Polícia prende mulher envolvida no assalto de Tuca Fernandes

Os dois homens que assaltaram o cantor de axé Tuca Fernandes e alguns músicos, no começo do mês de novembro, foram identificados pela polícia. São dois adolescentes de 17 anos. Um deles mora no Cabalar e o outro na Invasão do Ibit. Na quarta-feira (9), Ysabela Almeida da Silva, 22 anos, procurou a 7ª Delegacia (Rio Vermelho) para ser interrogada. Ela é namorada de um dos suspeitos e também está sendo investigada por participação no crime.

Segundo o delegado Antônio Fernando, foi Ysabela quem informou aos bandidos sobre a movimentação no estúdio. “Ela esteve no local na condição de fã e passou as informações para os dois elementos. No dia do crime, ela foi vista no local e alguns dos objetos roubados pela dupla foram encontrados na casa dela”, afirmou.

Depois do crime, os policiais estiveram na casa de Ysabela, mas familiares informaram que ela havia desaparecido. No imóvel foram encontrados um notebook, cartões de créditos, uma aliança e dois pares de óculos escuros roubados das vítimas. Na época, os investigadores também estiveram nas casas dos dois adolescentes e apreenderam outros produtos, mas eles também não foram encontrados.

Na última quarta-feira, Ysabela procurou a delegacia com um advogado. Ela negou participação no crime, apesar dela ter sido reconhecida por algumas testemunhas e de parte dos objetos roubados terem sido encontrados na casa dela. A mulher foi ouvida e liberada, mas será indiciada por roubo e corrupção de menores.

Tuca Fernandes e os músicos estavam no estúdio do cantor, no Calabar, quando foram surpreendidos pelos dois adolescentes. Um deles estava com o rosto encoberto com uma camisa e de boné. O outro também teve o cuidado de esconder a face, mas, mesmo assim, foram identificados pela polícia. A dupla fugiu levando computadores, celulares e a quantia de R$ 1.250 em dinheiro, além de talões de cheques.

Quem tiver informações sobre os dois suspeitos podem ajudar a polícia através do Dique Denúncia pelos telefones (71) 3235-000 ou 181.

rtemagicc_depomcalabar03editada-jpg

rtemagicc_depomcalabareditada-jpg

Fotos: Divulgação/ Polícia Civil)

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *