Kieza será julgado nesta sexta; confira estratégia da defesa

É um dia decisivo para o Esporte Clube Bahia, mas não se trata de uma partida do Campeonato Brasileiro da Série B. Nesta sexta-feira (23), às 12h, no Rio de Janeiro, o atacante Kieza será julgado pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) pela expulsão no último clássico Ba-Vi.
O artilheiro do Esquadrão foi denunciado em cinco artigos do Código Brasileiro de Justiça Desportiva: 250 (Ato desleal ou hostil), 258-A (Provocar público), 258 (Desrespeitar a arbitragem) 258 § 2º (Atitude contrária à disciplina ou ética) e 243-F (Ofender alguém em sua honra).
Gerente jurídico do Bahia, Vitor Ferraz explicou qual será a estratégia realizada pela defesa no tribunal. Segundo ele, o lance em que Kieza recebeu o segundo cartão amarelo pelo toque de mão cabe várias interpretações. Ferraz também falou sobre os outros artigos em que o avançado foi denunciado.
“Entendemos que houve um certo exagero nesta denúncia. Alguns artigos nos quais ele foi denunciado não tem nenhum tipo de relação ou enquadramento com os fatos que ocorreram. Estamos levando uma série de provas em vídeo. Por exemplo, o lance que resultou no segundo cartão amarelo cabem diversas interpretações. Temos como demonstrar que não houve qualquer tipo de ato hostil praticado pelo atleta, tampouco provocação”, disse, em entrevista ao programa do Esquadrão, da Rádio Tudo FM.

Foto: Jefferson Peixoto / Ag. Haack / Bahia Notícias

“Temos confiança que demonstrando estes aspectos vamos ter um bom resultado em relação a esse julgamento e a expectativa é que possamos contar com nosso artilheiro para a próxima partida”, concluiu.

Kieza, que prestará o seu depoimento ao tribunal, pode pegar gancho de um a seis jogos, além de uma multa entre R$ 100 e R$ 100 mil.

(Bahia Notícias/Esp)
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *