BBB21 é sucesso antes mesmo da estreia, faz fila de anunciantes e acumula mais de meio bilhão em patrocínio

Foto: Globo

O BBB21 nem começou, mas já pode ser considerado um grande fenômeno na TV Globo. Acontece que o reality, visto a fila de anunciantes que se formou para patrocinar a atração, se viu obrigado a ter que abrir mais uma cota de patrocínio, no valor de 59 milhões, e vendeu em um piscar de olhos. Se antes o BBB21 já acumulava uma receita bruta de 470 milhões, agora esse valor é mais de meio bilhão de reais, 529 milhões.

O sucesso se deve aos números alcançados pela edição anterior do programa, o BBB20 teve uma final bastante disputada entre as marcas anunciantes, o que acabou estimulando a diretoria comercial para o BBB21. Antes seriam sete cotas de patrocínio disponível, mas, passou para oito, duas a mais que o número deste ano.

Três fazem parte da chamada cota Big, que são vendidas no valor de 78 milhões de reais cada, negociadas com as marcas Americanas, PicPay e Avon, essas marcas irão aparecer em todos os conteúdos que envolve o reality global, no Grupo Globo, tais como TV aberta, TV paga (Multishow) e digital.

As demais marcas patrocinadoras estão na cota Anjo, que custam 59 milhões cada e foram acordadas entre a C&A, Amstel, Seara e o McDonalds, que entrou no lugar da rival Burger King. Com a abertura de mais uma vaga para a cota, quem também entrou na lista foi a P&G.

Ainda de acordo com as informações do site Meio & Mensagem, além das cotas principais, a Globo colocou à venda outras opções como as cotas Almoço do Anjo e Mercado do BBB, no valor de 18 milhões cada, assegurando assim, a presença de marcas em dois momentos importantes da rotina semanal dos brothers. Existe ainda quatro cotas de participação, no valor de 4 milhões, isso para anúncios de 30 segundos nos intervalos de todos os episódios. A Americanas fechou para o Mercado BBB e a PicPay como meios de pagamento, e três marcas estão certas para as cotas de participação, Above, Ornannact e Seara.

E pelo menos mais 10 anunciantes têm lugar na fila das ações de merchandising, porém, eles dependem das oportunidades criada por Boninho e a sua equipe. No BBB20, o canal faturou bem menos com os anunciantes fixos, foram 304 milhões, se contar com as ações avulsas, foram mais de 400 milhões no caixa.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •