Santo Amaro: MP reitera pedido à Justiça para impugnar prefeito, vice e 6 vereadores

O prefeito de Santo Amaro, no Recôncavo baiano, Ricardo Machado (PT), além do vice, Leonardo Pacheco (PSB) e mais seis vereadores da cidade permanecem na mira do Ministério Público Eleitoral (MPE) que solicitou, mais uma vez, na sessão da última segunda-feira (5) a impugnação dos mandados. Segundo o MPE, os requerimentos que ocorreram nas alegações finais “reforçam os pedidos de sete ações propostas em 2013, pelo promotor João Paulo Santos Schoucair, da 2ª Promotoria de Justiça Eleitoral de Santo Amaro”. A acusação se refere à suposta compra de votos na eleição de 2012. Ainda de acordo com o órgão, os vereadores Luciano dos Reis Caldas (PSL), Raimar Fabiano Costa (PSC), Jair Oliveira Santana (PSB), Artur Pereira Suzart (PT), Elias Pereira Neto (PRB) e Júlio César de Jesus Pinho (PHS) ofertaram 400 vagas de emprego em troca da preferência do eleitorado. “A captação ilícita de sufrágio, ou compra de votos, é configurada com a abordagem direta do eleitor, pelo candidato ou por seus parceiros, com a oferta de qualquer vantagem com o intuito de angariar seu voto. Caso sejam condenados pela justiça Eleitoral, os políticos deverão deixar os cargos que ocupam desde 2013”, conclui o texto divulgado no site do MPE.

 

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *