Corpos de irmãos mortos em Cachoeira ainda não foram liberados

Nessa sexta-feira (8), a morte dos irmãos Àllan Abner e Juraci Melo, de 3 e 4 anos, completa exatos 25 dias. A casa que as crianças moravam, em Cachoeira, pegou fogo e elas não conseguiram sair a tempo.

Aliado a todo o sofrimento da perda, os familiares ainda precisam lidar com a burocracia, que impede a liberação dos corpos pelo Instituto Médico Legal. Em publicação da última quinta-feira (7), o jornal A Tarde mostrou a peregrinação da mãe das crianças, Adelina Melo, de 36 anos. “Já fui ao IML quatro vezes, ligo todos os dias, mas ficam transferindo a ligação de setor para setor”, disse. O IML afirmou que a identificação dos corpos “segue em procedimento técnico”, mas não deu uma data para a liberação.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *