Porto Castro Alves terá o maior projeto urbanístico da história da região

O prefeito Rogério Costa e o vice Roberto Paraguaçu se reuniram no gabinete para uma notícia que vai mudar o cenário turístico e econômico de Santo Estevão. Durante a discussão também estava presente o presidente da Câmara George Passos.

O projeto de urbanização do Porto Castro Alves, às margens do Rio Paraguaçu, vai receber investimentos de mais de R$ 8 milhões.

O projeto consiste em uma verdadeira revolução urbanística do local com a construção de uma Escola, uma Unidade de Saúde, quadra poliesportiva, quiosques, restaurantes, módulo policial, balneário, observatório salva-vidas, espaço ecumênico, ciclovia, pista de cooper, portal de acesso, iluminação cênica com efeitos especiais, espaço de artesanato, museu (que contará a história do rio Paraguaçu), píer, a praça do Camarão, além de receber piso intertravado (igual ao instalado na orla marítima de Salvador).

O projeto, segundo o prefeito, visa não apenas a grandiosidade da obra como ferramenta urbanística, mas de desenvolvimento econômico com a geração de emprego e renda, visto o impacto turístico que irá acontecer.

“Santo Estevão, por ser uma cidade geograficamente privilegiada com acesso duplicado de rodovias que cortam o país, próximo a Cabaceiras do Paraguaçu, que liga nossa cidade a importantes cidades da região do recôncavo baiano, além de estarmos a menos de 150 km da capital. Isso só vai impulsionar o turismo, fortalecendo de vez nossa economia”, disse o prefeito Rogério Costa.

O espaço ainda vai contar com a potencialização do esporte náutico, além de diversas outras ações que prometem fazer do Porto Castro Alves o roteiro turístico não só de Santo Estevão, mas de toda a Bahia. “Será um espaço único, é um projeto apaixonante que vai impactar de forma positiva para sempre na vida das pessoas”, avaliou o vice prefeito Roberto Paraguaçu. O valor da obra faz parte de uma emenda parlamentar do deputado federal Cacá Leão. 

Com informações da Ascom

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *