Prefeito eleito de Castro Alves entra na justiça para garantir pagamento de servidores

O prefeito eleito da cidade de Castro Alves, Thiancle Araújo (PSDB), relatou em sua rede social que foi preciso recorrer à justiça para garantir o pagamento dos servidores públicos do município. Thiancle acusou o atual prefeito, Cloves Rocha (PSD), de ao invés de pagar os servidores com o dinheiro de repatriação que estava entrando nas contas da Prefeitura pagar algumas despesas de empresas prestadoras de serviços.

De acordo com Thiancle, ao analisar as contas da Prefeitura percebeu que a situação está caótica. “Até o mês de setembro, segundo dados auditados pelo Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), o prefeito atual já tinha gastado 61,5% da receita corrente líquida em gasto com pessoal e isso sem contar que ele não está pagando a totalidade dos encargos previdenciários, ou seja, esse percentual ainda é maior”, disse.

Isso trará, ainda segundo o prefeito eleito, problemas para a cidade. O município ficará, portanto impedido de receber recursos de outros entes como a União, não consegue financiamento e o prefeito terá suas contas rejeitadas. “Ele ainda queria nomear dezenas de cargos do concurso público no final do mandato e isto não é legal e nem normal. Então nós ajuizamos uma ação popular e a juíza deferiu uma liminar proibindo que ele continuasse nomeando os concursados. Isso não quer dizer que nós estamos contras as nomeações. Queremos é impedir que o atual gestor nomeasse de qualquer jeito”, destacou o prefeito eleito.(Política InRosa)

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *