Author Archives: Redação

Bahia tem 1,57 milhão de títulos eleitorais cancelados

Um total de 1.576.023 títulos eleitorais foi cancelado na Bahia devido a ausência nas últimas três votações. Em Salvador, 258.265 eleitores estão com pendência, conforme o TRE/BA. Em pleitos com dois turnos são consideradas duas faltas caso o cidadão não compareça em nenhuma das duas rodadas

O tribunal destaca que o prazo para regularizar a situação e reativar o documento vence em 4 de maio de 2022. Quem continuar com pendências após esta data poderá procurar o TRE, mas não estará habilitado a votar na sucessão federal e estadual no próximo ano.

Por conta da pandemia de Covid-19, o atendimento no TRE-BA está sendo realizado, preferencialmente, de forma online. Os  eleitores com títulos cancelados podem se regularizar pelo Título Net. Ele deve gerar uma Guia de Recolhimento (GRU) no site do TRE-BA ou do Tribunal Superior Eleitoral e pagar o valor devido no Banco do Brasil ou pelo PagTesouro, na internet, sem precisar ir ao banco.

A validação do pagamento da multa é feita de maneira automática pelo banco de dados do Eleitoral baiano, mas é preciso ter atenção: só a quitação do débito não configura a regularização do título. O eleitor deve preencher os dados no Título Net e encaminhar a documentação exigida.

TV Subaé terá programação especial no sábado, em comemoração aos 188 anos de Feira de Santana; confira

Em comemoração ao aniversário de 188 anos de Feira de Santana, município que fica a cerca de 100 quilômetros de Salvador, a TV Subaé, afiliada da TV Bahia na cidade, vai exibir dois programas especiais no sábado (18): um Bahia Meio Dia (BMB) temático e o Especial Aniversário de Feira.

Segundo Ciro Brigham, editor-chefe da TV Subaé, o BMD vai celebrar a Feira de Santana das pessoas, das feiras, dos mercados, dos símbolos da cidade. De forma leve, descontraída e musical, o programa irá falar e tratar de afeto, brindando a terra que tão bem recebe e integra.

Logo após o Mosaico Baiano, os feirenses terão mais um conteúdo especial para comemorar o aniversário do município. O repórter Victor Silveira vai apresentar o Especial Aniversário de Feira, que irá tratar da história, diversão, cultura, gastronomia e curiosidades de Feira de Santana.

Entre os destaques do especial, está uma reportagem sobre o voo livre diretamente do distrito de Pé de Serra; a tradição dos feirenses com a maniçoba, prato regional que faz sucesso entre moradores e visitantes; além de um passeio pela cultura local no Mercado das Artes e pelas ruas da cidade, onde Victor Silveira conhece vias que têm nomes de novelas e jogadores de futebol.

Os programas vão tratara ainda das rotas para transporte de produtos, quando o assunto é produção industrial. Além disso, a cidade tem questões e lugares bem característicos, como é o caso da Feiraguay. Muitas dessas curiosidades sobre a Princesa do Sertão serão apresentadas na programação especial da TV Subaé.

Das inspirações e brincadeiras em torno da Caixa D’Água do Tomba à efervescência cultural da Rua Nova, da visita do digital influencer de Salvador que se encantou pela cidade ao encontro de sanfoneiros em pleno Centro de Abastecimento: às 11:45, os telespectadores terão um Bahia Meio Dia (BMD) especialmente ‘embrulhado’ para a aniversariante do dia.

Estado destina R$ 71,1 milhões para a construção de mais sete escolas de Educação em Tempo Integral

Como parte da requalificação que o governo do Estado está realizando na infraestrutura das escolas estaduais, foi publicado, nesta sexta-feira (17), no Diário Oficial (DOE), mais um resultado de licitação que destinou R$ 71.111.513,64 milhões para a contratação de empresa especializada com o objetivo de construir mais sete unidades escolares de Tempo Integral, em diversos municípios da Bahia.

A construção de escolas de Educação em Tempo Integral também faz parte da política de expansão da oferta desta modalidade na rede estadual de ensino, por meio do Programa Baiano de Educação Integral Anísio Teixeira. A iniciativa tem o objetivo, através da ampliação da jornada escolar dos estudantes, elevar os níveis de aprendizagem; fortalecer o desenvolvimento humano e social dos estudantes, por meio de ações que propiciem a diversificação do universo de experiências educativas articuladas com as áreas do conhecimento; além de contribuir para a melhoria dos indicadores de qualidade das unidades escolares com tempo estendido.

A Secretaria da Educação do Estado iniciou a implantação da Educação Integral em 2014 e a meta é atender a mais de 25% da rede com esse modelo de oferta, até 2026, garantindo à juventude uma série de oportunidades que envolvem esporte, educação científica, artes e cultura. Atualmente, a rede estadual conta com 208 unidades escolares em Tempo Integral. Destas, 35 estão localizadas na capital baiana e 173 no interior do Estado. A Educação Integral alcança 37.322 estudantes em escolas estaduais de 149 municípios. Entre 2014 e 2021, foi registrado um avanço de 252% no número de unidades de ensino que oferecem esse modelo de educação, já que no primeiro ano de implantação havia 59 escolas nesta modalidade.

Fonte: Ascom/Secretaria da Educação do Estado

Castro Alves: Ações integradas irão alavancar o desenvolvimento rural no Recôncavo

Políticas públicas, como assistência técnica e extensão rural (Ater), regularização fundiária, inclusão produtiva, agroindustrialização, foram debatidas, nesta quinta-feira (16), em encontro realizado no município de Castro Alves, Território de Identidade Recôncavo Baiano. Em foco, as ações executadas de forma integrada, pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Rural (SDR), e o Consórcio do Território Recôncavo (CTR), prefeituras e organizações sociais que representam ou atuam no segmento da agricultura familiar.

O encontro integra a estratégia da SDR: Parceria Mais Forte, Juntos para Alimentar a Bahia, que visa a integração das ações do Governo do Estado, com prefeituras municipais, Consórcios Públicos e demais parceiros do poder público e de organizações que representam ou atuam no segmento da agricultura familiar, para fortalecer, estruturar e consolidar sistemas produtivos estratégicos da agricultura familiar, entre outros objetivos.

Wilson Dias, diretor-presidente da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR/SDR), explicou que esses encontros são um passo inicial para organizar a descentralização das políticas públicas para o desenvolvimento rural onde serão definidas quais são as obrigações do Estado, as necessidades que cada Prefeitura, por meio da Secretaria de Agricultura, de Meio Ambiente ou correlatas, o que elas têm a fazer, para que seja efetivada a parceria, de forma a gerar renda e melhorar a vida do homem e da mulher do campo, para que tenham condições mais dignas de vida, desde o aspecto da água, do abastecimento, de melhorias da infraestrutura pública e de estradas, mas também para melhorar a produção de alimentos.

“A gente sempre tem que lembrar que o desenvolvimento rural é propulsor para o desenvolvimento do município como um todo. Em Castro Alves somente 10% do dinheiro que circula no município é da agropecuária. Com a utilização das tecnologias, Ater e crédito podemos dinamizar a produção agropecuária e gerar muito mais desenvolvimento para o município. Melhorando a produção da mandioca, criação de caprinos, produção de verduras, frutas e de leite, é possível dar condições para o município crescer e aumentar muito a renda dessas famílias, que movimentam a economia e toda a população ganha, entrando no círculo virtuoso de desenvolvimento”, afirmou Wilson.

Para Thiancle Araújo, presidente do CTR e prefeito de Castro Alves, a expectativa é muito grande com a parceria com a SDR, principalmente no apoio aos agricultores: “A gente sabe como a agricultura familiar é importante para a economia da região e com esse apoio técnico, mais investimentos, e com o olhar voltado para os agricultores, a gente tem certeza que vai conseguir mais renda, mais desenvolvimento, com respeito ao meio ambiente, com alimentação saudável e adequada para toda a população.  A gente fica muito satisfeito e esperançoso que essa parceria tenha resultados efetivos para a nossa região”.

Investimentos na mandiocultura

Durante o evento, foram anunciados investimentos que estão sendo feitos no Recôncavo, a exemplo da aplicação de recursos de, aproximadamente, R$3,4 milhões, na reforma ou construção de cinco unidades de beneficiamento de mandioca e derivados, e na aquisição de trator agrícola com implementos, caminhão e equipamentos, que beneficiarão diretamente 130 famílias dos municípios de São Felipe, Governador Mangabeira, Cruz das Almas, Maragogipe, Santo Antônio de Jesus, filiadas à Cooperativa da Agricultura familiar do Território do Recôncavo da Bahia (Cooafatre), instalada na comunidade do Bom Gosto, município de São Filipe.

De acordo com Nailson Conceição, diretor-administrativo da Cooafatre, a chegada desses investimentos para a região é um ganho que não dá para calcular: “Vai gerar emprego e renda para os beneficiários da cooperativa e agregar outras pessoas que  viram, beneficiando produtos da matéria-prima da mandioca e do inhame. Estávamos precisando muito desses investimentos para a agricultura familiar da nossa região. Não é fácil um projeto desse tamanho, mas com o esforço de todos os cooperados e parceiros com certeza vamos alavancar a comercialização e a melhoria de vida dos nossos agricultores”.

A ação é executada por meio do Bahia Produtiva, projeto da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR/SDR). Com a reforma das unidades, a cooperativa passará a ter a capacidade de processamento de produzir três toneladas de farinha e duas toneladas de derivados de mandioca por dia.

A cooperativa vai contar ainda com um espaço dentro do Mercado de Governador Mangabeira, que funcionará como centro de distribuição dos de produtos como beiju, sequilho, aipim embalado a vácuo, pizza de aipim, entre outros.  As ações irão viabilizar o acesso ao mercado para os produtos qualificados, de acordo com as normas de vigilância sanitária.

No Recôncavo, a mandiocultura é o sistema produtivo de maior destaque. Só no ano de 2020, a produção de mandioca girou em 75 mil toneladas. Além da mandiocultura, outros sistemas, como o da citricultura, especialmente da produção de laranja, têm um número expressivo em municípios do território. Também foi apresentado o processo de Identificação Geográfica da Farinha de Copioba, que irá fortalecer e valorizar um produto tradicional do Recôncavo Baiano.

Presenças – O encontro, que contou com a apresentação das diversas ações executadas pelas unidades da SDR, teve a participação da titular da Superintendência Baiana de Assistência Técnica e Extensão Rural (Bahiater), Célia Watanabe, da coordenadora de Desenvolvimento Agrário (CDA), Camilla Batista, do superintendente da Agricultura Familiar (Suaf), Vinícios Videira, do coordenador de Pesquisa, Inovação e Extensão Tecnológica (Cepex) e do superintendente de Políticas Territoriais e Reforma Agrária (Sutrag), Yulo Oiticica.

Participaram ainda do evento, o parlamentar Robinson Almeida, a coordenadora do Colegiado Territorial do Recôncavo Baiano (Codeter), Rosana Vieira, além de representantes das prefeituras, secretarias municipais de Agricultura e de cooperativas, associações e outras organizações sociais da agricultura familiar do Recôncavo.

Caminhoneiros: frente divulga nota de repúdio a atos antidemocráticos

(Foto: Arquivo CORREIO)

A Frente Parlamentar Mista em Defesa do Caminhoneiro Autônomo e Celetista divulgou neste sábado nota afirmando que “repudia veementemente qualquer ação ou pretensão declarada que viole as garantias constitucionais do Estado Democrático de Direito e da coexistência de poderes institucionais independentes e harmônicos entre si”.

Na nota, assinada pelo deputado federal Nereu Crispim (PSL/RS), a frente parlamentar versa sobre retrocesso social “inadmissível” os chamamentos articulados nas redes sociais para participação de caminhoneiros em atos antidemocráticos no dia 7 de setembro, que “não podem ser tolerados, seja pela ilegitimidade de quem convoca, seja pela ilegalidade de suas pretensões.”

“Não há espaço para omissão dos representantes de direitos da categoria dos caminhoneiros autônomos e celetistas que devem expressamente manifestar-se contra ato atentatório dos pilares da democracia”, acrescenta o documento.

Nesta sexta-feira, a Confederação Nacional dos Transportadores Autônomos (CNTA) informou que eventual participação de caminhoneiros nas manifestações do dia 7 de setembro “representará a vontade individual” do transportador, mas em nota a entidade não deixou claro se apoia ou não as manifestações ou se orienta a adesão de seus associados. Com ás informações do Correio24hs*