Foto: José Cruz/Agência Brasil

Diante do avanço do novo coronavírus (Covid-19) no Brasil, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu instituir um Grupo de Trabalho (GT) para projetar os impactos da pandemia no pleito em outubro

Presidente autarquia, a ministra Rosa Weber detalhou, por meio da da Portaria TSE nº 242, que os principais objetivos do grupo são compilar dados e avaliar as condições materiais para a realização das atividades da Justiça Eleitora, sobretudo as relacionadas às eleições municipais.

O GT será composto por um representante do Gabinete da Presidência, que exercerá a coordenação dos trabalhos; um representante do Gabinete da Vice-Presidência, que subcoordenará o grupo; um da Corregedoria-Geral Eleitoral; um da Diretoria-Geral do TSE; um da Secretaria de Tecnologia da Informação da Corte; e um da Assessoria de Gestão Eleitoral do Tribunal.]

A Portaria prevê que, para a consecução dos seus objetivos, o Grupo de Trabalho poderá solicitar aos tribunais regionais eleitorais, os TREs, informações sobre assuntos relacionados aos seus âmbitos de atuação. A Presidência do TSE receberá relatórios semanais sobre o andamento dos trabalhos.