Tag Archives: Sobradinho

Caravana da Justiça movimenta município de Sobradinho

A Caravana da Justiça Social, ação do Governo do Estado, desenvolvida pela Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS), fez a segunda parada dessa edição no município de Sobradinho, no norte da Bahia. Neste quinta-feira (30), a iniciativa levou diversos serviços de cidadania gratuitamente para a população.

 

“Nos alegra poder percorrer a Bahia oferecendo serviços que são direitos de todo cidadão, aproximando políticas públicas socioassistenciais da população baiana, promovendo a presença do Estado na vida das comunidades e ,acima de tudo, garantindo direitos”, comentou o superintendente de Apoio e Defesa aos Direitos Humanos, Jones Carvalho.

 

O Colégio Estadual Vila de São Joaquim foi palco de um grande mutirão, formado por mais de 60 profissionais que, além da emissão de documentos, deram orientações e resolveram demandas sobre benefícios voltados para a garantia de direitos, a exemplo do Passe Livre, política pública que assegura às pessoas com deficiência, comprovadamente carentes, a gratuidade no sistema de transporte coletivo intermunicipal do Estado da Bahia. 

 

Dentre os beneficiados, Antônio José do Nascimento buscou o Passe Livre para o filho, Clécio Santana Nascimento, que tem deficiência física. “Quando a informação chegou para mim, logo vim saber do que se tratava. Eu e a mãe do meu filho estamos sem trabalhar e temos nos dedicado exclusivamente aos cuidados com ele. Ter acesso a esse benefício vai nos ajudar demais”, destacou. 

Roda de Diálogo LGBTQI+

 

O Centro de Promoção de Defesa dos Direitos LGBT da SJDHDS, promoveu uma roda de diálogo voltada para discutir as várias violências que a população LGBTQI+ . “O CPDD se integra à Caravana da Justiça com o intuito de ouvir as pessoas e levantar o debate no município, para entender como a temática vem sendo tratada no local e reunir elementos que possam ajudar no melhor acolhimento das diversas identidades existentes na sociedade”, explicou o coordenador do núcleo LGBT, da SJDHDS, Gabriel Teixeira. 

 

Desde terça-feira (28), a Caravana da Justiça Social está na região do Vale de São Francisco, já tendo passado por Juazeiro. Nesta sexta (31), será a vez do município de Casa Nova. 

 

As Caravanas fazem parte de uma articulação política das superintendências de Apoio e Defesa aos Direitos Humanos (SUDH), Assistência Social (SAS), Pessoa com Deficiência (SUDEF) e Inclusão e Segurança Alimentar (SISA), da SJDHDS. Os órgãos como Unicef, Ministério Público, Tribunal de Justiça do Estado, Defensoria Pública, secretarias estaduais como SSP, Saeb, SDR, Seplan, Setre e Sesab, entidades, conselhos e fóruns, também integram a força tarefa. 

Fonte: Ascom/SJDHDS

União reconhece emergência por estiagem em Santa Teresinha, Itatim, Rafael Jambeiro e outros municípios

Um total de 147 municípios baianos teve decretos de emergência por estiagem reconhecidos pelo governo federal. Antes, os decretos foram determinados pelas prefeituras e depois pelo governo do estado. Dos três entes, se espera mais recursos da União para enfrentar os prejuízos causados pela estiagem. A Portaria que reconhece a situação de emergência nas 147 cidades foi publicada nesta segunda-feira (29) no Diário Oficial da União. A lista dos municípios é composta por:

Abaré, Adustina, América Dourada, Anguera, Antas, Antônio Cardoso, Antônio Gonçalves, Araci, Barra, Barra do Mendes, Barro Alto, Biritinga, Bom Jesus da Lapa, Boninal, Boquira, Botuporã, Brejões, Brotas de Macaúbas, Brumado, Caém, Caetité, Cafarnaum, Caldeirão Grande, Campo Alegre de Lourdes, Campo Formoso, Canarana, Candeal, Cansanção, Capim Grosso, Caturama, Central, Cícero Dantas, Conceição do Coité, Contendas do Sincorá, Crisópolis e Dom Basílio.

Depois vem Érico Cardoso, Euclides da Cunha, Fátima, Feira de Santana, Filadélfia, Gavião, Gentio do Ouro, Glória, Heliópolis, Iaçu, Ibiassucê, Ibipeba, Ibipitanga, Ibiquera, Ibitiara, Ibititá, Ichu, Igaporã, Ipecaetá, Ipirá, Irajuba, Iramaia, Iraquara, Irará, Itaberaba, Itaguaçu da Bahia, Itapicuru, Itaquara, Itatim, Ituaçu, Jaguarari, Jeremoabo, Juazeiro, Jussara, Jussiape, Lafaiete Coutinho, Lagoa Real, Lajedinho, Lamarão, Lençóis e Livramento de Nossa Senhora.

A relação também tem Macaúbas, Mairi, Malhada de Pedras, Marcionílio Souza, Miguel Calmon, Mirangaba, Morpará, Mortugaba, Morro do Chapéu, Mulungu do Morro, Mundo Novo, Nova Fátima, Nova Itarana, Nova Redenção, Nova Soure, Novo Horizonte, Novo Triunfo, Ourolândia, Palmeira, Paramirim, Paulo Afonso, Paratinga, Pé de Serra, Pedro Alexandre, Pilão Arcado, Pindaí, Pindobaçu, Pintadas, Piritiba, Ponto Novo, Presidente Dutra e Quixabeira.

Ainda na lista aparecem Rafael Jambeiro, Retirolândia, Riachão do Jacuípe, Rio do Antônio, Rio do Pires, Rio Real, Rodelas, Ruy Barbosa, Santa Bárbara, Santa Brígida, Santa Inês, Santaluz, Santanópolis, Santa Teresinha, São Domingos, São Félix do Coribe, São Gabriel, São José do Jacuípe, Saúde, Senhor do Bonfim, Sento Sé, Serra Preta, Serra do Ramalho, Serrolândia, Sítio do Quinto, Sobradinho, Souto Soares, Tanque Novo, Tanquinho, Tucano, Uibaí, Umburanas, Utinga, Valente, Várzea da Roça, Várzea do Poço, Várzea Nova e Wagner.

Fonte: Bahia Notícias

Mulher é esfaqueada pelo ex-marido na porta de casa no norte da Bahia

Uma mulher de 34 anos foi esfaqueada na perna pelo ex-marido, na porta de casa, na cidade de Sobradinho, norte da Bahia.

O crime ocorreu na noite de domingo (18). O suspeito fugiu e ainda não foi preso até esta terça-feira (20), de acordo com a Polícia Civil. O crime aconteceu na Rua 3, na Vila São Joaquim.

A vítima foi surpreendida pelo homem no local quando foi agredida. Não há registros de outras ocorrências envolvendo o casal. A polícia não informou a motivação do crime. (G1/BA)

Ministério da Saúde altera dado e descarta caso de febre amarela na BA

Foto: Reprodução/ TV TEM)

O Ministério da Saúde retificou a informação divulgada na noite de segunda-feira (23) a respeito do primeiro caso confirmado de febre amarela na Bahia. De acordo com ás informações do portal G1, na manhã desta terça-feira (24), a assessoria de imprensa do órgão informou que houve um erro de digitação do boletim e nenhum caso de febre amarela foi confirmado no estado.
De acordo com a retificação do boletim, sete casos da doença foram notificados na Bahia, sendo que seis permanecem em investigação e um foi descartado. Já a Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab) informou que, até a manhã desta terça-feira, tem registro de apenas três casos de suspeita da doença, na cidade de Teixeira de Freitas, localizada no sul do estado.
Ainda no balanço divulgado pelo Ministério da Saúde, consta que não há registro de mortes na Bahia, e que os casos foram notificados em três municípios, entretanto eles não disseram quais. O Ministério destacou que enviou à Bahia 400 mil doses extras para vacinação preventiva da população na área recomendada.

Prevenção
A Sesab ampliou a vacinação contra febre amarela no extremo sul da Bahia e Vitória da Conquista, no sudoeste do estado. De acordo com a Sesab, considerando a situação epidemiológica da doença no país, com a ocorrência recente de óbitos em São Paulo, Goiás e Minas Gerais, incluindo regiões que fazem divisa com a Bahia, é necessário reforçar ações de monitoramento, vigilância e controle da doença e intensificando a imunização.
A Sesab informou que, além da vacinação da população dos municípios baianos que fazem limite com municípios mineiros, o órgão solicitou ao Ministério da Saúde a ampliação da imunização para cidades com elevada circulação de pessoas oriundas de Minas Gerais, devido ao acesso a toda região litorânea, sobretudo no verão.
As cidades do extremo sul com recomendação de imunização são: Alcobaça, Belmonte, Caravelas, Eunápolis, Guaratinga, Ibirapuã, Itabela, Itagimirim, Itamaraju, Itanhém, Itapebi, Jucuruçu, Lajedão, Medeiros Neto, Mucuri, Nova Viçosa, Porto Seguro, Prado, Santa Cruz de Cabrália, Teixeira de Freitas e Vereda.

A Sesab também informou que foi incluído na recomendação o reforço vacinal para o município de Vitória da Conquista. A cidade é um importante eixo rodoviário ligado com o norte e nordeste de Minas Gerais, onde estão localizados os municípios com ocorrência de casos e óbitos por febre amarela. A população de Vitória da Conquista chegou a reclamar sobre a falta de vacina contra a doença na região.

Segundo a secretaria, embora o fluxo rodoviário não seja uma indicação para vacinação da população, pela intensidade migratória diária e pelas fortes relações de saúde entre as duas regiões, Vitória da Conquista foi incluída na lista das cidades com indicativo de intensificação vacinal seletiva.

De acordo com a superintendente de Vigilância e Proteção à Saúde, Ita de Cácia Aguiar, a vacina deve ser tomada por crianças a partir dos nove meses e pelos adultos que ainda não estão imunizados. Já para as pessoas acima dos 60 anos e para os imunodeprimidos, como os transplantados, a vacinação deve ser feita apenas com recomendação médica.

Os demais municípios que deverão vacinar 100% da população são: Angical, Baianópolis, Barra, Barreiras, Bom Jesus da Lapa, Brejolândia, Buritirama, Campo Alegre de Lourdes, Canápolis, Carinhanha, Casa Nova, Catolândia, Cocos, Coribe, Correntina, Cotegipe, Cristópolis, Feira da Mata, Formosa do Rio Preto, Ibotirama, Itaguaçu da Bahia, Iuiú, Jaborandi, Luiz Eduardo Magalhães, Malhada, Mansidão, Morpará, Muquém de São Francisco, Paratinga, Pilão Arcado, Remanso, Riachão das Neves, Santa Maria da Vitória, Santa Rita de Cássia, Santana, São Desidério, São Félix do Coribe, Sento Sé, Serra do Ramalho, Serra Dourada, Sítio do Mato, Sobradinho, Tabocas do Brejo Velho, Wanderley, Xique-Xique.

Febre amarela: Sesab recomenda imunização de moradores de 45 municípios

A Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab) emitiu uma nota recomendando a imunização contra febre amarela em 100% da população de 45 cidades baianas. Segundo informações do jornal Correio, o alerta ocorreu após seis casos de epizootia (transmissão agente patogênico entre animais hospedeiros) em macacos no município de Coribe, no Oeste da Bahia. A medida tem caráter preventivo após a confirmação de uma morte pela doença em Ribeirão Preto (SP) (saiba mais) e a notificação de casos suspeitos em Minas Gerais (clique aqui) nas últimas semanas – o Brasil não registrava casos desde 1942. De acordo com Maria Aparecida de Araújo, diretora de Vigilância Epidemiológica da Sesab, o registro da morte dos primatas aponta uma possível circulação do vírus causador da doença em áreas silvestres. “O estado sempre monitora a ocorrência de epizootias na região Oeste da Bahia. Como o vírus da febre amarela circula no meio silvestre, não podemos controlar. Se um macaco é acometido pelo vírus, ele morre. Quando isso acontece, ficamos em alerta”, explicou, acrescentando que o estado também monitora o mosquito vetor da doença, o Haemagogus. Ainda de acordo com a gestora, os profissionais das cidades baianas que fazem fronteira com Minas Gerais e Goiás foram orientados a ficarem atentos a pessoas com sinais de febre e icterícia, investigando aqueles que vierem de locais onde houve registro de casos. Serão imunizados os moradores dos seguintes municípios baianos: Angical, Baianópolis, Barra, Barreiras, Bom Jesus da Lapa, Brejolândia, Buritirama, Campo Alegre de Lourdes, Canápolis, Carinhanha, Casa Nova, Catolândia, Cocos, Coribe, Correntina, Cotegipe, Cristópolis, Feira da Mata, Formosa do Rio Preto, Ibotirama, Itaguaçu da Bahia, Iuiú, Jaborandi, Luiz Eduardo Magalhães, Malhada, Mansidão, Morpará, Muquém de São Francisco, Paratinga, Pilão Arcado, Remanso, Riachão das Neves, Santa Maria da Vitória, Santa Rita de Cássia, Santana, São Desidério, São Félix do Coribe, Sento Sé, Serra do Ramalho, Serra Dourada, Sítio do Mato, Sobradinho, Tabocas do Brejo Velho, Wanderley, Xique-Xique. Nos outros locais, serão priorizadas apenas crianças a partir de nove meses e pessoas que irão viajar para as áreas consideradas de risco. Não é recomendada a imunização de lactantes. De acordo com a Sesab, no entanto, todos os municípios do estado estão abastecidos com a vacina.

PRF faz reconhecimento do percurso da Tocha Olímpica na Bahia

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) realizou, entre os dias 15 e 20 deste mês, visitas às cidades envolvidas no revezamento da Tocha Olímpica com objetivo de fazer o reconhecimento do percurso, inclusive nos trechos urbanos, avaliando possíveis dificuldades que possam vir a ocorrer.

Durante os trabalhos, foram realizadas reuniões com representantes e autoridades dos municípios participantes, além das outras forças de segurança pública, para alinhar as estratégias para este importante evento, ressaltando a importância da integração entre os órgãos e parceiros. A PRF estava representada pelo Chefe da Seção de Policiamento e Fiscalização – Inspetor Marcus Vinicius de Franca Moreira e por mais dois chefes de equipes de batedores, Inspetores Hildebrando Santa Rosa Junior e Carmelo de Paula Oliveira Rosa.

A Tocha Olímpica foi acesa na manhã desta quinta-feira (21), no Templo de Hera, em Olímpia, na Grécia e chegará ao Brasil no dia 03 de maio, tendo como ponto de partida a capital federal, Brasília.

A chegada da Tocha à Bahia está prevista para o dia 19 de maio, em Teixeira de Freitas, no extremo sul do estado, percorrendo os municípios de Itamarajú, Santa Cruz Cabrália, Porto Seguro, Eunápolis, Itapetinga, Vitória da Conquista, Itambé, Floresta Azul, Ibicaraí, Itabuna, Ilhéus, Itacaré, Camamu, Ituberá, Cairu, Valença, Lençóis, Salvador, Feira de Santana, Riachão do Jacuípe, Capim Grosso, Senhor do Bonfim, Jaguarari, Juazeiro, Sobradinho e finalizando, no dia 27 de maio, em Paulo Afonso.