Dez cidades cancelam São João devido à pandemia; 7 aguardam ‘tempo’ melhorar

Pelo menos dez municípios baianos já decidiram que não irão realizar o São João neste ano. A suspensão se deve à pandemia do novo coronavírus. Taxas altas de ocupação de leitos e o ritmo da vacinação ainda devagar fizeram com que essas cidades cancelassem os festejos, informou a TV Bahia.

São os casos de Amargosa, Cachoeira, Camaçari, Euclides da Cunha, Ipiaú, Itaberaba, Jaguarari, Mata de São João, Santo Antônio de Jesus e Senhor do Bonfim. Ainda sem decidir se vão fazer ou não o evento, pelo menos outras sete cidades ainda aguardam mudanças nos índices da pandemia e da vacinação.

Nesse grupo estão Cruz das Almas, Ibicuí, Ipirá, Irecê, Juazeiro, Mucugê e Piritiba.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Senado aprova uso de verbas de saúde por estados e municípios

O Senado aprovou nesta última terça-feira (13 o Projeto de Lei Complementar (PLP) 10/2021, que estende até o fim deste ano a autorização concedida a estados, Distrito Federal e municípios para utilizar, em serviços de saúde, verbas remanescentes de anos anteriores dos fundos de saúde. Essas verbas devem ter sido repassadas pelo Ministério da Saúde. A matéria ainda precisa de sanção presidencial para ter validade.

Esse projeto altera a Lei Complementar 172, de 2020, que permitiu que cerca de R$ 6 bilhões ociosos ao final de 2019 nas contas dos fundos de saúde de estados, Distrito Federal e municípios fossem alocados em ações de enfrentamento da pandemia em 2020.

Para o relator da matéria, Esperidião Amin (PP-SC), o projeto é generoso, tendo em vista que os gestores de saúde e assistência social terão mais liberdade para aplicar os recursos “que não foram poucos e que remanesceram”.

“Isso mostra que 2020 não foi um ano com recursos escassos para saúde e assistência social. Tomara que neste ano possamos ter esse atendimento prioritário para salvar vidas”, disse o senador.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Governo da Bahia publica edital de Parceria Público-Privada para Hospital Metropolitano

Foto: Carol Garcia/GOVBA

Foi publicado, no Diário Oficial do Estado (DOE) desta quarta-feira (14), o edital para concessão administrativa do Hospital Metropolitano, localizado em Lauro de Freitas. Atualmente aberto de forma emergencial para atendimento de pacientes com diagnóstico de Covid-19, o hospital será a quarta Parceria Público-Privada (PPP) na área da saúde na Bahia e a maior unidade de atendimento hospitalar do Brasil nesta modalidade.
“A Bahia foi o primeiro estado a implantar PPP na área de saúde no país, com o Hospital do Subúrbio. Essa é a nossa quarta PPP e será o hospital com maior aporte tecnológico da nossa rede, ao lado do Hospital Roberto Santos”, ressalta o secretário da Saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas.
O Edital de Concorrência nº 08/2021 trata da implantação, gestão, operação e ampliação do Hospital Metropolitano, com prazo de concessão de 20 anos. De acordo com o cronograma de licitação, a sessão pública do leilão na Bolsa de Valores (B3) ocorrerá em 20 de maio.
A unidade será implantada inicialmente com 260 leitos, que serão ampliados para 330 pelo parceiro privado, sendo 75 de terapia intensiva (UTI). Terá ainda dez salas cirúrgicas, serviço de hemodinâmica, unidade de emergência 24 horas referenciada e serviços diagnósticos — laboratório, radiologia, ultrassonografia, tomografia computadorizada, ressonância magnética e medicina nuclear.
Entre obras e equipamentos, mais de R$ 173 milhões foram investidos no Hospital Metropolitano. Um dos destaques do projeto é a Unidade de Atenção ao Acidente Vascular Cerebral (UAVC), que atenderá pacientes com casos isquêmicos, hemorrágicos ou acometidos por ataque isquêmico transitório na fase aguda, ofertando tratamento trombolítico venoso, reabilitação precoce e investigação etiológica completa.
O Edital de Concorrência, estudos técnicos e outros documentos estão disponíveis no site da Sesab (www.saude.ba.gov.br/ppphospitalmetropolitano).

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Festival de Lençóis será virtual; Jau, Jorge Vercillo, Margareth e Adelmo Casé participam

Foto: Divulgação

O Festival de Lençóis, na Chapada Diamantina, acontece de forma virtual neste ano, com gravação ao vivo, vídeos e uma retrospectiva dos principais momentos de sua história. Em formato de live, a edição especial do evento será apresentada nos dias 29 e 30 de abril, a partir das 19h, com transmissão pelo YouTube.

Com apresentação do ator Jackson Costa, o evento contará com gravações ao vivo e exibições em vídeos. No dia 29, as atrações são os shows de Jorge Vercillo, Adelmo Casé e a participação especial da cantora Samantha Tosto. Já no dia 30, as apresentações são dos cantores baianos Margareth Menezes e Jau, além de artistas locais, as bancas Zion e Griô, Grupo Cordas e Copos e os folclóricos Marujada e Zambumba, que participarão através de vídeo. Durante a transmissão, o público poderá conferir também entrevistas e imagens da bela região da Chapada Diamantina.

AÇÕES DE PRESERVAÇÃO

Nesta edição virtual, o destaque é para campanha da Associação Geoparque Serra do Sincorá, entidade não lucrativa, criada recentemente para buscar o título de Geoparques Globais, chancela concedida pela ONU, através da Unesco. A proposta para a criação do Geoparque baiano, compreende uma área de 6.313 km, quatro serranias e uma população aproximada de 44 mil habitantes, distribuídas nos municípios de Lençóis, Palmeiras, Mucugê e Andaraí. O título reconhece os lugares que guardam biodiversidade, verdadeiros patrimônios geológicos, nos quais a presença da população é estimulada e o turismo funciona como ferramenta de preservação.

FESTIVAL

Em 19 edições, o evento recebeu mais de 300 atrações, entre artistas nacionais, baianos e locais, além grupos folclóricos e o apoio as ações de preservação da região. Nomes como Gilberto Gil, Gal Costa, Elza Soares, Mart’nália, Luiz Melodia, João Bosco, Saulo, Ana Carolina, Lenine, Maria Rita, Adriana Calcanhoto, Jau, Nando Reis e Zeca Baleiro já se apresentaram no Festival.

A live do Festival de Lençóis é realizada pela Pau Viola Entretenimento, com o apoio financeiro do Estado da Bahia (Secretaria de Cultura e da Fundação Cultural da Bahia), via Lei Aldir Blanc, direcionada pela Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Turismo/Governo Federal.

SERVIÇO

Festival de Lençóis – Edição Virtual
Quando: 29 e 30/4, às 19 horas
Onde acompanhar: canal da Pau Viola Entretenimento no YouTube (clique)

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Cerca de 500 mil vacinas contra covid chegam à Bahia nesta quinta

O secretário da Saúde da Bahia (Sesab), Fábio Vilas-Boas, afirmou hoje (13), em rede social, que cerca de 500 mil doses de vacinas contra a covid devem chegar na próxima quinta-feira (15) no estado.

Desde ontem (12) que a aplicação da primeira dose da vacina foi suspensa na capital baiana, por falta do imunizante. Teve continuidade apenas a aplicação da segunda dose.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Rui anuncia início das inscrições para 200 mil vagas em cursos de qualificação profissional

As inscrições para 200 mil vagas em 44 cursos gratuitos de qualificação profissional à distância serão abertas no dia 20 de abril. O anúncio foi feito pelo governador Rui Costa, nesta terça-feira (13), durante o programa Papo Correria. As vagas são destinadas aos estudantes da rede profissional, do Ensino Médio e também egressos que saíram da rede estadual nos últimos anos. As aulas começam a partir de 5 de maio, de forma virtual.
“Serão 108 mil vagas para alunos da educação profissional, 70 mil para os alunos do ensino regular e 22 mil para os alunos da rede estadual que se formaram nos últimos e que querem fazer os cursos. O edital será publicado no dia 20 de abril, e os interessados devem entrar no Portal da Educação [www.educacao.ba.gov.br] para se inscreverem. Os cursos terão carga-horária entre 160 e 240 horas, com duração de até quatro meses e, ao final, o estudante receberá certificado na conclusão do curso”, explicou o governador.
O programa de qualificação profissional Educar Para Trabalhar faz parte do pacote de ações voltadas aos estudantes da rede estadual de ensino, no âmbito do Programa Estado Solidário. “Já estamos pagando o vale-alimentação, de R$ 55 por estudante, e a bolsa de R$ 100 para 52 mil monitores de Língua Portuguesa, Matemática e Educação Científica, do Programa Mais Estudo. Além do Programa Educar Para Trabalhar, também temos o Bolsa Presença, que é voltado a famílias com filhos matriculados na rede estadual de ensino e em condição de vulnerabilidade socioeconômica e que vai garantir o pagamento de R$ 150 por família inscrita no CadÚnico”, afirmou Rui.
Os programas representam mais de R$ 410 milhões em ações para os estudantes e suas famílias, visando à segurança alimentar, à aprendizagem e à permanência do estudante na escola.
Alerta
Durante o Papo Correria, o governador também fez um alerta para as regiões oeste e de Irecê por conta do alto índice de contaminação da Covid-19. “Vamos manter as medidas mais restritivas nessas localidades e, caso os números continuem crescendo rapidamente, poderemos pensar, em conjunto com os municípios, medidas ainda mais duras. Em outras regiões, eventos com a presença de até 50 pessoas estão liberados, mas festas de nenhum tipo estão autorizadas. O decreto que atualizamos hoje se refere apenas a eventos sociais, sem aglomeração de pessoas. Não está permitida a realização de festas com número nenhum de pessoas”.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •