Adolescente cai em poço com cerca de 22 metros de profundidade e é resgatado por bombeiros em Irará

Um adolescente de 16 anos caiu em um poço de aproximadamente 22 metros de profundidade e foi resgatado pelo Corpo de Bombeiros, nesta quinta (15), na zona rural de Irará, cidade a cerca de 130 km de Salvador.

De acordo com os bombeiros, ele passou a noite no poço já que a queda ocorreu na noite de quarta-feira (14) e a retirada foi realizada na manhã desta quinta. A operação de resgate durou cerca de 1h30. No entanto, não há detalhes da hora exata da queda, nem quando familiares do adolescente perceberam a situação e acionaram os bombeiros.

Thank you for watching

Após o resgate, que contou com uma guarnição do 2º Grupamento de Bombeiros Militar (2ºGBM/Feira de Santana), a vítima foi deixava sob os cuidados da equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para ser avaliada.

Para o resgate, um soldado desceu de (rappel) para que o adolescente pudesse ser retirado com segurança. Durante o processo, os militares conversavam com a vítima para que ela se mantivesse calma.

O adolescente retornou a superfície sendo içado, junto com o bombeiro, por outros militares que estavam do lado de fora do poço. Além dos bombeiros e Samu, equipes da Polícia Militar da Bahia (PMBA) também estavam dando apoio na ocorrência. (Forte da Notícia)

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Impacto da pandemia é maior para trabalhadores jovens, diz Ipea

Foto: Pedro Ventura / Agência Brasília

Os trabalhadores com idade entre 18 e 24 anos foram os mais prejudicados pela pandemia de covid-29. A taxa de desocupação subiu de 23,8% no quarto trimestre de 2019 para 29,8% no mesmo período de 2020, o que corresponde a quase 4,1 milhões de jovens à procura de emprego.

No recorte por escolaridade, o desemprego foi maior para os trabalhadores com ensino médio incompleto: alta de 18,5% para 23,7%, na mesma base de comparação. Em contrapartida, a ocupação dos que têm ensino superior continuou crescendo e houve alta de 4,7%, na comparação entre os números de trabalhadores nesta condição, nos respectivos trimestres de 2019 e 2020.

Thank you for watching

Os dados constam da Carta de Conjuntura divulgada hoje (14) pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea).

De acordo com a Pesquisa Nacional Por Amostra de Domicílios (Pnad Contínua) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), embora a ocupação tenha voltado a crescer após ter atingido, em julho do ano passado, o menor valor da série (80,3 milhões), em janeiro deste ano, havia 86,1 milhões de trabalhadores ocupados no país, bem abaixo do observado antes da pandemia (94 milhões em janeiro de 2020).

Para a economista Maria Andréia Lameiras, autora do estudo, a crise sanitária potencializou as diferenças existentes no mercado de trabalho. “À medida que os dados das PNADs contínuas foram disponibilizados, o cenário de forte deterioração, que conjuga desemprego elevado e aumento da subocupação e do desalento, foi se tornando cada vez mais evidente, principalmente nos segmentos mais vulneráveis, os jovens e os menos escolarizados, cuja probabilidade de transitar da desocupação e da inatividade para a ocupação, que já era baixa, se tornou ainda menor”.
Recortes analisados

O documento da Carta de Conjuntura do Ipea mostra que, no quarto trimestre de 2020, a taxa de desemprego para o sexo feminino (16,4%) foi superior à do sexo masculino (11,9%). No recorte regional, ainda no último trimestre do ano, as regiões Nordeste e Sudeste tiverem maior incremento na taxa de desemprego: de 13,6% para 17,2% e 11,4% para 14,8%, respectivamente.

Na análise do emprego setorial, o segmento de serviços foi o maior prejudicado, com queda de 28% da ocupação no quarto trimestre de 2020, fortemente impactado pela paralisação do setor em razão do distanciamento social imposto pela pandemia.

A perspectiva para 2021 é de que, apesar da expectativa de aceleração da atividade econômica, as vagas geradas não devem ser suficientes para suprir o desemprego. Segundo o Ipea, a taxa de desocupação deve continuar elevada.

A análise tem como base o cruzamento de diversos dados da Pnad Contínua e do Novo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) da Secretaria do Trabalho do Ministério da Economia.


Fonte: Agência Brasil

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Jéssica Senra explica ausência na TV: ‘Precisei desconectar de tudo’

Apresentadora do Bahia Meio Dia, da TV Bahia, Jéssica Senra usou as redes sociais para explicar porque ficou ausente do telejornal nos últimos dias. A jornalista afirmou que precisou se “desconectar de tudo”, mas afirmou que na segunda-feira (19) retorna ao trabalho.

“Precisei desconectar de tudo essa semana. Trabalho, mestrado, redes sociais… estamos todos e todas vivendo um momento extremamente tenso, estressante e desafiador. Meu trabalho é minha grande paixão, mas sempre foi muito estressante. E a pandemia potencializou isso exponencialmente. Estar mergulhada em notícias desanimadoras e deixar de lado tudo o que me dava prazer e relaxamento tornou tudo mais complicado”, escreveu.

Jéssica escreveu o texto ao lado de uma foto após treinar karatê. Ela contou que essa foi a primeira vez em um ano que saiu de casa para algo que não era obrigação. “Confesso que foi um pouco tenso porque me preocupo muito com a covid. Mas, tomando certos cuidados, me trouxe um bem-estar que há muito tempo não sentia”, continuou.

Por fim, a apresentadora pediu que os seguidores também se cuidem. “Venho aqui tranquilizá-los que está tudo sob controle e segunda volto à TV. Mas também venho pedir que cuidem de vocês. Que sejam amorosos e acolhedores com vocês e com os demais. Estamos precisando. Se cuidem com as precauções pra não se contaminarem e também com o tempo para verdadeiramente relaxar e dar prazer à mente de vocês – sempre com responsabilidade. Atividade física, um jogo envolvente, uma literatura leve, uma comédia boba, dançar como se ninguém estivesse olhando, cantar músicas alegres e empoderadoras a plenos pulmões, uma conversa com uma pessoa querida… Nós precisamos e merecemos ficar bem. Isso vai passar!”, finalizou.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Presidente da ADEP-BA pede prioridade na vacinação de defensores públicos contra H1N1

Foto Divulgação

Visando a busca pela melhoria das condições de trabalho dos Defensores do estado, a Associação representativa da categoria tem pleiteado que os profissionais entrem na lista para o recebimento da vacina contra H1N1. Em reunião realizada nesta quarta-feira (14) com o secretário municipal da saúde, Leo Prates, o Presidente da Associação de Defensoras e Defensores Públicos da Bahia (Adep-BA), Igor Santos, destacou que o pedido não visa pular etapas, mas garantir a ampliação da imunização para a categoria, sobretudo nesse momento onde atenção com a saúde se faz ainda mais necessária. Ainda no encontro, o secretário garantiu que,  caso sobre doses, incluirá a vacinação dos defensores após imunização dos três grupos prioritários. Na capital baiana, a campanha de vacinação segue até o dia 09 de julho.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

TVE Bahia exibe documentário sobre populações ribeirinhas do São Francisco

Foto: Ministério da Integração

A TVE Bahia exibe, neste sábado (17), às 22h30, o documentário “Oralidades Ribeirinhas”, dentro da programação de filmes selecionados pelo Prêmio de Exibição Audiovisual, que integra o Programa Aldir Blanc Bahia.

O longa-metragem narra histórias e vivências de populações que vivem à margem do Rio São Francisco, que abastece boa parte da região Nordeste e tem importância cultural, econômica e social para todo o país.

O filme conduz uma narrativa que defende que a vida do povo ribeirinho está ligada à do rio, visto que a população depende dele para a subsistência.

Além de “Oralidades Ribeirinhas”, o projeto contempla outros 24 longa-metragens, 18 curta-metragens, dez séries e sete telefilmes, totalizando 60 produções.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Acidente grave na Serra da Jibóia em Varzedo após capotamento de carro

Foto: Criativa Online

Um grave acidente aconteceu na manhã desta quarta-feira (14) na BA 026, na região da Serra da Jibóia entre os municípios de Varzedo e São Miguel das Matas, próximo a região da Macuca.

Conforme informações de motoristas que passavam pelo local, haviam duas pessoas no veículo. O condutor do automóvel modelo pick-up, perdeu o controle da direção e acabou capotando, infelizmente vindo a óbito após ficar preso as ferragens.

Ainda de acordo com informações, a outra pessoa que estava no veículo foi o Sr. ‘Helinho’, que reside em Corta-Mão, distrito de Amargosa. Ele foi socorrido pelo SAMU e encaminhado para o HRSAJ – Hospital Regional de Santo Antônio de Jesus. Ainda não há Informações sobre o estado de saúde dele. Segundo o Criativa Online, ainda não há Informações sobre as causas do acidente.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •