Câmara aprova renda básica de R$ 600 a R$ 1200 por família; governo previa R$ 200

A Câmara aprovou, na noite desta quinta-feira (26), a renda básica de R$ 600 a R$ 1.200 por famílias brasileiras em meio à pandemia do novo coronavírus. Autônomos, MEI e desempregados são público alvo.

De acordo com o deputado federal David Miranda (PSOL), uma emenda do partido garantiu que famílias chefiadas por mulheres também sejam incluídas entre as beneficiárias.

Em seu perfil no Twitter, Miranda informou da decisão e criticou valor sugerido pelo governo federal: “Uma derrota de Bolsonaro, que propôs miseráveis R$ 200”.

David Miranda

 

@davidmirandario

 
 

APROVADA na Câmara a renda básica de R$600 a R$1200 por família. Uma derrota de Bolsonaro que propôs miseráveis R$200! Uma emenda do PSOL garantiu que famílias chefiadas por mulheres também possam receber o valor de até R$1200. Estão inclusos autônomos, MEI e desempregados!

 
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *