Secretaria de Segurança nega cerca de 2 mil pedidos de credenciamento para o Rio 2016

Em uma ação de combate ao terrorismo e outras ameaças para a segurança dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro 2016, a Secretaria Extraordinária de Segurança para Grandes Eventos do Ministério da Justiça e Cidadania (Sesge/MJ) informou que cerca de 2 mil pedidos de credenciamento foram “contraindicados” para o evento esportivo. “Temos um sistema de controle de entrada de estrangeiros no Brasil e um sistema de background check. Nós checamos todos os credenciados que vão acessar as instalações e participar dos Jogos, São pessoas com algum histórico criminal, condenação ou qualquer registro policial criminal que contraindique que essa pessoa tenha acesso às instalações dos Jogos”, explicou o secretário Andrei Rodrigues. Até o momento, mais de 300 mil dados foram analisados para atuar em alguma função nos Jogos, como jornalistas, atletas, condutores da tocha e membros de delegações. “É uma parceria nossa com o Comitê Rio 2016 em que recebemos todos os dados das pessoas que vão ingressar nas instalações e fazemos esse controle para saber quem são elas, assim como os estrangeiros que vêm ao Brasil, e que a Polícia Federal também recebe as informações e faz o rastreamento”, finalizou. Ainda segundo a Secretaria de Segurança, alguns casos ainda passarão por uma nova análise.
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *