiridas junto a 603 associações, cooperativas e empresas habilitadas para a produção de mais de 11,4 milhões de unidades, em uma ação realizada em parceria entre a Seplan, SDE e Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR).

Projeto de lei proíbe comícios e eventos que provoquem aglomerações

Foto: Divulgação/TRE

Foi apresentado na Câmara dos Deputados um projeto de lei que estabelece parâmetros de atuação das ações eleitorais. Uma delas é a proibição de comícios e eventos de campanha que provoquem aglomeração de pessoas.

O texto estabelece também que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em consonância com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), deverá editar regulamento com medidas sanitárias para mesários e eleitores durante a votação. De acordo com informações da Câmara, o regulamento deverá ser divulgado pelo menos 30 dias antes do primeiro turno das eleições.

“Mesmo que nos próximos meses o surto mais grave seja controlado, apenas a manutenção das medidas sanitárias corretas garantirá a preservação de nossa saúde. Possuímos ferramentas digitais que podem nos auxiliar e sanar a lacuna deixada pela proibição de comícios”, explicou o autor do projeto, deputado Túlio Gadêlha (PDT-PE).

A votação das eleições municipais foi adiada para os dias 15 e 29 de novembro, após aprovação da Emenda Constitucional nº 107/2020.

Covid-19: Castro Alves registra três novos casos e total sobe para 82

Foto: Leandro Alves / Bahia10.com.br

A prefeitura de Castro Alves, Recôncavo Baiano, informa a inclusão de 03 novos casos positivos de pacientes contaminados pelo Coronavírus. Dois são moradores da sede do município e 01 da zona rural. Eles tiveram o diagnóstico confirmado através da realização de teste rápido e estão em isolamento.

Foram descartados 10 casos e outros 08 casos foram registrados como suspeitos.

Uma paciente que estava internada no hospital de campanha da Fonte Nova, em Salvador, recebeu alta. Ela permanecerá em isolamento domiciliar. Outros 02 pacientes seguem internados na capital.

A medida mais eficaz para frear o Coronavírus é o distanciamento social. Só saia de casa em caso de necessidade, use máscara e mantenha sempre a higiene das mãos.

(Divulgação)

Bolsonaro veta uso de máscara obrigatória no comércio e templos religiosos e demais locais fechados

(Foto: Marcos Corrêa/PR)

O presidente Jair Bolsonaro vetou a brigatoriedade do uso de máscaras em órgãos e entidades públicos e em estabelecimentos comerciais, industriais, templos religiosos e demais locais fechados em que haja reunião de pessoas. A lei que determina o uso obrigatório do equipamento foi sancionada e publicada na madrugada desta sexta-feira (3) no Diário Oficial da União.

Para o veto, o presidente argumentou que o trecho “incorre em possível violação de domicílio”. A lei diz ainda que os estabelecimentos não são obrigados a fornecer máscaras gratuitamente aos funcionários.

O presidente vetou, ainda, o trecho que obrigava o poder público a fornecer máscaras à população vulnerável economicamente.

Bolsonaro também excluiu do texto a proposta do Congresso que agravava a punição para infratores reincidentes ou que deixassem de usar máscara em ambientes fechados.

O texto foi aprovado na Câmara dos Deputados no dia 9 de junho, após voltar do Senado com algumas mudanças. O texto prevê multa a quem descumprir a medida, mas o valor será definido pelos estados e municípios. (Fonte: Correio24hrs*)



WebtivaHOSTING // webtiva.com.br . Webdesign da Bahia