Agência contabiliza mais de quinze mil infrações em programas policiais

Em 30 dias, a Agência de Notícias dos Direitos da Infância (ANDI) contabilizou 15.761 infrações às leis brasileiras e 4.500 violações de direitos em programas policiais da TV aberta e do rádio.

O monitoramento foi feito de 2 a 31 de março de 2016. Entre as atrações que foram analisadas estão o “Cidade Alerta”, “Balanço Geral” e “Brasil Urgente”.

Os policialescos ocupam as primeiras posições no ranking de violações, exposições indevidas de pessoas, desrespeito à presunção de inocência, violações do direito ao silêncio e exposições indevidas de famílias.

Cabe lembrar que em março deste ano a Band foi condenada a pagar R$ 40 mil a um homem que foi exposto como o responsável por um crime no “Brasil Urgente”, sendo que seu irmão era o verdadeiro culpado.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *