Divulgação

Importante programa de apoio a agricultores do município de Castro Alves, Recôncavo Baiano, o Programa Aração Comunitária oferece oportunidade dos produtores fazerem um bom preparo do solo com auxílio de técnicos e maquinário oferecidos pela prefeitura. Através da Secretaria de Agricultura, no ano de 2020, aproximadamente 1500 horas de aração serão realizadas nas terras de 734 famílias da região da caatinga e também da localidade do Sítio do Meio, que foi inserida no projeto neste ano.

Segundo o secretário João Mendonça, que coordena essa e outras atividades da pasta da agricultura, este programa é de fundamental importância para os produtores e para a atividade socioeconômica do município. “Pelo quarto ano consecutivo estamos dando suporte para que os agricultores da nossa cidade mantenham o plantio de culturas tradicionais da região como o milho, o feijão, o amendoim e a mandioca”.

Com critérios bem definidos para as inscrições das famílias, e sem interferência política, a seleção é feita com auxílio das associações ou lideranças comunitárias locais, seguindo um processo transparente e igualitário. O Programa Aração Comunitária atende aos agricultores mais necessitados, ampliando suas áreas de plantio e dando oportunidade de início de cultivo para famílias que querem começar neste ramo de atividade. Cada família recebe duas horas de aração ou gradagem, e com isso economizam no aluguel de máquinas e podem comprar mais sementes e mudas.

O município investiu aproximadamente R$ 93 mil com recursos próprios e, mesmo com a diminuição de arrecadação em função desta pandemia do Coronavírus, não faltaram esforços para que o programa pudesse ser mantido. “Isso mostra o compromisso da gestão com a agricultura familiar, que beneficia não só com os agricultores mas também gera emprego a tratoristas locais, contratados através de chamada pública”, finalizou João Mendonça.

Fonte: Ascom | PMCA