Quase 60 pássaros são apreendidos em Governador Mangabeira

Quase 60 pássaros foram apreendidos na zona rural de Governador Mangabeira (137 km de Salvador) nesta quinta-feira, 8, segundo denúncia da ambientalista Telma Lobão. A Operação ‘Pássaro Livre’ foi realizada pela polícia civil.

Os animais, que valem de R$ 300 a R$ 5 mil, foram encontrados em posse de Antônio Carlos Santos Maturino, 62 anos, acusado de tráfico de animais. A polícia chegou à casa dele depois de denúncia feita por moradores locais, que tiveram animais roubados por Antônio. Segundo nota de Telma, o homem capturava os pássaros nas redondezas, comprava e vendia.

Ainda segundo a ambientalista, as gaiolas estavam cheias de fezes, sem comida nem água. Além disso, os pássaros ficavam em ambiente sujo e escuro, uma técnica conhecida pelos traficantes para amansar os animais. Dentre as espécies apreendidas, havia Sabiá, Caboclinho, Sanhaço Azul, Estevão Viuvinha, Para Capin, Jandaia e Maitaca.

O acusado foi levado para a delegacia e deve responder pelos crimes de maus tratos e venda de animais em liberdade. Ele não será detido pois não apresenta risco à sociedade perante a lei. A soltura dos bichos foi feita na Pedra do Cavalo, em Cachoeira, que fica a 10 km de Governador Mangabeira.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *