Maragogipe: MPF pede que Polícia Federal apure suposto roubo cometido em quilombo

Maragogipe: MPF pede que Polícia Federal apure suposto roubo cometido em quilombo

Foto: Reprodução / Incra

O Ministério Público Federal (MPF) em Feira de Santana requereu à Polícia Federal a instauração de inquérito para investigar crimes cometidos durante uma oficina sobre os direitos dos quilombolas e o processo de demarcação de terras, realizada pelo Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra). De acordo com o MPF, três assaltantes teriam invadido o território de identidade quilombola do Guaí, no município de Maragogipe, no último dia 30 de abril, e roubado itens pessoais dos presentes, além de documentos públicos referentes às demarcações. Serão investigados os crimes de roubo qualificado (art. 157, § 2º , inciso II do Código Penal) e subtração de documento público (art. 337 do CP). O requerimento, assinado pelos procuradores da República Marcos André Carneiro Silva e Claytton Ricardo de Jesus Santos, está embasado em denúncia apresentada por membros da comunidade quilombola do Baixão do Guaí. Eles também relataram ameaças e intimidações de fazendeiros, com objetivo de impedir a atuação do Incra na demarcação dos territórios.
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *