MC acusa DJ Marlboro de estupro aos 17 anos: ‘Ele não fez isso só comigo’

Fernando Luís Mattos da Matta, mais conhecido como DJ Marlboro, está sendo acusado de estupro por uma MC. O caso veio à tona nesta sexta-feira (29), mas de acordo com MC Ellu, o estupro aconteceu no dia 9 de janeiro de 1988, quando ela tinha apenas 17 anos.

Em entrevista ao site UOL, Ellu disse que registrou um boletim de ocorrência contra Marlboro na última quarta-feira (27). Segundo a moça, ela só não falou sobre o caso antes por causa das ameaças que sofreu do DJ ao longo da vida, caso o estupro se tornasse público.

Ellu conta que na época atuava como dubladora da cantora Janet Jackson e após um show no Clube Mourisco, no Rio de Janeiro, Marlboro ofereceu uma carona para ela.

“Ele falou que ia me levar para casa, só que no caminho ele foi para um motel. Chegando lá, eu sentei na beira da cama e falei: ‘Marlboro, eu sou virgem’. E ele: ‘Não vai acontecer nada que você não queira’. Só que aconteceu sim, ele forçou uma barra e acabou acontecendo, houve o ato”, disse.

A MC relata que deixou o local desesperada e chorando, mas antes disso o DJ havia prometido cuidar da carreira dela. “Depois eu fui procurar ele e ele me ameaçou, falou que se eu contasse para alguém, ia acontecer uma coisa muito ruim comigo. Aí eu fui embora morar em Minas Gerais, na casa de parentes, por medo. Por isso que eu não denunciei na época. Depois de muitos anos eu voltei para o Rio com essa ideia, de tentar justiça”.

Ellu garante que ela não foi a única vítima de Marlboro, com quem cortou contato após o crime. A cantora chamou o DJ de destruidor de sonhos e pede Justiça.

“Ele não me procurou em nenhum momento para pedir desculpas e se retratar. Ele não vale nada, é um canalha. Ele não fez isso só comigo não, ele fez com muitas outras meninas que tinham sonhos. Ele é um destruidor de sonhos, ele não merece ser feliz. Ele merece pagar por todo o mal que ele fez nesse tempo todo. É isso o que eu desejo para ele. Eu quero justiça”.

Marlboro não se pronunciou sobre a denúncia feita pela MC.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •