Foto: Reprodução

O SBT irá lançar um segundo canal de TV aberta. Segundo o colunista Léo Dias, a ordem partiu diretamente de Silvio Santos e a ideia é de que a nova emissora tenha conteúdo prioritariamente infantis e educativos.

A nova emissora fará uso multiprogramação digital, liberada pelo presidente Jair Bolsonaro há exatamente um mês, em 6 de abril. O chefe de estado assinou um decreto que permite que as emissoras utilizem suas frequências para ter subcanais com conteúdo lúdico durante, inicialmente, 12 meses.

A liberação foi feita em virtude da pandemia do novo coronavírus. Antes disso, apenas redes governamentais, como a Cultura e a TV Brasil, tinham autorização para explorar a função. A tendência, entretanto, continua Léo Dias, é que a autorização se torne permanente mesmo com o fim da crise da covid-19 no país.

O novo canal já está em fase final de execução. Na semana passada, as afiliadas foram avisadas da novidade, que irá dividir espaço com a emissora principal.

O projeto, que ganhou internamente o nome de SBT 2, irá exibir teleaulas dos ensinos Fundamental e Médio, feitas em parceria com os governos locais, e conteúdos infantis, como novelas e desenhos.

Em São Paulo, por exemplo, o SBT continuará com sua programação habitual no canal 4.1 da televisão digital aberta. A nova emissora estará disponível no canal 4.2, sem prejuízo ao conteúdo original.