Polícia apreende armas usadas em duplo homicídio e prende três em Castro Alves

Três acusados foram presos e duas armas foram apreendidas por policiais do Setor de Operações e Inteligência ( SOINT ), da 27ª Companhia Independente de Polícia Militar ( CIPM), e CIPE Central. Segundo informações, volta das 20h desta segunda-feira (22/08), os agentes receberam denuncia que  um dos indivíduo envolvidos em um duplo homicídio ocorrido em um bar no domingo (21) na localidade conhecida como Jenipapo em Castro Alves, identificado como Jonathan, estaria escondido na zona rural de Boa Vista do Rodão.
Os agentes da SOINT juntamente com uma guarnição do Cipe Central, foram então até o local informado e encontraram em uma residência, o senhor Manoel Eloy dos Santos. Segundo o próprio Sr Manoel, Jonathan foi levado por ele até a cidade de Santo Antonio de Jesus, onde de lá teria embarcado para Salvador.  Manoel, informou ainda que a arma usada por Jonathan no crime estaria escondida com o pai do acusado na localidade de Jenipapo.
Os policiais seguiram então até o local e encontraram Antonio Alves do Oliveira, que entregou um revolver calibre 32 com dois cartuchos picotados. Segundo ele, a arma seria a mesma usada por seu filho para matar o indivíduo conhecido como “Mãozinha”, Antonio indicou também que uma outra arma usada no crime estaria na mesma localidade com um indivíduo conhecido como “Nico”. Com as informações em mãos, os policiais foram até o local e encontraram o revolver calibre 38 com cinco cartuchos deflagrados e um intacto em poder de Elielson Novais de Jesus, que informou que a arma também foi usada no atentado do domingo. Todos os envolvidos foram apresentados na delegacia de Castro Alves.
Entenda o Caso
Três pessoas foram baleadas na noite deste domingo (21/08), na cidade de Castro Alves,
sendo que duas delas acabaram vindo a óbito. Segundo informações, um indivíduo conhecido como “Mãozinha” adentrou um bar na localidade de Jenipapo, e efetuou disparos contra dois indivíduos que estavam bebendo. Uma das vitimas veio a óbito e outro ficou ferido. Após os disparos, Mãozinha tentou fugir em uma motocicleta, mas foi atingido por uma paulada por um homem desconhecido e caiu, foi quando o primo de um dos baleados no bar teria atirado e matado “Mãozinha”.
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *