PF cumpre sete mandados de prisão em combate a fraudes bancárias

Sede da PF em Vitória da Conquista (Foto: Anderson Oliveira / Blog do Anderson)

Foto: Anderson Oliveira / Blog do Anderson

A Polícia Federal em Vitória da Conquista, no sudoeste da Bahia, deflagrou a operação Lammer, em conjunto com o Ministério Público Federal, nesta quarta-feira (2), para desarticular um grupo suspeito de fraudes bancárias que atuava em cidades baianas, de São Paulo, Goiânia e no DF.
São cumpridos sete mandados de prisão preventiva, 14 de busca e apreensão, além de 12 mandados de condução coercitiva de investigados envolvidos nas supostas fraudes.
Os crimes teriam acontecido na capital de São Paulo, Osasco (SP), Águas Lindas de Goiás (GO), Brasília (DF), Itororó (BA), Teixeira de Freitas (BA) e Vitória da Conquista (BA). Conforme a investigação policial, a maioria dos recursos era encaminhada para Vitória da Conquista.
Os crimes de fraudes bancárias eram cometidos através da Internet, por meio da captura dos dados cadastrais e de senhas de acesso aos sistemas de internet banking, invasão de contas bancárias, além da transferência dos saldos existentes para contas de laranjas. Os investigados ainda utilizariam os valores desviados das contas para pagamentos de boletos bancários, taxas de licenciamento de veículos e outros títulos.
Segundo a PF, os suspeitos responderão pelos crimes de estelionato qualificado e constituição e integração de organização criminosa, com penas que, somadas, chegam a mais de 14 anos de reclusão.
“Lammer” é o termo pejorativo utilizado para nomear criminosos cibernéticos que acreditam que não serão punidos. Em geral, são operadores de programas desenvolvidos para captura de senhas, a fim de invadir contas bancárias através dos sistemas de internet banking. (G1/Bahia)

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *