WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

 



(71) 98769-3230

junho 2020
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  

:: 5/jun/2020 . 13:43

Castro Alves receberá R$ 4,5 milhões em investimentos na ampliação de fábrica de calçados

Foto: Leandro Alves / Bahia10

A empresa Calçados Pegada Nordeste, localizada no município baiano de Castro Alves, investirá até R$ 4,5 milhões na ampliação e modernização da sua unidade industrial destinada à fabricação de calçados. A fábrica pretende manter os 428 empregos e promover a geração de 75 novos postos de trabalho. O protocolo de intenções foi assinado na última terça-feira (02), na Secretaria de Desenvolvimento Econômico do Estado (SDE).

“O trabalho do Governo do Estado em atrair novos investimentos para a Bahia não para, mesmo com a pandemia. A ampliação dos investimentos dessa fábrica de calçados é um sinalizador que a indústria de calçados, apesar do revés neste momento de fechamento do comércio, voltará a ficar aquecida”, destaca o vice-governador João Leão, titular da SDE.

A fábrica de calçados prevê o aumento na capacidade de produção de 113 mil pares/ano e tem a previsão de começar a ampliação em até um ano.

TVE exibe programação especial em homenagem ao São João

A TVE preparou para o mês de junho uma programação especial que vai contar com muita música, entrevistas e gastronomia típica do São João. Nesta quinta-feira (4), a emissora deu início ao projeto ‘São João de Todos’, que, pela primeira vez, irá conectar todo o país, levando as tradições e os costumes do São João do Nordeste.  Até o fim do mês, diversas outras atrações serão exibidas na emissora pública baiana.
Quem abriu o ‘São João de Todos’ foi a banda Mastruz com Leite, às 21h de ontem. A transmissão é uma parceria com a plataforma Sua Música.
A cada semana, de quinta a domingo durante todo o mês de junho, novos artistas se apresentam ao vivo em um ambiente sem público em função da pandemia do coronavírus.
Já a série ‘Sou São João’, apresentada por Targino Gondim, com participação especial de Alcymar Monteiro e do Quinteto Sanfônico do Brasil, estreia na emissora no dia 22, às 20h30, e vai contar sobre a origem, costumes, tradições e os festejos na atualidade. Produzida pela TV Caatinga, WebTV da Universidade Federal do Vale do São  Francisco (Univasf), a atração de quatro episódios, gravados na Ilha do Rodeadouro, em Juazeiro (BA), vai destacar também a presença dos novos estilos musicais e a necessidade de se preservar a essência das tradições populares e a obra de Luiz Gonzaga.
Em isolamento social por conta da pandemia do coronavírus, o cantor e compositor baiano Del Feliz comanda de casa o ‘São João Feliz’. Além de apresentar e cantar, o artista convida grandes nomes do forró como Elba Ramalho, Flávio José, ‘Santanna, O Cantador’, Adelmário Coelho, Lara Amélia e Trio Nordestino. A atração será exibida no dia 19, às 22h30.
A partir do dia 20 até o final do mês, em diversos horários, a TVE reexibe grandes shows que marcaram o São João de 2019 nas cidades de Salvador, Cruz das Almas e Amargosa. Geraldo Azevedo, Alceu Valença, Elba Ramalho, Del Feliz, Targino Gondim, Mastruz com Leite e Flávio José são algumas das atrações.

Na Educadora FM, a música nordestina estará presente durante toda a programação, entre os dias 20 e 24. A noite, a partir das 21h, o especial ‘São João Cabra da Peste’, vai levar aos ouvinte shows de artistas do forró como Geraldo Azevedo, Mestrinho, Del Feliz, Targino Gondim e Adelmário Coelho.

Fonte: Ascom/TVE Bahia / Secom  – Secretaria de Comunicação Social – Governo da Bahia

Covid: âncora da Record critica atraso e falta de transparência de números

Foto: Divulgação

Adriana Araújo, âncora do Jornal da Record, criticou nesta madrugada o atraso e a falta de transparência na divulgação dos dados da pandemia do novo coronavírus no Brasil. O governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) tem adiado cada vez mais o anúncio dos números, e agora o balanço diário de casos e mortes do Ministério da Saúde só sai por volta das 22h.

“É uma questão de saúde pública saber o que está acontecendo no Brasil agora. É muito importante para todos nós”, disse Adriana em uma publicação em seu perfil no Instagram. Ela explicou que fez o post porque os números só foram divulgados após o Jornal da Record.

A jornalista disse entender que “está todo mundo cansado, todo mundo esgotado, querendo que isso passe logo”, mas, sem citar o governo, afirmou que a divulgação de tais números não pode ser tardia, pois é necessário “saber a gravidade da situação”.

O Jornal Nacional, da TV Globo, rival da Record, abriu a edição de ontem dizendo que iria mudar a forma de apresentação dos números da pandemia devido aos atrasos do Ministério da Saúde.

No início da pandemia, durante a gestão do ministro Luiz Henrique Mandetta (DEM), os dados eram divulgados às 17h. Depois, com a pasta sob comando de Nelson Teich, o balanço diário saía às 19h. Nos últimos dois dias, com o Ministério comandado interinamente pelo general Eduardo Pazuello, a divulgação ocorreu por volta das 22h.

Com o recorde de 1.473 mortes registradas nas últimas 24 horas, o Brasil ultrapassou ontem a Itália em números de vítimas fatais da pandemia do novo coronavírus.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Adriana Araujo (@adrianaaraujo_) em

Lote de vacina para coronavírus já está no Brasil; saiba como participar de testes

Foto: Reprodução

Já chegou ao Brasil o primeiro lote da vacina contra a covid-19 desenvolvida na Universidade de Oxford, na Inglaterra. Neste primeiro momento dois mil brasileiros serão testados nas próximas três semanas. Os experimentos serão feitos apenas em São Paulo e no Rio de Janeiro.

Em entrevista ao portal G1, Antonio Carlos Moraes, um dos pesquisadores da equipe do Idor, responsável pelos testes no Rio, disse que parte da imunização já chegou ao país e está armazenada em temperaturas negativas até que seja iniciado o estudo. O Brasil é o primeiro país fora do Reino Unido que vai começar a testar a eficácia da imunização contra o Sars-CoV-2.

“A vacina está congelada, ela já está chegando para a gente operacionalizar. Parte já chegou e fica em congelamento de onde a gente vai tirando, progressivamente, com a necessidade da demanda”, disse o pesquisador do grupo que testará a vacina ChAdOx1 no Rio de Janeiro.

No Rio de Janeiro, os testes em mil voluntários serão feitos pela Rede D’Or São Luiz, com custo de cerca de R$ 5 milhões bancados pela Rede e sob coordenação do Instituto D’Or de Pesquisa e Ensino (Idor).

Em São Paulo, os testes em outros mil voluntários serão conduzidos pelo Centro de Referência para Imunológicos Especiais (Crie) da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), com financiamento da Fundação Lemann.

Requisitos
para participar dos testes, os voluntários precisam passar por um exame para confirmar que não foram infectados pelo novo coronavírus. Poderão se inscrever como voluntários profissionais da saúde que atuam na linha de frente de combate à Covid-19, além de adultos entre 18 e 55 anos que também trabalhem em ambientes de alto risco para exposição ao vírus.

A Unifesp especificou por meio de um comunicado, que motoristas de ambulâncias, seguranças que trabalhem em hospitais e agentes de limpeza de hospitais também poderão se inscrever. Entretanto, a entidade esclareceu que ainda não foi iniciado o processo de recrutamento.

O pesquisador explicou que após as primeiras três semanas, os voluntários serão acompanhados por sua equipe durante um ano. Neste período irão por cinco vezes ao centro de investigação onde passarão por consultas, terão o sangue coletado e serão examinados para possíveis efeitos colaterais.

