Castro Alves: APLB realizou Audiência Pública sobre reserva da jornada de trabalho

A APLB de Castro Alves promoveu uma Audiência Pública sobre “Reserva de 1/3 (um terço) da Jornada de Trabalho para Atividades Docentes Extraclasse, conforme prevê a Lei do Piso e o Parecer CNE/CEB 18/2012”. O debate foi mediado pelo professor Marcos Barreto, diretor da APLB Estadual.

O evento reuniu a categoria na noite desta terça-feira, 16 de abril, no auditório da Câmara Municipal de Castro Alves e contou com a presença de Alina Rita, diretora da APLB Regional Serrana, Arielma Galvão, da diretoria executiva da APLB Estadual e Carlos Ribeiro, representando os vereadores da cidade. A audiência foi presidida por Gilvan Dias, coordenador da APLB de Castro Alves. 

Após as considerações iniciais, o professor Marcos iniciou a palestra, apresentando esclarecimentos sobre a reserva da jornada, exemplificando o tema a partir das experiências obtidas ao longo de anos de trabalho no Município de Salvador.

A implantação do processo ocasionaria inchaço na folha salarial da prefeitura por causa da necessidade de contratação de mais professores. Então, a alterativa encontrada foi remanejar os educadores que já estavam no quadro de contratados, fazendo uma redistribuição eficiente. Esse modelo tem funcionado na capital baiana, que conta com cerca de 430 escolas, 9.500 professores e 140 mil alunos.

A Lei do Piso prevê que 1/3 (um terço) da jornada deve ser reservado para atividades de planejamento e organização das aulas. O processo já foi implantado em Castro Alves, mas, segundo o professor Marcos, precisa ser reajustado. “É necessário construir juntos uma proposta dentro das necessidades do município, que também garanta o pleno direito do professor, para planejar bem sua aula, atender melhor seu aluno e promover uma melhor educação para a cidade”, disse.

Fonte e fotos: Ivisson Costa/ Ascom/ APLB

Fotos: Ivisson Costa – ASCOM

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *