Tag Archives: Euclides da Cunha

Igor Kannário tem o show cancelado em pedido da população de Euclides da Cunha

O município de Euclides da Cunha, localizada a 324 km de Salvador, está em festa por conta comemorações aos 86 anos de emancipação. Na programação dos festejos, Igor Kannário estava confirmado para se apresentar. Porém, na manhã desta segunda-feira (16/9), a gestão municipal publicou uma nota cancelando o show do pagodeiro. 

“A Prefeitura de Euclides da Cunha informa que, levando em consideração os pedidos da população, decidiu cancelar a participação do cantor Igor Kannário na festa de Aniversário da Cidade”, diz a nota compartilhada nas redes sociais da instituição.

VEJA

Após a decisão, o artista decidiu fazer um vídeo em seu perfil pessoal explicando o motivo do cancelamento. Ele diz que tudo não passou de uma “fake news” depois de um comentário feito durante uma viagem, “com algumas pessoas de raça ruim”.

“Quero esclarecer que está cancelado o show em Euclides da Cunha. Não por conta do Kannário, nem do prefeito, mas por algumas pessoas da raça ruim que está no nosso meio, isso mesmo, raça ruim, porque se aproveitaram de um momento em que a gente estava em uma resenha no meio da estrada, onde a gente tem um ditado popular: ‘estamos perto de nada e longe de tudo.’ Então usaram de uma brincadeira para poder criar uma fake news, [prejudicando] o povo de Euclides da Cunha”, desabafou.

Kannário concluiu o vídeo deixando um recado para as pessoas que ele considerou “raça ruim”. “Oh, para os desafetos aí que fizeram essa resenha, eu já sei quem é todo mundo e vou tomar as providências cabíveis. Pode me aguardar”, ameaçou.

CONFIRA:

Fonte: AratuOn

Coelba prepara a rede elétrica para os festejos juninos

As comemorações de São João se espalham por todo a Bahia no mês de junho. Para garantir a realização da mais tradicional festa nordestina, a Coelba reforçou o trabalho de prevenção e manutenção da rede elétrica nos principais locais que recebem os eventos na capital e no interior.

O trabalho dos técnicos incluiu a manutenção de 11 mil quilômetros de rede elétrica, com inspeção de alimentadores, serviços básicos de prevenção, como poda de 400 árvores e inspeção termográfica, além da substituição preventiva de mais de 100 equipamentos.

As atividades incluíram, ainda, o reforço nos circuitos de abastecimento de cidades como Euclides da Cunha, Alagoinhas, Paulo Afonso, Cruz das Almas, Santo Antônio de Jesus, Amargosa, Itaberaba, Mucugê, Irecê, Brumado, Tanhaçu, Ibicuí, Itapetinga, Jequié, Itiruçu, Jaguaquara e Vitória da Conquista, conhecidos polos de festividades juninas.

As equipes que atendem as principais festividades também foram reforçadas e, a partir de sexta-feira (21), entram em esquema especial de plantão. Posicionadas estrategicamente, as equipes estarão preparadas para garantir que tudo esteja funcionando de acordo o aumento na demanda de energia característico do período. Em caso de qualquer ocorrência na rede elétrica, o atendimento será imediato.

Segurança – Além disso, ações de segurança nas comunidades foram realizadas com orientações sobre uso de fogos, balões, bandeirolas e montagem de fogueiras.

Por meio de campanha de marketing, a Coelba estará reforçando com a população orientações como: não utilizar adereços de decoração com materiais condutores de eletricidade e a não enfeitar ruas e praças com as típicas bandeirolas colocadas perto da fiação elétrica.

A montagem de barracas, camarotes, arquibancadas e palanques também deve receber atenção. “A Coelba reforça a importância do cuidado com o aterramento elétrico e para que a ligação dessas unidades seja realizada por profissionais especializados. Outra orientação é a distância mínima de 2,5 metros que deve ser mantida da rede elétrica, com atenção para o manuseio de equipamentos e acessórios metálicos próximos da fiação”.

Euclides da Cunha: Programação oficial do “Arraiá do Cumbe 2019”

O prefeito Luciano Pinheiro, divulgou no Instagram, a programação oficial do Arraiá do Cumbe 2019 que acontecerá nos dias 21, 22, 23 e 24 de Junho em Euclides da Cunha, na região nordeste da Bahia.

Mais uma vez Aviões do Forró será a grande atração do Arraiá que ainda terá uma grade repleta de boas atrações, confira abaixo:

União reconhece emergência por estiagem em Santa Teresinha, Itatim, Rafael Jambeiro e outros municípios

Um total de 147 municípios baianos teve decretos de emergência por estiagem reconhecidos pelo governo federal. Antes, os decretos foram determinados pelas prefeituras e depois pelo governo do estado. Dos três entes, se espera mais recursos da União para enfrentar os prejuízos causados pela estiagem. A Portaria que reconhece a situação de emergência nas 147 cidades foi publicada nesta segunda-feira (29) no Diário Oficial da União. A lista dos municípios é composta por:

Abaré, Adustina, América Dourada, Anguera, Antas, Antônio Cardoso, Antônio Gonçalves, Araci, Barra, Barra do Mendes, Barro Alto, Biritinga, Bom Jesus da Lapa, Boninal, Boquira, Botuporã, Brejões, Brotas de Macaúbas, Brumado, Caém, Caetité, Cafarnaum, Caldeirão Grande, Campo Alegre de Lourdes, Campo Formoso, Canarana, Candeal, Cansanção, Capim Grosso, Caturama, Central, Cícero Dantas, Conceição do Coité, Contendas do Sincorá, Crisópolis e Dom Basílio.

Depois vem Érico Cardoso, Euclides da Cunha, Fátima, Feira de Santana, Filadélfia, Gavião, Gentio do Ouro, Glória, Heliópolis, Iaçu, Ibiassucê, Ibipeba, Ibipitanga, Ibiquera, Ibitiara, Ibititá, Ichu, Igaporã, Ipecaetá, Ipirá, Irajuba, Iramaia, Iraquara, Irará, Itaberaba, Itaguaçu da Bahia, Itapicuru, Itaquara, Itatim, Ituaçu, Jaguarari, Jeremoabo, Juazeiro, Jussara, Jussiape, Lafaiete Coutinho, Lagoa Real, Lajedinho, Lamarão, Lençóis e Livramento de Nossa Senhora.

A relação também tem Macaúbas, Mairi, Malhada de Pedras, Marcionílio Souza, Miguel Calmon, Mirangaba, Morpará, Mortugaba, Morro do Chapéu, Mulungu do Morro, Mundo Novo, Nova Fátima, Nova Itarana, Nova Redenção, Nova Soure, Novo Horizonte, Novo Triunfo, Ourolândia, Palmeira, Paramirim, Paulo Afonso, Paratinga, Pé de Serra, Pedro Alexandre, Pilão Arcado, Pindaí, Pindobaçu, Pintadas, Piritiba, Ponto Novo, Presidente Dutra e Quixabeira.

Ainda na lista aparecem Rafael Jambeiro, Retirolândia, Riachão do Jacuípe, Rio do Antônio, Rio do Pires, Rio Real, Rodelas, Ruy Barbosa, Santa Bárbara, Santa Brígida, Santa Inês, Santaluz, Santanópolis, Santa Teresinha, São Domingos, São Félix do Coribe, São Gabriel, São José do Jacuípe, Saúde, Senhor do Bonfim, Sento Sé, Serra Preta, Serra do Ramalho, Serrolândia, Sítio do Quinto, Sobradinho, Souto Soares, Tanque Novo, Tanquinho, Tucano, Uibaí, Umburanas, Utinga, Valente, Várzea da Roça, Várzea do Poço, Várzea Nova e Wagner.

Fonte: Bahia Notícias

Bahia tem dois municípios entre os 10 piores em transparência

As cidades baianas de Santo Estevão e Euclides da Cunha estão entre as dez piores do Brasil em quesito de transparência dos dados públicos, segundo um estudo da Controladoria Geral da União (CGU). Santo Estevão pontuou apenas 1.07 e Euclides da Cunha 1.4.

No recorte entre as capitais, Salvador ficou na 10ª posição, com nota 8.74. Recife, em Pernambuco, lidera esse ranking, com 9.9.

Entre as cidades baianas, Vitória da Conquista é que apresentou melhor pontuação: 9.8 – ficando em sétima posição nacionalmente. Itabuna e Lauro de Freitas, completam o pódio com 9.33 e 9.12, respectivamente. Salvador fica na oitava colocação.  

A análise estadual mostrou ainda que, além de Santo Estevão e Euclides da Cunha, o município de Irecê é o terceiro pior em transparência e teve 2.56 como nota.

A “Escala Brasil Transparente – Avaliação 360°” avaliou todos os estados, as capitais e os municípios com mais de 50 mil habitantes, baseado nas estimativas do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas de 2017. Foram analisados ao todo 691 entes entre 9 de julho e 14 de novembro de 2018. 

O levantamento considerou o nível de cumprimento de dispositivos da Lei de Acesso à Informação e para tanto foram feitas solicitações reais às administrações analisadas.

No ranking nacional, a Bahia ficou na 22ª colocação, com a nota 7.23. Nessa modalidade, a melhor performance foi do Mato Grosso do Sul com nota 9.64, seguido por Brasília com 9.62 e Ceará, com 9.47.

Após proibição de abates, 200 jumentos são encontrados mortos

Matéria publicada pelo portal UOL, nesta quarta-feira (6/2), revela mais um caso de ‘jeguicídio’, no interior da Bahia. Segundo a publicação, mais de 200 jumentos foram encontrados mortos e 800 em estado de desnutrição numa fazenda em Canudos, no sertão da Bahia. O motivo seria a proibição do abate desses animais pela Justiça Federal em 30 de novembro de 2018.

Os jumentos foram encontrados em uma fazenda localizada numa área de divisa entre as cidades de Canudos, Euclides da Cunha e Uauá. Parte dos animais mortos estava numa vala, e os ainda vivos cambaleavam de fome na fazenda. Não é a primeira vez que tal situação de descaso é registrada.

A secretária de Meio Ambiente de Euclides da Cunha, Maria Djalma Andrade de Abreu, e o médico veterinário Jared Fernandes Meira escreveram em relatório sobre o caso que os animais seriam destinados a abatedouros em Amargosa e Itapetinga. O relatório afirma que, de acordo com os responsáveis pelos animais, “o período de permanência (deles) excedeu mais de 60 dias, devido a problemas com os frigoríficos (por causa da proibição do abate)”. Os nomes do dono da fazenda e dos responsáveis pelos animais não foram revelados.

ANIMAIS SEM COMIDA NEM ÁGUA

De acordo com o UOL, a fazenda, mesmo com a proibição, continuou a receber jumentos. Segundo o relatório, os animais “estão privados de alimentação sólida e hídrica, sendo observado apenas um ponto de água insuficiente e inadequado e inúmeros cochos improvisados vazios e dispostos em um só lugar”.

“Grande parte dos animais apresenta estado de caquexia (perda de força), fraqueza, apatia, pelos ouriçados e cambaleantes. Também foram observados inúmeros cadáveres em estado de decomposição, animais agonizando, à beira do óbito, com claros sinais de desnutrição, assim como foi observada uma vala de desova de cadáveres”, relata o documento.

A Secretaria de Meio Ambiente da Prefeitura de Euclides da Cunha informou que não aplicou multa por crime ambiental (maus-tratos aos animais) aos responsáveis pelos animais porque a fazenda está numa área da cidade de Canudos – antes do relatório, suspeitava-se que a propriedade era na área de Euclides da Cunha. A reportagem não conseguiu contato com a Prefeitura de Canudos para comentar o caso.

A Adab (Agência de Defesa Agropecuária da Bahia) informou que duas pessoas responsáveis pelo confinamento ilegal dos animais foram multados em mais de R$ 40 mil e que busca auxílio de fazendas vizinhas para receber os bichos para que eles possam se alimentar e beber água.

O Ministério Público da Bahia informou que marcou reunião com a Secretaria de Meio Ambiente de Euclides da Cunha para esta quarta-feira (6/2), para discutir uma solução para o caso.