WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

 



(71) 98769-3230

Maio 2020
D S T Q Q S S
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

:: 20/Maio/2020 . 23:06

Enem é adiado por conta da pandemia de covid-19

Foto: Reprodução

O Ministério da Educação (MEC) decidiu adiar a realização do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) deste ano entre 30 e 60 dias, conforme anúncio feito hoje (20) pela pasta. A medida é uma reação à pandemia de covid-19.

Originalmente, a prova seria realizada em novembro, mas, com o adiamento deve ficar para dezembro deste ano ou até janeiro de 2021. Segundo o MEC, mais de 4 milhões de candidatos já se inscreveram para o exame deste ano.

O adiamento acontece após grande pressão da sociedade civil e até do Congresso Nacional pelo adiamento do exame. Especialistas da área apontam que manter o exame na data inicial seria injusto para com os estudantes, principalmente entre os mais pobres, porque a pandemia está prejudicando os estudos.

A União Nacional dos Estudantes (UNE), por exemplo, defende que o Enem seja adiado não só por 30 ou 60 dias, mas “pelo tempo que for necessário”.

Ontem (19), o Senado aprovou um projeto de lei que prevê o adiamento do Enem e de outros vestibulares por causa da pandemia de covid-19. Hoje, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), exigiu garantias do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) sobre o adiamento da prova para que os deputados não votem um projeto com este teor.

Ao longo dos últimos dias, o ministro da Educação, Abrahim Weintraub, chegou a acusar “a esquerda” de agir para que o Enem não acontecesse neste ano. Em reunião com parlamentares, disse ainda que o Enem não foi feito para solucionar a desigualdade e por um momento chegou a afirmar que o exame seria mantido em novembro.

Governo do Estado recebe 159 respiradores para utilização na capital e interior

Fotos: Fernando Vivas/GOVBA

O Governo da Bahia recebeu uma carga com 159 respiradores mecânicos na noite desta quarta-feira (20). O material foi desembarcado no terminal de cargas da empresa Latam em Salvador e encaminhado a um depósito para posterior esterilização. O governador Rui Costa acompanhou o desembarque dos equipamentos presencialmente. “Com esses respiradores, nós vamos montar leitos de UTI. São respiradores que, a partir de amanhã [21], começam a ser distribuídos nas nossas unidades hospitalares em Salvador e no interior do estado, em várias regiões”, afirmou Rui.

De acordo com o secretário da Saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas, os equipamentos foram comprados de uma empresa do Rio Grande do Sul e embarcados na tarde desta quarta-feira (20), na cidade de Navegantes, em Santa Catarina. “Esses equipamentos serão distribuídos para todas as unidades da capital e interior do estado. Os respiradores foram fabricados no Brasil e têm capacidade para ventilar todos os pacientes de coronavírus, incluindo adultos, crianças e recém-natos, e também servem para transportar pacientes de uma unidade hospitalar para outra”, explicou Vilas-Boas.
Ainda segundo o secretário, a Bahia investiu mais de R$ 3,5 milhões na aquisição dos respiradores. “As partes móveis desses equipamentos serão submetidas a esterilização amanhã e no mesmo dia serão distribuídos para as unidades de saúde. A nossa previsão é de que já estejam em funcionamento na noite desta quinta-feira [21]”.
Além do material recebido na noite desta quarta-feira (20), outras duas aquisições de respiradores devem chegar ao estado nos próximos dias. Uma das compras foi feita pelo Governo do Estado e outra pela Federação das Indústrias do Estado da Bahia (Fieb), totalizando 110 respiradores que virão da China. A outra compra foi feita com fornecedor da Inglaterra e tem previsão de chegada no início da próxima semana.
A gestão estadual também deve receber uma nova leva de 200 monitores, equipamentos utilizados em conjunto com os respiradores, até o dia 10 de junho. Na última terça-feira (19), o Estado recebeu 100 monitores que já foram distribuídos para as unidades de saúde.
Restrição da circulação em Jequié

Na ocasião, o governador comentou sobre o aumento dos casos de covid-19 em Jequié, no sudoeste do estado, e anunciou a ampliação na restrição da circulação no município. “Hoje a cidade que mais nos preocupa, pela taxa de crescimento, é Jequié. Já havíamos feito o decreto para restringir a circulação das pessoas a partir das 20h. Hoje combinei com o prefeito e vamos antecipar esse horário para 18h a partir de quinta-feira [21]. A Prefeitura vai publicar um novo decreto restringindo ainda mais as atividades sociais e econômicas. Precisamos segurar esse crescimento e a única forma é diminuindo o convívio social. Peço o apoio e a compreensão da população de Jequié, pois não podemos continuar com essa taxa de crescimento”, disse Rui.

TCM fará levantamento sobre gastos municipais com pandemia

Foto: Divulgação/TCM-BA

O Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia vai fazer um levantamento de todos os gastos que estão sendo realizados pelos 417 municípios do estado relacionados ao controle da pandemia da Covid-19. O objetivo é acompanhar de perto e obter informações sobre os atos praticados pelos gestores municipais, com a brevidade possível, de modo a reforçar a missão orientadora da Corte de Contas e estimular o uso eficiente e regular dos recursos públicos.

Para isso, a Superintendência de Controle Externo do TCM está enviando aos controladores internos das prefeituras senhas para acesso individual ao link com o questionário, que será disponibilizado no site do tribunal. O propósito é obter informações sobre eventuais contratações para a realização de obras ou prestação de serviços, assim como outros procedimentos executados pelas administrações municipais em relação ao combate à disseminação do coronavírus.

Os controles internos das prefeituras têm até o dia 7 de junho para encaminhar as respostas solicitadas. A partir de então, os dados serão analisados pelas inspetorias regionais de controle externo do TCM, que definirão os processos de acompanhamento e de fiscalização a serem adotados. A iniciativa visa a uma orientação tempestiva da Corte de Contas para proporcionar a tempo, se necessário, correções ou alterações nas ações, no sentido de evitar eventuais prejuízos ao erário. Isto para repelir possíveis sanções quando da análise regular das contas, que ocorrerá em momento posterior.

Segundo o superintendente de Controle Externo do TCM, Antônio Emanuel de Souza, a iniciativa de desenvolver mecanismos para o acompanhamento dos gastos com a saúde em razão da pandemia e da situação de calamidade pública reconhecida em municípios e estados, foi aprovada pelo Conselho Nacional de Presidentes dos Tribunais de Contas, em reunião realizada por videoconferência, no dia 18 de abril. O questionário que será aplicado, segundo ele, reúne questões “elaboradas de forma clara e objetiva, que os gestores podem responder sem maiores percalços, mas que serão de grande valia para a orientação do trabalho dos auditores e técnicos encarregados do controle externo”.

O questionário foi dividido em nove grandes blocos, que tratam dos seguintes temas: Ações de enfrentamento à Covid-19; Processo de contratação (licitação-dispensa); Processo de Contratação (execução do contrato); Pessoal; Orçamento público; Lei de Responsabilidade Fiscal; PNAE/PNAN; Auxílio financeiro; Outros.

O superintendente de Controle Externo do TCM disse que o questionário foi direcionado aos controladores internos “porque, para o gestor público, naturalmente, o controle interno traz segurança aos atos da administração. Isto porque pode dar uma visão analítica e sistêmica da gestão”. Disse ainda que os servidores responsáveis pelo controle interno das administrações municipais têm amparo constitucional e “devem atuar em simetria coma a gestão pública municipal e com o próprio TCM, com o propósito de contribuir para uma gestão fiscal responsável, sempre pautada na probidade administrativa e no respeito às normas da administração pública”.

Apenas 16 cidades baianas têm índice de isolamento social acima de 50%

Foto: Divulgação/prefeitura de Cairu

Dados divulgados nesta quarta-feira (20) pela Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI) apontam que dos 417 municípios baianos, apenas 16 registraram índices de isolamento social acima dos 50%, mínimo recomendado por autoridades sanitárias.

Segundo informações da SEI, o índice, elaborado pela empresa InLoco, provedora oficial dos dados para o Estado, estima o percentual da população que está respeitando as recomendações de isolamento. As informações podem ser encontradas na plataforma online InfoVis Bahia, que contém dados de monitoramento da pandemia da Covid-19.

De acordo com o órgão, os maiores índices de isolamento social foram registrados pelos municípios de Jaguaripe (59,9%), que tem seis casos confirmados da Covid-19, e Cairu (59,7%), que tem 11 casos confirmados. Em destaque, aparece também Ouriçangas, que tem um caso de coronavírus confirmado e registrou 53,3% de isolamento. Os municípios de Jandaíra, Cansanção, Itanagra, Conde, Maraú, Cachoeira, Apuarema, Nilo Peçanha, Novo Triunfo, Itaparica, Salinas da Margarida, Caraíbas e Maragogipe também registraram índices acima do recomendado.

Os piores resultados registrados por municípios baianos, ainda sem casos confirmados, foram as cidades de Feira da Mata, Tabocas do Brejo Velho e Gavião, que apresentaram valores abaixo dos 30%. Ibotirama, mesmo já tendo um caso confirmado da Covid-19, apresentou índice de isolamento social abaixo de 30%.

Ainda de acordo com a SEI, com mais de 11 mil casos confirmados, o estado da Bahia apresentou um índice de 43,7% na última terça-feira (19). Salvador, com 5.331 casos confirmados e 215 óbitos, registrou índice de 48,6%, abaixo do mínimo recomendado.

“Prover análise de dados no enfrentamento da Covid-19 busca gerar insights que auxiliem as decisões de políticas públicas”, ressalta a diretora-geral da SEI, Jorgete Costa, sobre a importância do trabalho realizado pela instituição.

Além das informações sobre o isolamento social por município, são atualizados diariamente na plataforma o número de pessoas infectadas na Bahia, no Nordeste e Brasil, número de óbitos provenientes da Covid-19, gênero das pessoas infectadas, leitos exclusivos, faixa etária e número de casos confirmados por município baiano, por estados do Nordeste e todo o território nacional.

Via o G1/Bahia, A evolução de casos por dia na Bahia, dentre outros dados da Covid-19, também podem ser acompanhados diariamente no site do órgão.

Castro Alves confirma primeira morte suspeita por Covid-19

Foto: Bahia10.com.br

Uma mulher morreu de parada cardiorrespiratória em Castro Alves, Recôncavo Baiano. A paciente de identidade não revelada, deu entrada na Unidade Básica de Saúde (UBS), onde está cuidando de pessoas com casos suspeitos do novo Coronavírus, na última segunda-feira (18/05), para fazer uma realização de um Raio X de tórax a nível laboratorial.

Já na manhã desta quarta-feira (20), a paciente foi atendida no Hospital Regional da cidade para um atendimento de emergências com os históricos dos sintomas de pneumonia, ele foi encaminhada para sala de estabilização isolamentos para realizações dos tratamentos, mais infelizmente não resistiu e faleceu na unidade.

De acordo com as informações da unidade hospitalar foi realizado um teste rápido pela vigilância municipal da saúde que atestou positivo para Covid-19. O resultado do exame laboratorial, foi encaminhado para o laboratório Central de Saúde Pública (Lacen) em Salvador.

O corpo da mulher, a primeira vítima morta do novo coronavírus na cidade foi liberado no fim da tarde desta quarta-feira, (20), para a realização do enterro. O caixão saiu lacrado do hospital para o Cemitério municipal. A direção da Associação Proteção a Maternidade e a Infância Castro Alves (APMI) se manifestou em um vídeo pela redes sociais; Confira

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Portal Bahia10 (@bahia10oficial) em


🦠🌡Veja o Boletim Epidemiológico da cidade

(Reprodução/Facebook/Prefeituradecastroalves)



WebtivaHOSTING // webtiva.com.br . Webdesign da Bahia