O chefe do serviço de clínica médica do Hospital Copa D’Or também explicou que o procedimento é seguro, já que a vacina usa apenas parte da proteína que reveste o material genético do vírus, e não o vírus em si, e por isso não há o risco da duplicação do Sars-Cov-2 no paciente.

Para ser um estudo válido, Moraes explicou que há uma série de protocolos e regras que devem ser seguidos por todos os centros de investigação. Entre eles está o uso de placebo em parte dos voluntários, o que significa que nem todos receberão, num primeiro momento, essa dose da vacina contra a Covid-19.

No Rio de Janeiro, voluntários que façam parte do público-alvo da pesquisa devem procurar o Idor e perguntar sobre como participar do experimento. Em São Paulo, a seleção está a cargo do Crie, da Unifesp.

Com a previsão otimista de ficar pronta ainda em 2020, a vacina desenvolvida pela Universidade de Oxford ofereceu proteção em um estudo pequeno com seis macacos, resultado que levou ao início de testes em humanos no final de abril.

Em humanos, os testes têm apenas 50% de chance de sucesso. Adrian Hill, diretor do Jenner Institute de Oxford, que se associou à farmacêutica AstraZeneca para desenvolver a vacina, disse que os resultados da fase atual, envolvendo milhares de voluntários, podem não garantir que a imunização seja eficaz e pede cautela.

A vacina já está sendo aplicada em 10 mil voluntários no Reino Unido. A dificuldade para provar a possível eficácia está no fato de os cientistas dependerem da continuidade da circulação do vírus entre a população para que os voluntários sejam expostos ao coronavírus Sars-Cov-2. Fonte: Correio24hrs*

Cidades da Chapada Diamantina completam 10 dias sem mortes

Foto: Reprodução

As cinquenta e cinco cidades da Chapada Diamantina, na Bahia, completaram na quinta-feira (4), dez dias sem homicídios. O último caso foi registrado no dia 25 de maio, no município de Barra.

O comandante do Policiamento na Região Integrada de Segurança Pública (Risp), Chapada, coronel Válter Araújo, destacou o patrulhamento ostensivo, inclusive nas zonas rurais. “Ampliamos a aproximação com a população, diversificamos os pontos de atuações das guarnições, entre outras medidas estratégicas”, explicou o oficial.

Flávio Góis, diretor do Departamento de Polícia do Interior (Depin), ressaltou a integração entre as forças de segurança e as operações recentes em Itatim e Seabra. “Redobramos os esforços contra o tráfico de drogas. Infelizmente o consumo existe e isso desencadeia uma disputa por pontos de venda. Continuaremos combatendo com inteligência policial”, afirmou o delegado.

Fazem parte da Chapada Diamantina as cidades de América Dourada, Uibaí, Bonito, Ibititá, São Gabriel, Irecê, Xique-Xique, Barra, Canarana, Gentio do Ouro, Mulungu do Morro, Buritirama, Barro Alto, Ibipeba, Cafarnaum, Central, Jussara, João Dourado, Lapão, Presidente Dutra, Itaguaçu da Bahia, Morro do Chapéu, Barra do Mendes, Boa Vista do Tupim, Wágner, Ibiquera, Itatim, Marcionílio Souza, Mundo Novo, Itaberaba, Itaetê, Lajedinho, Macajuba, Ruy Barbosa, Milagres, Baixa Grande, Iaçu, Utinga, Pintadas, Ipirá, Abaíra, Boninal, Ibitiara, Novo Horizonte, Iraquara, Ipupiara, Mucugê, Piatã, Souto Soares, Andaraí, Palmeiras, Nova Redenção, Lençóis, Seabra e Brotas de Macaúbas.

Fonte: Ascom / Alberto Maraux



WebtivaHOSTING // webtiva.com.br . Webdesign da Bahia