Depois de invadir casa e simular sequestro, bandidos são presos em Sete de Abril

Depois de simular um sequestro, quatro bandidos foram presos no bairro de Sete de Abril, no fim da tarde deste domingo (10). Os suspeitos invadiram uma casa ainda durante a manhã, tentando fugir da Polícia Militar.

Eles chegaram a divulgar vídeos nas redes sociais em que um dos criminosos fingia ser um refém, morador do imóvel. No entanto, não havia nenhum refém e os quatro homens que apareciam nos vídeos eram da mesma quadrilha.

Segundo a Secretaria da Segurança Pública (SSP-BA), a polícia tinha recebido uma denúncia anônima de que homens armados estava, praticando crimes no bairro de Castelo Branco, na Rua Adriana Farias. Assim, equipes da Polícia Civil e da Polícia Militar – da 47ª CIPM, 50ªa CIPM, Gêmeos, COE e Graer – localizaram os homens e houve confronto.

Eles fugiram e entraram na casa, que fica na Rua Agnaldo Santos, no bairro de Sete de Abril. Com apoio do Águia, Cipe Polo Industrial, Gerrc e Bope, a negociação foi iniciada. Após duas horas de negociações, os criminosos se renderam.

Na ação, foram apreendidas duas submetralhadoras calibre 9mm, uma pistola calibre 380, carregadores e munições. Enquanto discutiam com os policiais, um dos quatro homens saiu da casa atirando. Com o revide das equipes policiais, o suspeito foi baleado e encaminhado ao Hospital Eládio Lasserre, em Cajazeiras. Os outros três criminosos foram encaminhados ao Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Entenda o caso
Um grupo de bandidos invadiu uma casa no bairro de Sete de Abril de abril e teria feito os moradores reféns, na manhã deste domingo (10). 

De acordo com a Polícia Militar, a situação começou por volta das 7h30, quando receberam a denúncia de que homens armados estavam praticando crimes na região. 

No entanto, quando a equipe chegou à localidade conhecida como Mangueira, parte dos suspeitos conseguiu fugir. A outra parte do grupo invadiu a casa e, às 16h deste domingo, a PM ainda negociava a rendição deles. 

Os bandidos enviaram vídeos que circulam pelas redes sociais em que ameaçam um homem supostamente feito de refém. “Se atirar em nós, o refém vai morrer”, diz um suspeito, em um dos vídeos. 

Nas imagens, os bandidos afirmam que a casa fica em Castelo Branco, não em Sete de Abril, como disse a polícia. Eles alegavam que os policiais estariam atirando contra eles. Fonte: Correio24hrs*

(Foto: Alberto Maraux/SSP)
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •