Morre, aos 88 anos, Vida Alves, atriz que deu o primeiro beijo da TV brasileira

Foto:Jair Magri/ Divulgação

Faleceu na noite desta terça-feira (3), às 22h30, a atriz Vida Alves, de 88 anos. Pioneira da TV, Vida estava internada há uma semana e sofreu falência múltipla dos órgãos, segundo informações preliminares. Advogada, apresentadora e atriz, Alves foi a primeira mocinha da TV brasileira, protagonizando ao lado de Walter Foster a primeira novela (na época com duas exibições semanais) da Tupi, “Sua Vida me Pertence”. Foi nesta obra que protagonizou também o primeiro beijo da TV. Anos depois, em 1963, também deu o primeiro beijo gay da televisão, em Geórgia Gomide, no teleteatro “Calúnia”, exibido dentro da faixa “TV de Vanguarda”, na Tupi. De acordo com as informações do site Rd1, Desde 1995, Vida Alves se dedicava à Pró-TV, associação que visa preservar a memória da televisão. Dentre as ações neste sentido, está o lançamento da biografia de Otávio e Cassiano Gabus Mendes, “Gabus Mendes – Grandes Mestres do Rádio e Televisão”, escrita por Elmo Francfort, com textos complementares escritos por Vida, que também escreveu obras sobre os bastidores da TV e sua participação neste meio.

Vida Alves deixa uma filha, Taís. A pioneira também era avó da cantora Tiê, que se manifestou a respeito da perda via Instagram (veja abaixo). O sepultamento será às 16h, no Cemitério do Araçá, São Paulo.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *