Os governos estadual e de algumas das cidades baianas com mais casos de covid-19 anunciaram medidas mais radicais para conter o avanço da doença, que já deixou quase 400 mortos na Bahia.

Na tarde desta sexta-feira (22), o governador Rui Costa informou que dois feriados estaduais importantes serão antecipados, quais sejam São João e Independência da Bahia (Dois de Julho), o que já vale para as próximas segunda (25) e terça (26), sendo que na quarta, quinta e sexta também estão previstas mudanças em datas comemorativas na capital e mais sete municípios.

“São medidas de maior impacto para que juntos podemos impactar de forma mais forte a taxa de contágio, a curva de crescimento do contágio. Ontem, em reunião com o prefeito de Salvador (ACM Neto) e secretários de saúde do estado e do município, chegamos à conclusão que precisaríamos de medidas mais fortes”, iniciou Rui, antes de explicar que a capital e outros 8 municípios estarão adotando a medida de interromper serviços não-essenciais de segunda a sexta-feira da semana que vem, a fim de garantir a queda na taxa de contaminação pela covid-19.

“Esse não funcionamento ocorrerá com antecipação dos feriados, seguindo o que o estado de São Paulo fez. Estamos antecipando dois feriados de âmbito regional: 2 de Julho e o feriado do dia 24, já que não teremos São João neste ano”, destacou Rui.

Enquanto os dois principais feriados passam a ser na segunda e terça, em toda a Bahia, Salvador vai antecipar o feriado municipal da Conceição da Praia (8 de dezembro) para quarta e, além disso, outros municípios também poderão seguir medidas previstas num decreto sobre antecipações das datas comemorativas a ser publicado pelo governo do estado.

As cidades que terão feriado municipal na quarta já garantidos são Feira de Santana, Itabuna, Ilhéus, Jequié, Lauro de Freitas, Candeias, Ipiaú e Camaçari. O critério de escolha foi o fato de todas elas terem mais de 100 casos confirmados. “Isso não significa que outros municípios e outros prefeitos que queiram aderir a essa medida estão impedidos (de fazer o mesmo). Se o prefeito achar que está com a taxa alta, poderá aderir ao decreto”, comentou Rui.

“Os municípios que não forem feriado na quinta e sexta faremos um decreto em conjunto fechando os serviços não-essenciais nesses dois dias. Excetuando serviços de saúde essenciais, agências de banco, supermercado. Com isso ganhamos cinco dias com baixo ou baixíssimo convívio social porque serão cinco dias nestas nove cidades sem funcionamento das atividades”, reforçou Rui. Segundo o Correio 24hrs, Em todos os casos, as agências bancárias só funcionarão na quinta e sexta que vem.

Veja como ficam as datas:
Feriados estaduais: segunda (25 de maio) e terça (26)
Feriado municipal em Salvador: quarta (27)
Decreto simultâneo entre Estado e prefeituras: quinta (28) e sexta (29).