Covid-19: Ministério da Saúde autoriza recursos para 3,2 mil leitos de UTI

Foto: © Reuters / Bruno Kelly / Direitos Reservados

Com hospitais superlotados em diversas regiões do país, o Ministério da Saúde autorizou nesta terça-feira (2) o financiamento de 3.201 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) exclusivos para pacientes com covid-19. A medida consta em portaria publicada em edição extra do Diário Oficial da União (DOU), assinada pelo ministro Eduardo Pazuello. A portaria lista cerca de 150 municípios espalhados em 22 estados. O valor a ser desembolsado pelo governo federal para custear as internações soma R$ 153,64 milhões, caso todos os municípios façam a solicitação à pasta.

Pela portaria, as solicitações de autorização de leitos, que terão caráter excepcional e temporário, devem ser encaminhadas por meio do Sistema de Apoio à Implementação de Políticas em Saúde (SAIPS), disponível no endereço eletrônico www.saips.saude.gov.br. Entre outros documentos, os municípios atendidos devem assegurar a existência de um respirador por leito, equipamentos e recursos humanos necessários para as internações.

Até dezembro, o Ministério da Saúde financiava cerca de 60% dos leitos de UTI em todo o país, mas esse número caiu para cerca de 15% este ano, por causa do fim da vigência do estado de calamidade pública, que permitia a transferência de recursos ao estados além do orçamento regular.  

A portaria prevê repasses retroativos à manutenção de leitos de UTI referentes a janeiro e fevereiro, como forma de ressarcir os estados que, nesses dois meses, tiveram de utilizar exclusivamente recursos próprios para abrir novos leitos de UTI.

Em relação a janeiro, a portaria autorizou o financiamento de 1.135 leitos em cidades de 16 estados com pagamento retroativo de R$ 54,48 milhões por mês. Já em relação a fevereiro, foi autorizado o financiamento de 2.025 leitos adultos e 41 leitos pediátricos em cidades de 22 estados, com custo total de R$ 99,16 milhões ao mês, totalizando os 3.201 leitos de que trata a portaria.

O número de óbitos por covid-19 bateu novo recorde hoje, de acordo com o balanço diário do Ministério da Saúde. Ao todo, 1.641 mortes foram notificadas desde ontem, o maior patamar desde o início da pandemia no país. O total de mortos pela doença no país está em 257.361 e o número total de infectados chega a 10,6 milhões de pessoas. (EBC)

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Imagens de criatura estranha compartilhadas nas redes amedrontam Itaparica

As noites na Ilha de Itaparica vem se tornando aterrorizantes após grupos de WhatsApps compartilharem imagens de uma criatura não identificada rondando nas ruas do local.

Segundo o jornal Correio, os moradores se sentem amedrontados com a história e não duvidam que seja um ser mitológico ou folclórico. “Está todo mundo falando sobre isso, os grupos do ‘zap’ e ‘face”, explicou Marise, dona de um restaurante em Itaparica. “Eu acredito que é algum besta tentando assustar as pessoas”, opinou Gerusa, residente do local.

Uma das versões apontadas pelos compartilhadores da história nos grupos de WhatsApps é que a “besta” se trata de uma pessoa fantasiada que vem tentando assustar os moradores. Contudo, segundo a reportagem, nenhuma das delegacias da região reconhece a versão.

Segundo o designer Francisco Patrício, especialista em edição de imagem, não há indícios de edição digital nos supostos registros.

“A primeira tá muito bem feita, por causa das sombras. O bicho está indo de encontro à luz, e ela tá muito certinha à frente do bicho. E na segunda está muito difícil de identificar até mesmo existência de sombra por não estar iluminado”, analisou.

Não dá para cravar se são falsas ou verdadeiras. Porém, fotos em baixa resolução são perfeitas para ilusão de ótica. Pode se fantasiar e ir para o escuro que assim fica fácil criar algo que pareça real”, acrescentou.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Volta às aulas presenciais será com segurança, afirma Ministro da Educação

O Ministro da Educação, Milton Ribeiro, afirmou hoje (2), em entrevista ao programa A Voz do Brasil, que o governo federal planeja metas para o retorno gradual ao ensino presencial, mas que esse retorno não acontecerá a qualquer preço, e sim com critérios e decisões que respeitem a dimensão continental do Brasil e as diferentes condições sanitárias das regiões.

Sobre o calendário do possível retorno, o ministro afirmou que o recrudescimento da pandemia não era esperado, e que datas específicas não podem ser firmadas ainda, tendo em vista a atual situação da pandemia de covid-19. “Nós não temos um prazo. Isso depende muito da situação local. Com o advento da vacinação, teremos condições de retornar, logo logo, com segurança”, afirmou.

Educação conectada
Com a impossibilidade de aulas presenciais, as aulas remotas via internet se tornaram ferramentas básicas de educação. Segundo informou o ministro da Educação, mais de 76 mil escolas públicas em cerca de 5 mil municípios receberam verbas do programa Educação Conectada para implementar projetos de educação à distância.

“Investimos perto de 250 milhões de reais [em conectividade para escolas públicas]. Vale lembrar que alunos de escola pública que não tem o mesmo acesso à educação de alunos oriundos de escolas particulares são amparados pela lei que regulamenta o acesso às universidades públicas, com reserva de 50% das vagas”, explicou o ministro.

Ensino profissionalizante
Segundo Milton Ribeiro, a educação profissionalizante é prioridade na pasta a pedido do presidente Jair Bolsonaro. O ministro revelou que há uma parceria em andamento com a Alemanha, que auxiliará o Brasil na estruturação de um ensino médio profissionalizante eficaz. “O Brasil carece de bons técnicos. Pessoas de nível médio que possam atuar de maneira eficiente”, frisou Ribeiro.

Valorização de profissionais
Sobre o panorama de investimentos em educação planejado para o futuro, o ministro da Educação diz acreditar que haja a necessidade de foco na camada do ensino fundamental. Segundo Ribeiro, a alfabetização eficaz e a compreensão consolidada dos fundamentos matemáticos são características essenciais para a educação, ao contrário do foco voltado para o ensino superior.

Sobre o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), o ministro afirmou que a possibilidade de maior controle dos recursos – por meio de solicitações de prestação de contas da Controladoria Geral da União (CGU) e do Tribunal de Contas da União (TCU) ajudarão a identificar e sanar problemas de corrupção na distribuição de verbas da educação. “Sem prestação de contas, não há dinheiro novo. Chega. O Brasil não aguenta mais tanta corrupção. O que queremos é seriedade.”

A medida, por consequência, fará com que mais recursos cheguem ao destino final e gerem o benefício esperado pela pasta.

Abstenção no Enem
Sobre o alto índice de abstenção do Enem 2020, Milton Ribeiro lembrou que, além da preocupação com a pandemia de covid-19, a situação emergencial de Manaus pode ter influenciado na ausência de estudantes. “Imagine os pais de uma criança, de um adolescente, que faria a prova como treineiro, sem compromisso, e ouvir o que houve em Manaus”, explicou.

O ministro da Educação afirmou ainda que haverá investimentos na melhoria do formato de aplicação das provas do Enem Digital, que deverá substituir completamente o exame em papel, já que o custo logístico das provas impressas é “astronômico”. “Esse ano, o Brasil gastou R$ 780 milhões na aplicação do Enem. É uma verdadeira fortuna em impostos. Vamos tentar reduzir sem perder qualidade”, explicou.

Escolas cívico-militares
As escolas cívico-militares, que deverão ter 200 unidades distribuídas ao redor do país até 2023, também foram elogiadas pelo ministro, que afirma que há uma grande demanda do modelo de ensino em diversos municípios do país. “Temos um orçamento que prevê cerca de 54 escolas por ano. Temos, na fila de espera 16 estados e 200 municípios. Essas escolas afetam a comunidade e transformam os arredores. Muitos problemas que geralmente acontecem nas escolas públicas convencionais não ocorrem [nas escolas cívico-militares]”, concluiu o ministro. (EBC)

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Bahia recebe nova remessa de vacinas contra Covid-19

Mais 165.600 doses de vacinas contra o coronavírus chegaram à Bahia na madrugada desta quarta-feira (3). O lote recebido hoje foi produzido pelo Butantan. Esta é a sexta remessa de vacinas que a Bahia recebe. Com a carga desta quarta-feira (3), o estado totaliza 1.111.200 doses recebidas, entre Coronavac e Oxford, desde o dia 18 de janeiro, quando chegou a primeira remessa.

O Grupamento Aéreo da Policia Militar, após a organização das doses feita pela equipe da coordenação de imunização do estado, já começou a fazer a distribuição das vacinas para as centrais regionais no interior da Bahia, de onde serão encaminhadas para os municípios. A nova remessa dará possibilidade de continuidade à primeira fase do plano de vacinação, que inclui idosos e trabalhadores de saúde.

Com 470.783 vacinados contra o coronavírus (Covid-19), dos quais 124.470 receberam também a segunda dose, até as 15 horas desta terça, a Bahia é um dos estados do País com o maior número de imunizados. A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) realiza o contato diário com as equipes de cada município a fim de aferir o quantitativo de doses aplicadas e disponibiliza as informações detalhadas no painel https://bi.saude.ba.gov.br/vacinacao/.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

PGE-BA ingressa com novo pedido no STF para viabilizar aplicação de vacina contra Covid

A Procuradoria Geral do Estado da Bahia ingressou nesta terça-feira (2), no Supremo Tribunal Federal (STF), com uma nova ação judicial para viabilizar o acesso à vacinação contra Covid, já que a decisão até agora permite a compra de vacinas sem autorização da Anvisa, mas não a aplicação.
Ainda de acordo com a PGE, o pedido de autorização ao STF é para possibilitar a aquisição, importação e dispensação à população baiana de quaisquer vacinas contra a Covid-19, que já sejam registradas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) ou, na falta do registro do órgão, preencham conjuntamente os seguintes requisitos: estejam sendo utilizadas pelos respectivos países de origem e que tenham sido liberadas por uma das seguintes agências estrangeiras: Food and Drug Administration (FDA) European Medicines Agency (EMA);  Pharmaceuticals and Medical Devices Agency (PMDA); ou National Medical Products Administration (NMPA).

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Safadão vai fazer live com sucessos antigos

Um dos projetos de Wesley Safadão que mais repercutiu recentemente foi o DVD TBT WS, que juntou alguns sucessos da carreira do cantor e rendeu milhões de visualizações. Agora, para os fãs, o cantor cearense anunciou que fará uma live do projeto no dia 20 de março, um sábado. Músicas como Juras de amor, Tentativas em vão, Vou pagar pra ver e muito mais estarão no repertório. É bem provável que além de músicas que estão no DVD, outros sucessos das antigas, desde os tempos de Garota Safada, estejam na live.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Sony deixará de comercializar produtos no Brasil

Em um anúncio feito na tarde desta segunda-feira, dia 01, a Sony avisou que vai encerrar suas atividades comerciais no Brasil até o final de março. Com o encerramento será interrompida a venda de produtos como TVs, câmeras e equipamentos de áudio.

A venda dos videogames Playstation 4 e Playstation 5, que são importados, continua. Outros braços de atuação da empresa, incluindo a Sony Pictures e a Sony Music, também permanecem.

Também não serão afetados serviços como assistência técnica e garantia de todos os produtos da marca. A manutenção acontece “pelo tempo necessário, estando em conformidade com os regulamentos e requisitos locais de proteção aos consumidores”, segundo comunicado emitido pela empresa.

(Metro1)

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

30 anos de carreira, Zezé Di Camargo e Luciano anunciam show celebrativo

Há cerca de um ano, Zezé Di Camargo e Luciano estão distantes de seus fiéis fãs. Felizmente, chegou o momento em que o tão aguardado reencontro irá acontecer.  No dia 27 de março, as portas do Espaço das Américas vão se abrir para celebrar o 30° aniversário da sólida união da dupla com o público, sua moeda mais valiosa na construção da longa e bem-sucedida estrada trilhada pelos Filhos de Francisco desde 19 de abril de 1991, quando “É o Amor” foi lançada nas ondas do rádio, de Goiânia para o mundo.

Hoje, após mais de 70 regravações daquele que se tornaria um clássico da música brasileira, executado por mais de 1 bilhão de vezes, Zezé e Luciano se apresentam presencialmente em um novo formato, logo após o ano mais excepcional de nossas vidas, em condições muito especiais. Para tanto, rigorosas regras de protocolo de segurança imposto pela crise sanitária trazida pela Covid-19 serão seguidas no dia 27, no Espaço das Américas. À porta, todos os convidados terão suas temperaturas testadas por termômetros à distância, e a plateia terá apenas lugares disponíveis com distanciamento entre as cadeiras, além de ingressos para camarotes.

Nossa maior felicidade é viajar pelo Brasil e ver o público cantando nossas músicas nos shows, porém, há cerca de um ano, essa sensação foi tirada de nós, por motivos de força maior. Não consigo descrever minha emoção para pisar novamente nos palcos”, destaca Zezé Di Camargo.
O maior papel do artista é levar alegria para nossos fãs e, após um ano atípico, tivemos que nos adaptar para podermos continuar trabalhando. Iremos nos apresentar com toda paixão no Espaço das Américas, pois, o público merece. Graças a eles chegamos aos 30 anos de carreira e sempre seremos eternamente gratos”, completa Luciano.

O show começará pontualmente às 20h, duas horas após a reabertura das portas, para que a casa possa estar vazia às 23h, atendendo a normas da prefeitura de São Paulo. Em tempo: Em comemoração aos 30 anos de carreira, Zezé Di Camargo & Luciano comandam um cruzeiro especial, em novembro. O passeiro poderá aproveitar 3 dias de viagens com incríveis shows de Bruno e Marrone, Edson e Hudson, Os Menotti, Diego e Victor Hugo, Matogrosso e Mathias e, claro, da dupla anfitriã.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •